4 de dezembro de 2010

Roteiro Uruguai - Argentina - Montevidéu, Punta, Colonia e Buenos Aires

Colonia del Sacramento, Uruguai, casa de colono, Século 18
Casa de colono do Século 18, na Calle de los Suspiros,
Colonia del Sacramento
Música deste post: Un Vestido y un Amor, Fito Paez

Como você planeja as suas viagens? Na virada do ano fiz um roteiro Uruguai-Argentina que passou por  Montevidéu, Punta del Este,  Colonia del Sacramento e Buenos Aires.

Tirando Punta del Este, onde só havia estado uma vez, por algumas horas, a outras três cidades já eram minhas velhas conhecidas. Mas nem por isso eu abri mão de fazer um planejamento cuidadoso.
Até porque, pra mim organizar a viagem é parte do prazer da jornada.

Muralha de Colonia del Sacramento, Uruguai
A antiga muralha de Colonia del Sacramento e um carrinho de golfe, meio de transporte muito usado pelos turistas para explorar a cidade, que proíbe a circulação de automóveis no bairro histórico
Montar um roteiro de viagem não é só a parte prática — comprar as passagens, reservar hotéis e pesquisar novidades em restaurantes.

Quando já conheço a cidade para onde estou indo, gosto de escolher um bairro novo para converter em minha vizinhança durante a nova visita — o que também rende horas de pesquisas, passeios com o street-view do Google e consultas a guias e à internet.

Eu começo a viajar muito antes do embarque. Vou entrando no clima com uma trilha sonora que remeta ao lugar que vou visitar. Leio jornais locais na internet, escolho livros que ajudem a compor o clima.

Antes de embarcar um CD de Pablo Ziegler — brilhante pianista que tocou com Piazzolla — rodava sem parar, eventualmente interrompido pela uruguaia Malena Mulaya (que me foi "apresentada" por minha amiga querida Maristela Debenest).

Roteiro Uruguai-Argentina passo a passo

Montevidéu: Teatro Solis e monumento a Artigas
O Teatro Solís e o monumento a Artigas, na Praça da Independência, em Montevidéu
Montevidéu - 3 noites
Eu conhecia pouco a capital uruguaia. Tinha estado em Montevidéu duas vezes, a última quase seis anos antes desta viagem (no Carnaval de 2005), mas tinha certeza de que tinha só arranhado a casquinha da cidade, sem mergulhar de verdade em seus encantos.

Feira de Tristan Narvajas, Montevidéu, Uruguai
Tudo pronto para a feira de Tristan Narvajas, no Centro de Montevidéu
Desta vez, fui preparada para explorar com calma o Centro Histórico de Montevidéu, a Ciudad Vieja.

Comer muito bem no Mercado do Porto também estava no topo da minha lista de prioridades, assim como caçar antiguidades e quinquilharias na Feira de Tristan Narvajas, o famoso mercado de pulgas que se realiza aos domingos e ocupa inúmeros quarteirões de uma área central de Montevidéu.

Também não poderia faltar o pôr do sol no Parque Rodó e as caminhadas sossegadas pela Orla do Rio da Prata, as Ramblas da cidade. E Todo dia  experimentar a ótima carne uruguaia em restaurantes bem recomendados.

Veja as dicas que eu trouxe de Montevidéu:
Cativante Montevidéu! - post índice

Montevidéu - dicas de viagem
Montevidéu: Museu Torres-Garcia
Montevidéu - Feira de Tristan Narvajas, o Bazar "del Oriente"
As melhores compras em Montevidéu e Buenos Aires

Onde comer bem em Montevidéu - “Jugosa, por favor!”
Comer em Montevidéu - viva o chivito!
Montevidéu: um giro pela Cidade Velha
Montevidéu: uma cidade que adora ser retrô

Também teve um bate e volta a Punta del Este com o carro alugado em Montevidéu e devolvido em Colonia.

Foi um passeio gostoso, com direito a praia, um bom almoço e muito relax. Veja como foi:
Punta del Este, praia de pinguim

Colonia del Sacramento, Uruguai

Colonia del Sacramento, Uruguai
O melhor de Colonia: garimpar imagens de suas fachadas antigas
Colonia del Sacramento - 2 noites
Essa perolazinha uruguaia eu já conhecia. Além de uma bela tarde daquele mesmo Carnaval de 2005, passei um fim de semana em Colonia del Sacramento, há quatro anos, driblando a chuva e fotografando essa que com certeza é uma das mais belas cidades coloniais das Américas.

Desta vez, cheguei a Colonia para ficar duas noites (uma tarde e um dia inteiro). Viajei com o carro alugado em Montevidéu, que devolvi lá.

Dirigir no Uruguai é muito tranquilo, as estradas são bem cuidadas e eu recomendo a experiência.

Colonia é tão encantadora e tão doce que só de chegar a gente já sente que o coração se aquieta.

Como foi bom andar à toa por Colonia, saboreando os pequenos detalhes, as janelas sempre impecáveis, com suas cortinas de crochê e seus vasos de flores.

Colonia del Sacramento, Uruguai

Colonia del Sacramento, Uruguai

Foi em Colonia del sacramento que aconteceu uma das coisas mais malucas que já vivi numa viagem. Foi na segunda vez que estive lá, em outubro de 2006.

Eu ia pela rua, dirigindo meu carrinho de golfe, quando um cachorro vira-lata “me reconheceu” — sério: ele me viu de longe, levantou as orelhas e começou a balançar o rabo, pulando, eufórico. Saltou para dentro do carrinho e passou a me acompanhar para todo canto.

Colonia del Sacramento, Uruguai
Uma das marcas de Colonia: carros antigos "adornam" as ruas da cidade
O doido do cachorro dormiu na porta da minha pousada. Rosnou para todo mundo que passou muito perto de mim. Esperou pacientemente que eu almoçasse, numa mesa de calçada da  Pulperia los Faroles — não pediu comida.

Quando foi chegando a hora de meu buque partir pra Buenos Aires, ele simplesmente se desinteressou de mim e foi embora...

Colonia del Sacramento, Uruguai
Um passeio gostoso em Colonia: o antigo porto, hoje convertido em área de lazer. À direita, o doido do cachorro fofo que me adotou
Veja as dicas que eu trouxe desta viagem a Colonia del Sacramento:
Colonia del Sacramento, Uruguai - passeios e dicas práticas
Colonia del Sacramento, a moça na janela

Buenos Aires, Praça de Maio
O Obelisco da Independência e a sede do Cabildo, na Praça de Maio
Buenos Aires - 3 noites
Minha terceira escala da viagem, a capital argentina é uma paixão. É a melhor cidade do planeta para ler o jornal, um dos melhores lugares do mundo para se andar na rua.

De Colonia del Sacramento para Buenos Aires, viajei no catamarã da Buquebus.

A travessia do Rio da Prata é feita em cerca de uma hora, as embarcações são muito confortáveis e a os preços, pra quem compra com antecedência, são bem em conta.

Buenos Aires é perfeita para quem viaja sozinha, inesquecível quando se vai acompanhada. Ideal para o circuito café-livraria-museu, indescritível no quesito pé-na-jaca.

Buenos Aires, Parque Lezama e Bar Britanico
O Parque Lezama, onde gosto de caminhar, e o Bar Britanico, que tem empanadas inacreditáveis de boas
Como já conheço bem a cidade (já ultrapassei a dezena de visitas), meu plano em Buenos Aires, geralmente, é não ter planos.

Mas esse o que ocorrer nunca deixa de fora uma visita ao quadro Abaporu, de Tarsila do Amaral, no Malba- Museo de Arte Latinoamericano de Buenos Aires. 

Outra atividade obrigatória é  comer muitas empanadas do Bar Britanico.

Também adoro comprae bloquinhos de anotação inimitáveis da Papelera Palermo — sem falar naqueles álbuns de fotografia com cantoneiras e folhas de papel fino, para proteger as fotos...

Buenos Aires, Museu Fortabat, em Puerto Madero
O Museu Fortabat foi inaugurado em 2008, em Puerto Madero, e estou curiosa para visitá-lo
Veja todas as dicas de Buenos Aires
O que fazer em Buenos Aires 
Dicas práticas
Comer&beber

Coisa mais fofa: o entregador de flores de Colonia del Sacramento




Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter | Instagram | Facebook

Um comentário:

  1. Amei o texto, que ao fluir se torna dicas de viagem. Se divirta no próximo passeio e fotografe bastante. Beijso

    ResponderExcluir