domingo, 20 de agosto de 2017

Buenos Aires: hospedagem na Recoleta

Centrinho da Recoleta. A Igreja de N. Sra. do Pilar, do Século 18, remonta aos primórdios do bairro, que se desenvolveu em torno do Convento dos Padres Recoletos 
A Recoleta sempre esteve nas minhas rotas de passeios, nas diversas visitas a Buenos Aires, mas estreei como hóspede do bairro nesta viagem de julho/2017. Foi uma ótima experiência. Estava pertinho de tudo que me interessa na cidade, cercada por uma excelente oferta de restaurantes e cafés, em uma área segura, charmosa e bem servida por transporte público.

Fiquei hospedada no Unique Park Plaza Hotel, quase na esquina da aristocrática Avenida Alvear, hotel que estava com uma tarifa interessante para a temporada de férias de meio de ano —  quando nós, brasileiros, damos uma contribuição decisiva para lotar a cidade.

Veja como foi minha experiência:


domingo, 13 de agosto de 2017

5 museus bacanas em Buenos Aires - e os passeios que combinam com eles


Entre as muitas coisas legais que tem pra ver e fazer em Buenos Aires estão cinco museus que eu curto e recomendo pra todo mundo. Tem a maravilhosa coleção de arte moderna latino-americana do Malba e o acervo variado e "clássico" do Museu Nacional de Belas Artes. Tem as vanguardas do Museu de Arte Moderna e o rico painel artístico do Museu Fortabat. E tem, claro, as memórias do maior intérprete de tangos do planeta no Museu Casa de Carlos Gardel, lembrança de quem cantou a alma portenha como ninguém.

Localizados nos bairros da Recoleta, Palermo, San Telmo, Puerto Madero e Abasto, os cinco museus têm acesso fácil (fora o Malba, todos são alcançáveis com o metrô) e estão próximos a outras atrações e combinam facilmente com outros passeios (que eu indico aqui no post).

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Buenos aires europeia:
roteiro pela Avenida de Mayo

O antigo Hotel Paris, no nº 1161, um dos expoentes art nouveau da Avenida de Mayo
Passear pela Avenida de Mayo é um dos meus programas preferidos em Buenos Aires, admirando o charme de sua arquitetura. Esse é um roteiro que não canso de repetir e recomendo. Nesta volta à cidade, em julho, o passeio ficou ainda mais bacana com a visita guiada ao Palácio Barolo, um dos edifícios mais famosos da avenida e que agora pode ser explorado em um tour que termina em sua torre, a 100 metros de altura.

Ela não é cenário de um tango famoso, como a Corrientes em A media luz, mas é a mais emblemática das vias portenhas, cartão de visitas de uma cidade que quis se despedir do Século 19 celebrando sua pujança econômica, a expressão local de uma época em que o Ocidente estava enamorado pelo “progresso” e pela modernidade. 

Veja quanta coisa legal você vai ver na Avenida de Mayo: 

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Buenos Aires – dicas práticas

Buenos Aires vista do topo do Palácio Barolo, na Avenida de Mayo. Ao fundo, o Congresso Nacional
Se você está uma visita a Buenos Aires, veio ao post certo. Organizei aqui algumas respostas para aquelas dúvidas básicas de quem está organizando uma viagem, as dicas práticas que facilitam a vida.

Como ir do Aeroporto de Ezeiza ao Centro de Buenos Aires? Quais os bairros mais legais pra se hospedar? Como fazer câmbio — é melhor levar dólares ou reais? Que tal a segurança na cidade? Como andam os preços? E as melhores opções de transporte e chips de internet?

Está tudo aqui, mastigadinho. No mais, aproveite Buenos Aires, cidade deliciosa, vibrante e querida, para onde não me canso de voltar

domingo, 30 de julho de 2017

Buenos Aires, a cidade das livrarias

El Ateneo Grand Splendid, a mais famosa. Algumas estimativas dizem que recebe 1 milhão de visitantes por ano
Reza a lenda que Buenos Aires tem mais livrarias que o Brasil inteiro. Em termos quantitativos, a afirmação fica mesmo no campo do mito — o Brasil tem 3.095 livrarias, contra 734 da capital argentina, segundo um levantamento realizado em 2014. A metrópole dos hermanos, porém, é a campeã mundial na relação livrarias por habitantes: uma para cada 3.800 moradores, de acordo com o World Cities Cultural Forum.

O resultado dessa fartura é que não conheço melhor lugar no mundo para garimpar livros do que Buenos Aires. Cada visita é um mundo de descobertas de novos e velhos autores que vão se somando aos meus caminhões de amores literários, o prazer de sentir o cheiro do papel impresso praticamente em cada esquina, a pechincha dos sebos — e o permanente pânico de incorrer no excesso de bagagem, na hora de voltar pra casa 😂.

Clásica y Moderna: 80 anos de tradição
e um bar que entrou para a lista dos notáveis de Buenos Aires
O amor pelos livros é um traço fundamental na identidade dos portenhos e percorrer suas maravilhosas livrarias é uma experiência cultural e antropológica tão essencial quanto ir a uma milonga ou frequentar um de seus históricos cafés. Que o digam as multidões de turistas que passam pela El Ateneo Grand Splendid todas as semanas.

Nesta passagem por Buenos Aires, agora em julho, dediquei um dia inteirinho a fuçar livrarias. As mais bacanas eu reuni neste post, que é pra você se inspirar e aproveitar — e fazer umas comprinhas, por que não? Bora passear? Tem um mapa no final do post pra facilitar 😊.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Buenos Aires: a memória boêmia dos
cafés, bares e confeitarias "notáveis"

Las Violetas, inaugurada em 1884
O que preserva a memória e o patrimônio de uma cidade não é formol, é o uso cotidiano, a integração à vida real. E Buenos Aires tem a encantadora teimosia de manter vivos seus bares, cafés e confeitarias históricos — que, naquelas bandas, representam muito mais do que lugares onde se toma um trago ou se faz um lanche, mas sim pontos de encontro de ideias, movimentos artísticos e políticos.

Não é raro encontrar em Buenos Aires estabelecimentos (acho que eu deveria dizer instituições) com mais de um século de existência e que persistem — vivos e nada cenográficos — fazendo parte da vida da cidade. Eu, é claro, me esbaldo nessa tradição a cada temporada portenha e sempre bato o ponto em lugares como o Bar Británico, Café Dorrego (que agora se chama “Café y Bar Plaza Dorrego”) e a Confeitaria Las Violetas.

Neste post você vai encontrar um roteirinho com seis desses lugares históricos. Siga o mapa e divirta-se.