quarta-feira, 17 de junho de 2015

Hospedagem em São Paulo:
Hotel Mercure Pinheiros

Mercure Pinheiros: boa localização e bons preços 
Nesse feriadão de Corpus Christi, voltei a me hospedar em um velho conhecido em São Paulo, o Mercure Pinheiros, um dos meus pousos certos na cidade. Gosto da localização do hotel — a duas quadras do Metrô Clínicas, a confortáveis caminhadas de um monte de lugares que curto e das casas de muitos amigos queridos.

Gosto da proposta da Rede Mercure, cujos hotéis normalmente oferecem apartamentos com quarto e sala separados, além de uma mini cozinha, como é o caso da unidade de Pinheiros. Faz parte do processo de me sentir de novo “morando” na cidade fazer algumas comprinhas para o café da manhã (que não é incluído na diária em praticamente nenhum hotel da Rede Accor) e curtir a primeira refeição do dia com a cara mergulhada no jornal comprado na banca da esquina, exatamente como faço em casa.


O lobby do hotel. À direita, a recepção. à esquerda, o acesso às salas de reunião e os computadores disponíveis para os hóspedes
Os apartamentos do Mercure Pinheiros são compactos, mas nada claustrofóbicos. A sala tem dois ambientes, divididos por uma mesa que serve tanto para trabalhar (com quatro tomadas disponíveis nas voltagens 110 e 220 volts) quanto para refeições. Um dos ambientes tem com um sofá confortável diante da TV de tela plana (que fica em um painel giratório e pode ser virada para dentro do quarto), com uma boa variedade de canais por assinatura.

Uma mini cozinha fica "escondida" em um armário. Tem microondas, frigobar, pia e utensílios. Desta vez, só abri as portas para fazer essas fotos do post — vocês já repararam como eu estou ficando mais aplicada nessa história de fotografar quarto de hotel? Taí uma coisa que eu simplesmente esquecia de fazer, até bem recentemente :)

A mesa e a mini cozinha que, fechada
 (no alto),  parece um armário


O quarto é pequeno, com duas camas de solteiro ou uma de casal e um bom armário, onde também fica o cofre. Gostei bastante das luzes de leitura com hastes reguláveis, nas duas cabeceiras. O ar condicionado funciona bem é totalmente silencioso. A cama tipo boxe é confortável e os travesseiros são bem gostosos, com a altura e a maciez exatamente na medida.

O banheiro é amplo. Tem uma bancada razoável na pia para acomodar as necessaires. O espelho é grande e muito bem iluminado. Além disso, há um espelho de aumento ao lado, assim como o secador de cabelos.

Mas o melhor mesmo a é ducha, simplesmente deliciosa, daquelas que ressuscitam a gente de qualquer cansaço. O boxe é bem amplo, com boa iluminação. 

O hotel fica na Capote Valente, em um trecho bem tranquilo e residencial, apesar de a quadra estar entre as ruas Artur de Azevedo e a movimentadíssima Teodoro Sampaio, corredor de ônibus e tradicional área de comércio do bairro. Quer dizer, você se hospeda em um pedacinho sossegado de Pinheiros, mas basta virar a esquina para encontrar transporte pra tudo quanto é canto e bastante muvuca.

O jardim, nos fundos do hotel
Um detalhe muito simpático do Mercure Pinheiros é a "pracinha" que fica fica na parte de trás do hotel, um jardim com certa carinha londrina. Frequentei bastante esse espaço, já que é a única área do hotel onde se pode fumar. Esse jardim da acesso à academia (pequena, mas bem equipada) e à piscina coberta, uma alternativa bem convidativa para que precisa dar uma relaxada depois de um dia de bateção de pernas pela cidade.

Se você quer um hotel confortável, bonito, bem localizado e com ótimos preços, esse é o seu lugar.

Hotel Mercure Pinheiros - Rua Capote Valente nº 500, Pinheiros. As diárias no apartamento duplo custam entre R$ 200 e R$ 250, a depender do dia (no fim de semana é mais barato). O café da manhã não está incluído na diária e custa R$ 36 por pessoa, se servido no restaurante. Se você pedir no quarto, vai pagar R$ 45. Eu, sinceramente, não sou muito fã do café da rede Mercure, então, aproveite que você está cercada de padarias e lanchonetes. O WiFi é gratuito e funciona muito bem. O hotel também tem garagem e, para hóspedes, o serviço custa R$ 10 por dia.


Atrações
Meus passeios preferidos em na cidade
Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário