12 de abril de 2018

Hospedagem em Nova York - hotel Pod 39

Grand Central Station (esq) e o bonitão do Chrysler Building: meus "vizinhos de porta" em Nova York
Hotel em Nova York é parte mais cara de uma viagem à cidade. Desde que a grande maçã ganhou o famoso banho de loja, a partir de meados dos anos 90, a hotelaria local parece ter simplesmente abolido o conceito de “hospedagem barata”.

Estou falando isso pra que você saiba, logo de cara, que para encontrar um alojamento habitável em Nova York com diária abaixo de US$ 120, terá que recorrer a um dormitório compartilhado em um hostel.

Como essa não é a minha praia — acho que permaneço solteira pra não ter que dividir o quarto 😊— quem me socorreu nessa temporadinha nova-iorquina foi a rede Pod, especializada em hotéis moderninhos, bem decorados e com quartos quase microscópicos. Em Nova York, há unidades no Brooklyn, em Times Square, na Rua 51 Leste e o decano da cadeia, o Pod 39, na Rua 39 Leste, que foi onde me hospedei.

O bar do terraço do Pod 39
Cheguei ao hotel um pouco cabreira com a ideia de passar seis noites em algo pouco maior que um armário. Preciso confessar, porém, que a minha experiência foi a melhor possível — me acostumei rapidinho com as dimensões exíguas do quarto, curti o funcionamento do hotel e amei sua localização. 

Não teria a menor dúvida em me hospedar lá outra vez. Veja os motivos:
A Biblioteca Pública e, ao fundo, o Rockefeller Center: a 5ª Avenida está a três quadras do hotel
➡️A localização do Pod 39
O hotel fica entre as avenidas Lexington e 3ª, na área de Murray Hill (não procure o tal morro, ele foi aplainado no início do século 19, deixando apenas inclinações suaves no relevo do bairro), que já foi uma vizinhança elegantérrima e hoje é uma região que mistura moradias de classe média alta e muitos serviços. 

Se quiser anotar o endereço: 145 E 39th Street, código postal 10016.

Do hotel ao Central Park, basta uma caminhadinha de 2 km
➡️ Transporte e acesso às atrações
Quando você se hospeda a 500 metros de Grand Central Station, tem metrô “na porta” pra tudo quanto é canto da cidade. Além disso, a Avenida Lexington, na esquina do hotel, é um corredor importante de linhas de ônibus.

Mas o melhor, mesmo — ainda mais para uma pedestre empedernida como eu — é que o Pod 39 fica a distâncias confortabilíssimas da maioria das atrações de Midtown: o começo do Central  Park (na Rua 59) está a 2 km, o Rockefeller Center a 1,5 km e Times Square também. O hotel fica a três quadras da 5ª Avenida.

A fachada em tijolos do Pod 39
➡️ Restaurantes próximos
Outra vantagem na localização do Pod 39 é que a vizinhança é muitíssimo bem servida de restaurantes, bares e cafés interessantes, em várias faixas de preço. 

Só para citar alguns lugares que experimentei nos arredores do hotel, tem o Great Northern Food Hall de Grand Central Station, com vários boxes de comidinhas deliciosas, o velho (e ainda ótimo) Oyster Bar, também na estação, os bagels inenarráveis do Zuckers, na Lexington, o modernex Momosan Ramen & Sake, quase na esquina do Pod 39. No quesito refeição barata, basta saber que apenas na Rua 39, entre o hotel e Times Square, eu contei três unidades da rede Prêt-à-Manger

Detalhe da entrada (que estava cheia de andaimes por conta de uma reforma) e a fachada do hotel
➡️ Como é o Pod 39
O hotel funciona em um edifício antigo, com fachada de tijolos, bem á moda do começo do Século 20. Por dentro, porém, ele é moderníssimo, com uma decoração muito clean e agradável. A equipe do hotel é simpática, gentil e eficiente.

O WiFi é gratuito e veloz. O check-in é a partir das 15 horas e o check-out é até o meio-dia.

O lobby e a recepção. No cantinho direito da foto, o balcão de serviços
No lobby de entrada do hotel funciona um balcão de serviços onde você pode contratar passeios ou transfers para os aeroportos JFK, La Guardia e Newark.

No Pod 39 funcionam três bares — dois no térreo e um no terraço, este com uma vista interessante para a cidade. O público que se hospeda lá é predominantemente jovem, mas tinha gente bem mais velha do que eu, também.

Outro ângulo do lobby. Aqui dá para ver os dois bares que funcionam no térreo, à esquerda e ao fundo
➡️ O quarto do Pod 39
Sim, o quarto é mínimo, mesmo. Mas palmas para o arquiteto que o desenhou, pois o espaço é muito bem aproveitado, com uma decoração é minimalista que consegue não ser gélida.

O espaço é mínimo, mesmo, mas é bem aproveitado


Fiquei em um apartamento individual, com uma cama de solteiro, ar-condicionado/calefação, mesa de trabalho e TV a cabo (uma telinha modesta, diante da cama). Sob a cama há espaço para guardar a mala e um gavetão que pode acomodar compras ou mochilas. Tem ainda um cabideiro para as roupas, prateleiras e um cofre com fechadura eletrônica.

O hotel também tem quartos com camas de casal ou beliches.


O banheiro é separado do dormitório por uma porta de correr de vidro. Os produtos de toalete (xampu, condicionador e gel de banho) são fornecidos em suportes fixos, dentro do boxe. A ducha é forte e esquenta em frações de segundos.

O banheiro é separado do dormitório por uma porta de vidro. à direita, a arara e o cofre
➡️ O preço do Pod 39
Fiquei seis noites no hotel, no final de março, coincidindo com a semana da Páscoa. Paguei US$ 150 a diária, sem café da manhã. Não dá pra dizer que é barato, mas em Nova York isso é uma pechincha, conforme constatei na longa pesquisa que fiz, antes de reservar.


Os Estados Unidos na Fragata Surprise
Piece of cake: é simples e rápido fazer o visto americano em Brasília
Miami: como aproveitar uma conexão
Orlando: o super hambúrguer do Johnny Rockets

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

2 comentários:

  1. Gostei muito do Pod 39 em Nova York. Realmente não conhecia, mas achei uma boa opção, bem viável principalmente, como você falou, para quem vai sozinha. Parabéns pelo post!

    ResponderExcluir