29 de maio de 2019

Como atravessar a ponte do Brooklyn, em Nova York

Ponte do Brooklyn, Nova York
De graça e com uma vista linda para Manhattan: quem resiste à Ponte do Brooklyn?
Ela faz parte da paisagem de Nova York há 136 anos — uma das imagens mais reconhecíveis da cidade. 

Nas décadas recentes, porém, atravessar a Ponte do Brooklyn virou um passeio tão desejado quanto subir o Empire States Building ou bater pernas pelo Central Park.

Linda emoldurando a paisagem, a Ponte do Brooklyn é também uma passarela deliciosa. Afinal, quem não gosta de um passeio grátis, ao ar livre e com uma vista privilegiadíssima para um dos horizontes mais famosos do planeta?

Veja as dicas e aproveite essa atração irresistível de Nova York:

Como chegar à Ponte do Brooklyn
Para quem quer começar a caminhada em Manhattan, há cinco estações de metrô próximas à cabeceira da Ponte do Brooklyn.

As mais convenientes são a Estação Brooklyn Bridge-City Hall (linhas 4, 5 e 6) e a Estação Chambers St. (linhas 1, 2, 3, A, C e J).

Estações de metrô próximas à Ponte do Brooklyn, em Manhattan
Em Manhattan, as duas estações de metrô mais próximas da cabeceira da ponte Brooklyn Bridge-City Hall e Chambers St.
As estações City Hall (linhas N e R), Park Place (linhas 2 e 3) e Fulton Street (linhas 2 e 3) também ficam próximas do início da caminhada.

Para começar a travessia da ponte no Brooklyn, a estação de metrô mais prática é a High Street-Brooklyn Bridge (Linhas A e C).

Eu atravessei a ponte no sentido Manhattan-Brooklyn (muita gente recomenda fazer o contrário, para não ter que parar e olhar para trás ao contemplar Manhattan). 

Estação de metrô próxima à Ponte do Brooklyn
A estação de metrô High Street-Brooklyn Bridge fica bem pertinho da ponte
Peguei o metrô de Grand Central Station, do ladinho do meu hotel e em 10 minutinhos cheguei à Estação Brooklyn Bridge-City Hall, que fica praticamente de cara para o gol (no caso, a cabeceira da ponte).

Tanto a estação de metrô quanto o caminho de lá até a cabeceira da Ponte do Brooklyn são muito bem sinalizados. Quando descer do trem, dedique 30 segundos para se localizar e, daí em diante, basta seguir as placas, que não tem erro.

Skyline de Manhattan visto da Ponte do Brooklyn
As torres góticas da Ponte do Brooklyn estão entre as imagens mais reconhecíveis de Nova York
Grátis e ao ar livre? Veja também: Central Park - Nova York ao ar livre

Como atravessar a Ponte do Brooklyn

É só chegar e começar a andar. Não precisa pagar, nem marcar hora. 

A passarela de pedestres da Ponte do Brooklyn é uma via pública como outra qualquer — bora combinar que as outras quaisquer não costumam ter aquele visual, mas você entendeu o espírito da coisa 😉.

Passarela de pedestres e painéis informativos na Ponte do Brooklyn
Em diversos pontos do parapeito da passarela de pedestres há painéis informativos contando a história da ponte e chamando a atenção para os cartões postais visíveis no horizonte
A extensão total da Ponte do Brooklyn é de 1.825 metros. É bom ter esse número em mente quando for atravessá-la.

1- Em dias de muito sol, leve uma garrafinha de água e proteja-se com chapéu e óculos escuros, pois serão quase 2 km de caminhada sem sombra alguma para se abrigar.

2- Em dias muito frios, agasalhe-se sem moderação para enfrentar esses mesmos quase 2 km exposta à ventania e sem chance de um cantinho pra se esconder.

Faixa para bicicletas na Ponte do Brooklyn
Atenção à faixa para ciclistas
Importante: durante sua caminhada, procure deixar livre a faixa destinada às bicicletas, que fica no centro da passarela.

Muita gente atravessa a ponte pedalando. Vai que você topa com um ciclistas tão embevecido com a paisagem quanto você e acaba atropelada. 

Ponte do Brooklyn, Nova York
Sem pressa: tem sempre um banquinho convidando à contemplação 
Caminhando em um passo normal, dá para atravessar a Ponte do Brooklyn em cerca de 20 minutos. Eu levei quase uma hora, parando para aproveitar a vista linda de Nova York. 

Ao longo da ponte há vários banquinhos que convidam a sentar e a namorar a paisagem.

Em vários pontos do parapeito da ponte há placas informativas, destacando os pontos mais famosos de Nova York visíveis no horizonte.

A Manhattan Bridge vista da Ponte do Brooklyn
A Manhattan Bridge vista da Ponte do Brooklyn
Um pouquinho sobre a Ponte de Brooklyn
A Ponte do Brooklyn foi aberta ao público em 1883, após 14 anos de obras. Quando foi inaugurada, suas duas torres em estilo gótico, que se erguem a 83 metros acima do leito do East River, eram as estruturas mais altas da cidade de Nova York.

A Ponte do Brooklyn também foi a primeira ligação permanente entre a Ilha de Manhattan e o distrito do Brooklyn.

No ponto mais alto, a Ponte do Brooklyn se ergue 21 metros acima do East River.

Placa alerta para a proibição de prender cadeados na Ponte do Brooklyn
"Cadeados do amor", nem pensar. A multa é de US$ 100 
Abaixo da passarela de pedestres da Ponte do Brooklyn está a passagem para automóveis (ônibus e caminhões não podem trafegar por lá). A passagem de carros tem seis pistas, três em cada sentido.

➡️ Atenção: é proibido prender cadeados na Ponte do Brooklyn (\o/). A multa para esse “romantismo” é de US$100.

Estátua da Liberdade vista da Ponte do Brooklyn
A Estátua da Liberdade é um dos cartões postais de Nova York avistáveis da Ponte do Brooklyn

A Estátua da Liberdade vista da Ponte do Brooklyn, Nova York

Passeios que combinam com a Ponte do Brooklyn
Minha programação para depois de atravessar a ponte era explorar as novidades do Brooklyn —novidades pra mim, que não ia a Nova York a 23 anos e até então só tinha estado no distrito para fazer um piquenique em Prospect Park, no século passado.

A chuva, porém, estragou meus planos de explorar a charmosa vizinhança de Dumbo, aos pés da cabeceira da ponte, e a badalada área de Williamsburg e de aproveitar a vista linda de Manhattan que se tem da Brooklyn Heights Promenade.

Tomara que quando você for, o tempo esteja mais camarada.




Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook 

Um comentário:

  1. Oi, Cyntia. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

    ResponderExcluir