8 de dezembro de 2017

Ode ao hambúrguer: 5 exemplares inesquecíveis ao redor do mundo

Pão + carne moída e uma = delícia inenarrável

Por Bruno Santana

O hambúrguer é a epítome da comfort food. Duas fatias de pão levemente tostadas com manteiga, um centro de carne moída temperada apenas (apenas) com sal e pimenta e perfeitamente grelhada, para que o meio fique levemente rosado. Os acompanhamentos são ao gosto do freguês, dos tradicionais queijo e bacon aos mais delirantes, como banana, manteiga de amendoim ou caviar — e, acreditem, sim, eu já vi tudo isso.

Semana passada, contei aqui que o melhor hambúrguer da minha vida, contra todas as expectativas, foi comido em Dun Laoghaire, uma cidadezinha litorânea irlandesa, próxima a Dublin. O que eu convenientemente ocultei é que foi uma decisão muito difícil, porque, se há uma coisa nesta passageira existência em que eu posso me considerar sortudo, é no fato de ter comido hambúrgueres sublimes em muitos lugares do mundo. Para um amante da iguaria, como eu, não poderia haver uma vida melhor.

É por isso que a coluna desta semana é totalmente dedicada à fantástica combinação inventada pelos alemães e aperfeiçoada pelos estadunidenses. A seguir, listo cinco (outros) lugares onde comi versões memoráveis de hambúrgueres pelo mundo. Apertem os cintos (mas não muito) e vamos lá.

Um super hambúrguer e o melhor ketchup que já provei
⭐ São Paulo - Lanchonete da Cidade
Alameda Tietê, 110 - Jardim Paulista, São Paulo. De domingo a quinta do meio-dia à 1h, sexta e sábado, do meio-dia às 3h. Outras unidades em Moema, Pinheiros, Higienópolis e no Morumbi.

A primeira parada da jornada é em São Paulo, onde você pode obter o melhor (ou um dos melhores, ao menos) exemplar de basicamente qualquer comida do mundo — afinal, se dizem que a pizza paulistana supera até mesmo a de Nápoles, quem sou eu para negar?

São Paulo viu, há alguns anos, um boom de hamburgueria que pipocaram a cada esquina na cidade; algumas prosperaram, enquanto a maioria acabou indo por água abaixo quando a bolha estourou. Eu poderia citar aqui algumas casas que servem hambúrgueres fantásticos, como o St. Louis, o Ritz ou o Bullguer, mas o troféu de campeão não poderia ir para outro lugar que não a Lanchonete da Cidade.

Eu serei o primeiro a admitir o meu preconceito com lugares "temáticos" — e o ambiente de todas as unidades da rede, com sua ambientação de lanchonete típica dos anos 50, são tão bonitinhos quanto fake —, então minhas expectativas iniciais por lá não foram das mais altas.

O climinha de diner é fake, mas o hambúrguer é de verdade
Oh, ledo engano: o hambúrguer Bombom Black Power é simplíssimo (só o pão, carne, bacon e creme de gorgonzola), porém absolutamente fenomenal. Em termos de puro sabor da carne, certamente está no topo dessa lista (e olha que eu ainda nem falei do ketchup artesanal, o melhor que já provei na vida).

Fechando o dia com um delicioso Bolo da Bisa (um bolo de chocolate bem preto com recheio de brigadeiro), a minha impressão inicial da Lanchonete da Cidade logo transformou-se numa predileção profunda. Agora, toda visita a São Paulo que se respeite deve incluir uma ida à casa, ainda que seus preços não estejam no lado mais amigável da coisa — uma visita completa, com direito a bebida e sobremesa, deve ficar na faixa dos R$60 por pessoa.


Outras dicas sobre onde comer em São Paulo

O grande hambúrguer do Honorato
⭐ Lisboa - Honorato Hamburgueria
R. Belém 116, Lisboa. Todos os dias do meio-dia à meia-noite. Outras unidades espalhadas por Lisboa, no Porto e em Coimbra

Assim como Dublin, Lisboa certamente não é a cidade que vem à sua cabeça quando se pensa em hambúrgueres sublimes, certo? Pois o Honorato tratou de colocar meus preconceitos no chão, onde devem estar.

Duas vezes eu provei os hambúrgueres desta casa de sanduíches artesanais — uma, na unidade colada à Fábrica de Pastéis de Belém, e outra no inesquecível Mercado da Ribeira — e em ambas fui surpreendido com alguns dos melhores sabores que já experimentei na iguaria.

O Mercado da Ribeira tem uma filial da hamburgueria
No primeiro round, fui na pedida da casa — o homônimo Honorato, com maionese, milho, alface, tomate, bacon, ovo e cheddar — e, se vocês me perdoam o clichê dos canais de culinária, que explosão de sabores. Na segunda vez, escolhi o (sugestivamente batizado) Troika, sem nenhum acompanhamento e pude provar que a alma do Honorato está mesmo na carne, suculenta e perfeitamente no ponto.

Um detalhe simpático da casa é que todos os hambúrgueres da casa são oferecidos numa versão mini, para aqueles que não aguentam as monstruosidades próximas do meio quilo oferecidas por eles. O ambiente despojado e sem frescuras, e os preços dispostos num quadro negro condizem com a atmosfera: os hambúrgueres saem por cerca de 9-10 euros cada, enquanto as versões menores ficam na faixa dos 7. Um achado, se querem saber.

Outros hambúrgueres de responsa em Portugal

Clássico e perfeito
⭐ Orlando - Johnny Rockets
9101 International Dr #1100, Orlando. De segunda a sábado das 11h às 21h, domingo das 11h às 19h. Outras unidades espalhadas pelos Estados Unidos


Finalmente chegamos ao país-símbolo dos hambúrgueres. Admitidamente, eu explorei os Estados Unidos muito menos do que gostaria — apenas Atlanta e Orlando, numa daquelas tradicionais excursões à Disney —, o que não significa que não tenha comido alguns exemplares fantásticos da iguaria. O troféu de campeão neste sentido, entretanto, tem um dono muito claro: o Johnny Rockets.

O ambiente reminiscente dos diners americanos da década de 50, aqui, combina perfeitamente com a atmosfera fake (porém extremamente divertida, não posso negar) de Orlando, então não enfrentei os mesmos problemas da Lanchonete da Cidade neste sentido.

Minha escolha foi o Smoke House, com onion rings (outra das minhas iguarias americanas favoritas), bacon, cheddar e molho ranch em outras palavras, uma típica combinação local, escorrendo gordura e daquelas que deixa um sorriso frouxo de orelha a orelha quando você olha para o prato e se sente a pessoa mais gloriosa do universo por ter conseguido deglutir toda aquela maravilha.

O Johnny Rockets também reserva algumas outras cartas na manga — mais precisamente, seus preciosos milkshakes. Minha escolha nada ortodoxa foi um de torta de maçã, que, no mais literal sentido da palavra, trata-se de uma fatia de torta de maçã batida no liquidificador com sorvete e leite. Parece estranho? Pois é uma das coisas razoavelmente líquidas mais deliciosas que já desceu por esta  garganta. (Eu soube, entretanto, que este é um item sazonal, então talvez você tenha que partir para outra opção quando chegar a sua vez).

Felizmente, a rede tem preços deveras razoáveis — uma refeição completa não deve passar dos US$20 — e está espalhada pelos Estados Unidos, então qualquer grande cidade deverá apresentar iguarias de mesma qualidade em relação à que eu experimentei.

Ah, antes de mais nada, um aviso: o Johnny Rockets já chegou ao Brasil, com algumas unidades em São Paulo. É bom, mas não chega aos pés da sua versão original, então estejam avisados caso queiram repetir a experiência em território tupiniquim.

Hambúrguer no pão de batata: a melhor combinação
⭐ Salvador - Bravo Burger & BeerRua das Hortênsias, 478 - Pituba, Salvador. De domingo a quinta das 18h às 23h; sexta e sábado das 18h à meia-noite

Assim como aconteceu em São Paulo há alguns anos, Salvador vive neste exato momento um boom de hamburguerias. Algumas são ótimas (Red, Muu), outras nem tanto, mas a minha favorita nesta leva é o Bravo Burger & Beer.

O Bravo é o tipo de lugar que eu nunca frequentaria se não soubesse da sua qualidade: o espaço pequeno, a atmosfera jovem, quase sempre lotada e com cadeiras não muito confortáveis não exatamente grita "venha até mim!" no fundo do meu coração.

Mas é só provar o hambúrguer da casa (também batizado de Bravo) que tudo isso fica em segundo plano: pão de batata doce — o original vem com pão australiano, mas eu peço para trocar pelo simples motivo de que o pão de batata doce é o melhor que existe para um hambúrguer na incontestável opinião deste que vos escreve —, carne, queijo do reino, bacon, cebola roxa caramelizada e maionese de mostarda em grãos com mel e limão siciliano. Acho que eu nem preciso descrever o quão bom é isso; a simples lista acima já deve ter cumprido este papel com louvor.

Sim, o Bravo é metido a gourmet, mas isso não é nenhum pecado — contanto que as coisas sejam boas. É verdade que essa tendência acaba por tornar seus preços salgados (um hambúrguer sai por cerca de R$32-38), mas como uma experiência ocasional, não há um hambúrguer melhor na cidade. É bom lembrar também do delicioso barbecue de tamarindo servido como acompanhamento e a grande seleção de cervejas artesanais servidas pela casa, que complementam a refeição com muito louvor.

Outras dicas de boa comida em Salvador
O tradicional restaurante Mini Cacique
O tabuleiro da baiana e outras tentações

Brioche com hambúrguer de gado irlandês, hummmm
⭐ Londres - The Builders Arms
1 Kensington Ct Pl, Kensington, London. Todos os dias do meio-dia às 23h

Por fim, chegamos à experiência fundamental: o hambúrguer de pub. Pode parecer, à primeira vista, a mesma coisa, mas os pubs londrinos têm uma atmosfera tão particular que até o prato de comida mais sem-graça fica atrativo. Felizmente, não é o caso do hambúrguer do The Builders Arms, em Kensington.

O brioche com hambúrguer de gado irlandês (um dos melhores do mundo), queijo cheddar de verdade, bacon artesanal e picles pode parecer simples em comparação com algumas das criações listadas acima, mas torna-se absolutamente mágico num ambiente como o do pub, com seus beberrões tomando hectolitros de cerveja e falando alto de um modo amigável, como se todos no recinto fossem amigos de longa data. E o hambúrguer, por si só, é absurdamente delicioso.

Hambúrguer de pub é tão londrino quanto o Big Ben
O Builders Arms é dedicado a servir todas as tradicionais comidas de pubs londrinas, então o cardápio vai muito além do hambúrguer — lá, é possível encontrar Shepherd's Pie, Fish & Chips, Fishcakes, salsichas com purê e muito mais.

Pubs são uma experiência basicamente obrigatória para qualquer pessoa em território londrino. No Builder, ela não será particularmente cara (para os padrões locais): uma refeição completa deverá sair em torno de 20 libras por pessoa.

Mais:
Onde comer em Londres

Pelos mercados de Londres
Inglaterra - todas as dicas - post índice

Comes&Bebes - o índice de todas as dicas gastronômicas da Fragata

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.

Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário