terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Feliz Natal, leitores
(diretamente de Lisboa!)


Decoração natalina no Rossio:
tem fila para tirar foto dentro da bola de Natal
Fazia tempo que eu andava querendo experimentar um natalzinho diferente, fugindo do script velho de guerra. E quando o assunto é mudar, nada melhor que viajar. Daí que estou em Lisboa, numa balada bem família, acompanhando minha mãe e minhas tias numa jornada que ainda vai nos levar ao Norte de Portugal e a Santiago de Compostela, onde passaremos o Ano Novo.
Os sinais da grave crise econômica estão por toda parte em Lisboa -- é assustador o número de pedintes nas ruas, de histórias tristes contadas ao vivo ou narradas pelos jornais. Mesmo assim, a cidade está num super bom astral, com aquele movimento típico de fim de ano. Se as lojas estão muito menos cheias do que é de se esperar nesta época (de portugueses, porque os brasileiros suprem com folga a população de compradores), os cafés e as calçadas estão lotados de gente que aproveita o clima natalino para reencontrar os amigos.

É uma delícia fazer compras no Chiado, mas melhor ainda é olhar o movimento da área do alto do Elevador de Santa Justa
Na minha primeira visita a Lisboa, a cidade me confundia, cismando em parecer com Salvador ou de ficar a cara do Rio de Janeiro. Acabei meio perdida em tanto reconhecimento. Não é que eu não tivesse gostado da cidade, pelo contrário. Eu tinha adorado, porque, boa Narcisa, só tinha visto o espelho.

Desta vez, porém, Lisboa está me mostrando um encanto que é só dela. Quando olho e procuro o conhecido, ela me seduz com o estranhamento. Me ganha com um jeito muito peculiar de manejar a gramática dos sobrados, das ladeiras e dos campanários que eu pensei que sabia de cor.

Praça da Figueira. Lá no alto, o Castelo de São Jorge
Nos próximos posts eu vou contando mais sobre essa passagem por Portugal. Por enquanto, aproveito para desejar a todos os leitores da Fragata um Feliz Natal e um 2013 cheio de viagens incríveis.

Mais sobre Lisboa
Fim de ano na Europa: vale a pena? Como foi meu Natal em Lisboa
Museu Nacional de Arqueologia: bom passeio em Belém
Mirantes de Lisboa: 7 lugares pra ver a cidade do alto e se apaixonar
Tesouro de Portugal: o Convento do Carmo, em Lisboa
Lisboa: como aproveitar uma conexão (dicas práticas e passeios)
Minhas melhores memórias de Lisboa
A fantástica fábrica de pastéis de Belém
Lisboa: Mercado da Ribeira - reunião de delícias portuguesas
Bertrand, a livraria mais antiga do planeta




Portugal na Fragata Surprise
Roteiros
20 dias em Portugal - roteiro de carro
Roteiro de carro redondinho: de Lisboa a Santiago de Compostela

Dicas gerais
De carro em Portugal: como organizar sua viagem
Portugal: 8 razões pra voltar (sempre e muito)
Dicas práticas: de carro entre Lisboa e Santiago de Compostela
Os viajantes, as crises e a vida real
Perdida na tradução: o Português de Portugal

Comer/beber/petiscar
Muito além do Bacalhau: o que comer - e onde comer - em Portugal
A mesa portuguesa ou Pantagruela rides again
Lisboa: Mercado da Ribeira - reunião de delícias portuguesas
Doces portugueses: tentações com origem divina
Surpresa: hambúrguer português bate um bolão. Três lugares para praticar o sacrilégio
A fantástica fábrica de pastéis de Belém
Mercado do Bolhão, no Porto, pra viajar com os cinco sentidos
Porto: café com estilo no Majestic e Guarany

Hospedagem

Onde me hospedei em Portugal (Aveiro, Porto, Coimbra, Évora e Lisboa)
Amarante: o charme da hospedagem rural
Hospedagem em Alcobaça: Solar Cerca do Mosteiro
Lisboa: duas dicas de hospedagem
Hospedagem na Cidade do Porto: Hotel Aliados

Destinos
Alcobaça
O que ver no Mosteiro de Alcobaça

Hospedagem impecável: Solar Cerca do Mosteiro

Amarante
Um lugar para encontrar o coração de Portugal

O charme da hospedagem rural

Aveiro
Capital da Arte Nova

Batalha
O que ver no Mosteiro da Batalha

Braga
O que ver em Braga em um bate e volta a partir do Porto

Coimbra 
Coimbra: simpatia prévia e encanto para toda a vida
Onde ouvir o Fado de Coimbra
Coimbra: dicas práticas
Uma visita à Universidade de Coimbra
O Convento de Santa Clara
Museu Nacional Machado de Castro: lindo, surpreendente, imperdível

Évora
O que fazer em Évora
Évora - dicas práticas
Como organizar um bate e volta a Évora a partir de Lisboa

Passeio lindo nos arredores de Évora: o Castelo de Montemor-o-Novo

Fátima
Dicas práticas

Óbidos
Paixão instantânea

Peso da Régua 

Um passeio pelo Rio Douro

Porto

Dicas práticas
O que fazer no Porto
Lello, a livraria mais bonita do mundo
Cidade do Porto: aos pouquinhos, eu vou ficando...
Como aproveitar uma conexão: 8 horas na Cidade do Porto
Cidade do Porto, terra de navegadores
Mercado do Bolhão, no Porto, pra viajar com os cinco sentidos
Porto: café com estilo no Majestic e Guarany

Serra da Estrela
Um passeio por Seia, Piódão e outros encantos


Setúbal
Dicas práticas
Setúbal: boa surpresa portuguesa


Vila Nova de Gaia
O que fazer em Vila Nova de Gaia


Caminho Português a Santiago de Compostela
Valença do Minho
Caminho de Santiago: começando a jornada

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário