terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Roteiro de carro redondinho:
de Lisboa a Santiago de Compostela


Comecei 2013 como eu gosto: literalmente na estrada. Acordei cedinho (farra de ano novo pra lá de comportada), com uma bela lua no comecinho da minguante bem na minha janela, às 9 horas da manhã (!) de um dia que custou a clarear em Santiago de Compostela.

De lá até Lisboa, foram 560 quilômetros, com direito a muitas curvas e precipícios encobertos pela névoa, atravessando a região das Rias da Galícia. Uma paisagem mágica, que dava a sensação de estar dirigindo numa highway to heaven, acima das nuvens e dos intermináveis bosques de pinheiros.

Era o trajeto de volta em um roteiro redondinho para viagem de carro para quem tem pelo menos uma semana (o intervalo entre o Natal e o ano Novo, por exemplo).

O Mosteiro de Alcobaça ao cair da tarde
O roteiro



Começamos em Lisboa, onde passamos os primeiros cinco dias em terras portuguesas, com direito a dois bate e volta deliciosos: Setúbal e Évora, feitos de trem e de ônibus.

Só no dia de deixar Lisboa é que pegamos o carro alugado (veja os detalhes aqui) e seguimos rumo ao Norte pela ótima Rodovia A8 até Óbidos, uma vila medieval absolutamente apaixonante.

A cidade de Setúbal e a Foz do Rio Sado vistos do alto do Castelo de São Filipe
Se eu soubesse o que sei agora, teria me planejado para pernoitar em Óbidos, pois a cidade (tão maravilhosa que fazia parte do dote das rainhas de Portugal) merece mais que uma horinhas de visita. Ela fica a apenas 80 quilômetros de Lisboa. Saindo de manhã da capital, dá para chegar cedo, passear bastante, tomar a famosa ginginha local (licor feito de uma fruta prima da cereja) e seguir viagem no dia seguinte.

Um passeio pelo alto das muralhas de Óbidos tem esta vista
Estou falando isso pra você não passar a mesma frustração que eu: é que nossa segunda escala do dia foi em Alcobaça, onde eu pretendia visitar o célebre mosteiro onde estão sepultados D. Pedro I (primeiro de Portugal, não o nosso, que lá na terrinha foi D. Pedro IV) e seu grande amor, Inês de Castro, protagonistas de um romance mais trágico que o de Romeu e Julieta.

Só que chegamos tarde a Alcobaça (por volta das 17 horas) e o mosteiro já estava fechando. Apenas 42 quilômetros separam Óbidos de Alcobaça, mas pra dar tempo de ver as duas, especialmente no inverno, é preciso cronometrar o tempo bem direitinho.

Eu finalmente visitei o mosteiro  em junho de 2016. Veja como foi neste post:
Mosteiro de Alcobaça, um capítulo da história de Portugal

O Porto: essa imagem sempre me comove tanto...

Nosso pernoite nesse primeiro dia foi em Fátima, que fica a 43 km de Alcobaça pela estrada IC9. Aproveitamos a manhã do dia seguinte para visitar o Santuário de Nossa Senhora de Fátima (é tempo suficiente) e seguimos rumo a Coimbra, onde chegamos para o almoço.

De Fátima a Coimbra são apenas 87 km pela Rodovia A1. Passamos cerca de 24 horas em na cidade para ver a Universidade, explorar o centro histórico e ouvir um pouco do Fado de Coimbra — mas eu confesso que gostaria de ter ficado um pouco mais...

No final da manhã do dia seguinte, seguimos para a nossa ultima escala, antes de Santiago de Compostela, a Cidade do Porto, a 120 km. O Porto é uma paixão da minha vida, apesar de todas as minhas passagens por lá terem sido curtas demais. As 24 horas que ficamos por lá foram suficientes apenas para eu decidir que ainda vou dedicar uma viagem inteirinha ao Porto e seus arredores.

Fado ao Centro: uma instituição cultural mantida
por ex-alunos da Universidade de Coimbra para preservar
essa expressão musical da cidade
No quarto e último dia, enfrentamos os 238 km que separam o Porto de Santiago de Compostela com muita tranquilidade, apesar dos nevoeiros frequentes que caracterizam a paisagem das Rías da Galícia.

Parece que a natureza também respeita direitinho as linhas de fronteira, pois bastou atravessar a velha Ponte Interacional sobre o Rio Minho (que já cruzei a pé, a caminho de Santiago), entre Valença (Portugal) e Tui (Espanha), para o tempo começar a mudar, a temperatura cair e as curvas da estrada ficarem cada vez mais acentuadas, acompanhando o movimento caprichoso das Rías — braços de mar que avançam entre as montanhas, formando uma paisagem similar aos fiordes.

A estrada, nesse trecho da viagem, é de uma beleza quase hipnótica: não bastassem as brumas e as curvas, longos viadutos nos levam pelas alturas, bem acima das Rías, como se a gente estivesse percorrendo uma montanha russa encantada e sem solavancos.

Coimbra: taí um lugar onde eu gostaria de viver...
Como já prometi, nos próximos dias eu conto todos os detalhes da viagem. Desejo a todos os leitores da Fragata um maravilhoso 2013, cheio de alegrias e viagens. Como diz a minha canção preferida, "there's such a lot of world to see". Então, que vocês possam ver o máximo dele. Feliz Ano Novo!

Veja também


A Europa na Fragata Surprise

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

6 comentários:

  1. Convite
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com



    ResponderExcluir
  2. , adoro o blog. Vendo que você fará uma viagem exclusiva para o Porto e seus arredores, recomendo: vá a Pontes do Lima. Só a ponte romana vale a viagem. Fica perto de Viana do Castelo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa dica, Graça! Vou anotar. Obrigada, mesmo :)
      Abraço

      Excluir
  3. Passei no seu blog procurando dicas para ir do Porto a Santiago aproveitando para visitar outras cidades. Gostei tanto q já aderi no Face. Parabens. Aquele abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, nadia, fico super feliz que vc esteja curtindo a Fragata. Boas viagens pra vc :))
      Bjo

      Excluir