16 de dezembro de 2018

Dicas de transporte em Nova Orleans - como chegar e como circular pela cidade


Opções de transporte em Nova Orleans
Nova Orleans tem muitas opções de transporte, mas eu adorei explorar a cidade a pé

Um item importantíssimo no meu planejamento de viagem é mobilidade. Tão importante quanto decidir o melhor jeito de chegar a um lugar é saber como circular por ele sem perrengues que atrapalhem os passeios.

Essas dicas de transporte em Nova Orleans foram organizadas exatamente para facilitar a sua vida nesses quesitos.

Como chegar a Nova Orleans, como ir do aeroporto ao Centro da cidade e como circular entre as muitas atrações de NOla?

Procurei responder tudinho aqui neste post. Espero que ajude a tornar seu encontro com Nova Orleans tão especial quanto foi o meu 😉.



Dicas de trasporte em Nova Orleans

Aeroporto Internacional Louis Armstrong (MSY), Nova Orleans
O homenageado e seu trompete. À direita, uma sala de embarque do Aeroporto Internacional Louis Armstrong, em Nova Orleans
Como chegar a Nova Orleans
Nova Orleans está a 1.000 km de distância de Orlando, a 1.400 km de Miami e a 2.100 km de Nova York, os três destinos mais visitados por brasileiros nos Estados Unidos.

De avião, a viagem de Miami (um dos hubs da American Airlines) a Nova Orleans dura 2h05, em voo direto.

De Atlanta, hub da Delta Airlines, o voo direto dura apenas 1h30. De Chicago, hub da United, o tempo de viagem é de 2h10.

O Aeroporto Internacional Louis Armstrong de Nova Orleans (tão lindo quanto isso só Aeroporto Tom Jobim, no Rio, e Aeroporto John Lennon, em Liverpool) também recebe voos de empresas low-cost como Spirit, Southwest, Sun Country e Jet Blue.

Aeroporto Internacional Louis Armstrong (MSY), Nova Orleans
12 milhões de viajantes passaram pelo Aeroporto de Nova Orleans em 2017

O avião é o melhor jeito de chegar a Nova Orleans — ainda que a cidade seja servida pela Amtrak, a companhia de trens dos Estados Unidos, e por empresas de ônibus, como a Greyhound, só o estado da Luisiana já é enorme e Nova Orleans fica lá na pontinha Sul. Qualquer viagem terrestre entre NOla e outra grande cidade americana é uma eternidade.

Não há voos diretos do Brasil pra Nova Orleans, mas a Latam, a Copa Airlines, a American, a United e a Delta levam você até lá, com conexões.

Eu escolhi voar com a American, que tem um voo direto de Brasília para Miami e estava com o melhor preço Brasília-Nova Orleans (cerca de US$ 850) na época que fiz a compra. Precisei fazer duas conexões, na ida e na volta.

Conexão no Aeroporto de Dallas/Forth Worth, Texas, EUA
Do limão à limonada: enquanto eu mofava no Aeroporto de Dallas/Fort Worth, aproveitei para traçar um bifão texano

Meu itinerário Brasília-Nova Orleans teve a já esperada parada em Miami e mais uma conexão em Dalas/Fort Worth. Meu tempo total de viagem, contando voos e esperas em aeroportos, foi de cerca de 24 horas.

Na volta, os voos foram Nova Orleans-Miami-Manaus-Brasília. Um esticão também de cerca de 20 horas.

Aeroporto Internacional Louis Armstrong (MSY), Nova Orleans
Viajei para Nova Orleans com a American Airlines, que estava oferecendo a tarifa mais barata na época da compra do bilhete

Como ir do Aeroporto Louis Armstrong ao Centro de Nova Orleans
Fiz duas viagens de ida e duas de volta entre o Aeroporto de Nova Orleans e o French Quarter/ Faubourg Marigny. Em três desses trajetos, usei o uma empresa de transfer compartilhado. No outro, usei o táxi.

➡️Transfer compartilhado do aeroporto ao Centro de Nova Orleans
Na chegada do Brasil, moída de avião, escolhi o Airport Shuttle, que cobra US$ 24 pelo transporte one way ou US$ 44, se você comprar a ida e a volta. A viagem leva cerca de 40 minutos.

Transfer do aeroporto de Nova Orleans para o Centro da cidade

O serviço do Airport Shuttle é em micro-ônibus compartilhados que levam os passageiros até a porta de seu hotel (dos hotéis conhecidos, pelo menos). Hospedagens muito alternativas não fazem parte do trajeto do Airport Shuttle, mas eles deixam e recolhem o passageiro em um ponto próximo.

Se optar por esse serviço, lembre-se que transporte compartilhado sempre implica aquele pinga-pinga, com o micro-ônibus parando em vários hotéis para deixar os passageiros.

Nova Orleans, Casarão histórico no Faubourg Marigny
Quem fica nos bairros mais bonitos de Nova Orleans, como o Faubourg Marigny, chega por último ao hotel com o shuttle. Mas não tem do que reclamar 😊

Quem se hospeda no French Quarter ou no Faubourg Marigny (meu caso), fica por último, pois o transporte passa antes pelo Business District, onde fica a maioria dos hotéis de rede.

Repeti a dose com o Airport Shuttle chegando de Memphis e, no dia seguinte, quando peguei o voo de volta ao Brasil.

O serviço foi super pontual ao me recolher para a ida ao aeroporto. O Airport Shuttle tem cinco guichês no Aeroporto Internacional Louis Armstrong, nos setores B e C. Veja no mapa, no site da empresa.


Transfer do aeroporto de Nova Orleans para o Centro da cidade
O voucher do Airport Shuttle traz tudo explicadinho. Só erraram meu nome: Who is Campas, C??? 
➡️ Táxi do Centro de Nova Orleans para o aeroporto 
Para embarcar de Nova Orleans para Nashville, fui de táxi para o aeroporto.

A tarifa de táxi para corridas entre o Centro de Nova Orleans e o Aeroporto é tabelada em US$ 36. Vale mais a pena que o transfer para quem está viajando com pelo menos mais uma pessoa.

➡️ Uber para o aeroporto de Nova Orleans
O Uber funciona bem em Nova Orleans, mas, no dia do meu embarque de lá para Nashville, estava com uma tarifa salgadíssima do Faubourg Marigny para o aeroporto, por conta da chuvarada que caía da cidade: US$ 48. Preferi o táxi.

As tarifas normais do Uber para corridas de e para o aeroporto de Nova Orleans ficam na casa dos US$ 25.

Trajeto do aeroporto de Nova Orleans ao Centro da cidade
A maior parte do caminho entre o aeroporto e o Centro de Nova Orleans é feito por uma via expressa

➡️Ônibus da Greyhound do aeroporto para o Centro de Nova Orleans
Uma alternativa econômica para ir do aeroporto ao Centro de Nova Orleans são os ônibus da Greyhound, que fazem o trajeto em cerca de 25 minutos e cobram US$ 10 pela passagem.

O problema do ônibus da Greyhound são os horários. O serviço começa ao meio-dia e as partidas são muito espaçados, que obrigam o passageiro a esperar muito tempo pelo deslocamento — depois de 24 horas de chá de avião, não tinha a menor chance de eu encarar essa economia.

A parada da Greyhound no Aeroporto de Nova Orleans fica entre as saídas dos setores (concourses) D e C. A passagem precisa ser comprada online, pois não há bilheteria da empresa no aeroporto e não é possível pagar diretamente ao motorista.

Na chegada ao centro de Nova Orleans, a parada da Greyhound é no Union Passenger Terminal (1001 Loyola Avenue), estação rodoviária e ferroviária a cerca de 3 km do French Quarter.

Superdome, Nova Orleans
Vindo do aeroporto, logo que chegar ao centro, fique atenta para ver e clicar o Superdome de Nova Orleans, estádio de futebol americano e casa dos Saints, o time da cidade

➡️ Transporte público do aeroporto para o Centro de Nova Orleans
Por fim, se você quiser usar o transporte público, vai gastar pouquinho, apenas US$ 2

Mas vai ter que pegar um ônibus na beira da pista da Jerome Glazer Road, rodovia que liga o aeroporto ao centro, e descer no Business District (na Tulane Avenue). Sinceramente? Não recomendo.

Bonde de Nova Orleans (streetcar)
O bondinho de Nova Orleans é uma atração turística, mas também é bem prático para circular pelas áreas turísticas da cidade

Transporte em Nova Orleans – como circular e explorar a cidade

Quem se hospeda no French Quarter ou no Faubourg Marigny tem a vantagem de poder chegar às principais atrações de Nova Orleans a pé, pois a maioria delas está concentrada nesses dois bairros vizinhos, que, juntos, pouco ultrapassam os 2 km².

Bonde de Nova Orleans (streetcar)
Antes de embarcar, se esbalde de fotografar 😊

➡️ Os bondinhos de Nova Orleans
Para distâncias maiores, o jeito mais charmoso de se deslocar por Nova Orleans são os famosos streetcars (bondinhos) da cidade.

São quatro rotas principais (verde clara, vermelha, verde escura e amarela) que cobrem bastante bem as área de interesse turístico na cidade.

O grande "hub" das linhas de streetcars é a Canal Street, o coração do Business District — a antiga zona neutra, transição entre a cidade francesa e os novos núcleos urbanos estabelecidos pelos norte-americanos, após a compra da Luisiana, em 1803.

Canal Street, Nova Orleans
A teia de fios e trilhos dos bondes em Canal Street. Ao fundo, o Saenger Theater, um dos mais tradicionais da cidade

Em Canal Street passam, por exemplo, os bondes que vão para:

➡️ Garden District, o bairro histórico dos norte-americanos (Linha 12, na altura da Bourbon/Carondelet).

➡️ Lee Circle, onde estão os bem reputados Museu Nacional da II Guerra Mundial (National WWII Museum), Museu Ogden de Arte Sulista (Ogden Museum of Southern Art) e o Centro de Artes Contemporâneas (Contemporary Arts Center) (Linha 12).

Garden District, Nova Orleans
Fiz essa foto dentro do bondinho, chegando no Garden District

➡️ Faubourg Marigny e French Quarter (Linha 48)

➡️ Louis Armstrog Park (Linha 88)

➡️ Union Passenger Terminal (a estação rodoviária e ferroviária, Linha 49).

Duas linhas de bonde fazem uma espécie de contorno do French Quarter e do Faubourg Marigny, os bairros mais antigos.

Bonde de Nova Orleans (streetcar)
O streetcar passando pela North Rampart Street, uma das "fronteiras" do French Quarter

Não espere, portanto, encontrar bondes circulando no miolo dessas duas vizinhanças — na década de 40 do século passado, as ruas estreitas e a necessidade de conservar os edifícios históricos do Marigny e do French Quater levaram à desativação de várias linhas de streetcars que percorriam a área.

Francamente, você não vai sentir falta de transporte para explorar o Frenche Quarter e o Faubourg Marigny: eles são tão lindos que caminhar vai ser um grande programa.

Veja no mapa da New Orleans Regional Transit Authorit (a empresa de transportes da cidade) as rotas e horários dos bondes e ônibus de Nova Orleans.

Bilhete do bonde de Nova Orleans
O passe da RTA custa US$ 3 e dá direito a viagens ilimitadas nos ônibus e bondinhos de Nova Orleans ao longo de 24 horas
Conhece a história da linha de streetcars que inspirou o dramaturgo Tennessee Williams? Dá uma olhada: Nova Orleans e o Bonde chamado Desejo

➡️ Como usar os bondes de Nova Orleans
As passagens para uma única viagem nos streetcars de Nova Orleans custam US$ 1,25.
Para usar o bonde, basta subir a bordo e depositar o valor da passagem na maquininha, que fica bem à vista. Para passagem única, a máquina não emite recibo.

➡️ É preciso ter a quantia exata para pagar o bilhete do streetcar, pois a máquina não dá troco.

➡️ Eu achei mais prático comprar o passe de 24 horas para usar os bondes e ônibus da cidade. Custa US$ 3 e também é emitido pela máquina a bordo (coloque as três notinhas e, voilà).

Neste caso, a máquina vai emitir um bilhete, que você deverá apresentar nas viagens subsequentes.
Se você fizer três viagens de transporte público durante a validade do passe, já é mais vantajoso do que comprar bilhetes unitários.

Apenas em algumas linhas o serviço de alto-falante do streetcar vai “cantando” o nome das paradas e anunciando as próximas.

Se calhar de pegar um bonde sem serviço de alto-falante, avise ao condutor qual é seu destino, que ele vai apontar seu ponto de desembarque um pouco antes da chegada à parada.

Bicicletas em Nova Orleans
Plana e bem sinalizada, Nova Orleans é ótima para quem curte pedalar

Uber em Nova Orleans
Usei muito pouco o Uber em Nova Orleans—eu estava hospedada a menos de 200 metros da Frenchmen Street, então dava para voltar a pé para o hotel mesmo tarde da noite, após a farra musical de cada dia.

Recorri ao serviço apenas nas noites em que fui para a Bourbon Street — o trecho da rua onde ficam concentrados os bares e casas de jazz estava a cerca de 1 km do meu hotel e não achei muito sensato caminhar por quarteirões escuros à noite.

Uber em Nova Orleans
Nessas duas ocasiões, gastei cerca de US$ 7 por corrida. Se a gente converter o valor para real, fica bem salgado, considerando a distância.

Quando chamar o Uber em Nova Orleans, saiba que a maioria dos automóveis da cidade têm placas apenas na parte de trás — a lei não exige placas na parte dianteira do veículo.
 


➡️ Meu roteiro musical nos EUA
Os Estados Unidos na Fragata Surprise
Piece of cake: é simples e rápido fazer o visto americano em Brasília
Miami
Nova York
Orlando

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.


Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook 

Nenhum comentário:

Postar um comentário