quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

Rio de Janeiro:
Onde comer bem e barato em Copacabana

Copacabana tem boas opções de restaurante  
No último fim de semana, fiz uma deliciosa passagem relâmpago pelo Rio de janeiro pra ver os Rolling Stones (o show foi dia 20/02). Fiz minha base em Copacabana, com suas três estações de metrô (melhor jeito de ir e voltar de grandes eventos). O grande universo de serviços e atrações faz de Copa o bairro perfeito para a gente cumprir aquela regrinha de ouro para temporadas curtas no Rio: concentrar passeios e atividades numa única região, pra não perder tempo em grandes deslocamentos.

Além da praia, bares agradáveis e comércio variado, Copacabana também tem uma vasta oferta de bons restaurantes, que vão do luxo estrelado até o botecão baratinho com comida saborosa. Não foi planejado, mas acabei fazendo todas as refeições dessa temporada em Copacabana — e comi muito bem. Aproveito para compartilhar com vocês essa nova listinha de lugares bons e baratos do bairro.


Café de máquina, bolinhos de bacalhau e as tradicionais casas de suco: prazeres simples que são a cara do Rio e de Copacabana
Comer bem em Copacabana não é difícil. Pra começar, o bairro consegue preservar pequenos prazeres francamente cariocas, como o botequim que serve café de máquina no copo americano — e faz pão na chapa sequinho e crocante como ninguém — e as casas de suco, autênticas instituições da cidade, com sua vasta lista de opções.

Eles estão por toda parte (é raro uma quadra que não tenha seu botequim e sua casa de sucos) e são o jeito mais local de começar o dia. Lugares para aquele café da manhã gostoso e preguiçoso no caminho para a praia. Recomendo.

A Colombo do Forte de Copacabana, com uma vista apaixonante
Já citei muitos lugares bacanas de Copa aqui no blog, em várias faixas de preço. Só para recapitular, tem o elegante (e ótimo) Restaurante Sá, a saborosa simplicidade do Feyzi - Culinária da Turquia, a tradição irrepreensível da Adega Pérola, o clássico sanduíche de pernil com abacaxi (e muitas outras opções) do Cervantes — que fecha às 6 da manhã e sempre salva minha vida.

Também tem a Confeitaria Colombo do Forte de Copacabana, as pequenas delícias doces e salgadas da Boulangerie Guerin, os frutos do mar do Caranguejo, o pastel e a simpatia do Bunda de Fora, o pernil assado de botequim do Panamá.

As casas de sucos fazem parte da paisagem do bairro
Para saber mais sobre esses lugares, leia esses posts:
No Rio, como os locais
Onde comer bem no Rio de Janeiro


E aproveite que você está pelo bairro pra pegar uma praia. É um prazer uma experiência antropológica poderosa:
Um mergulho na Praia de Copacabana

Hospedagem no bairro? Veja a minha avaliação sobre lugares que já experimentei:
Hotel Atlântico Copacabana, na Xavier da Silveira
Hotel Regente Copacabana, na Avenida Atlântica


Dessa viagem mais recente ao Rio de Janeiro, trouxe essa lista nova de bons lugares onde comer em Copacabana: 

Stambul
Rua Domingos Ferreira 221-B (entre Bolívar e Barão de Ipanema). Tem endereços na Barra e em Ipanema, também. Veja no site. Metrô Cantagalo


O jeitão despojado do Stambul, lugar para comer bem e pagar pouco
O ambiente simples, meio botecão, do Stambul já fazia parte da paisagem do "Baixo Copa" muito antes daquele trecho do Posto 4 ganhar esse nome. E a fama da casa tem um bom motivo: a comida é boa demais! Quando eu morava no Rio, era um dos meus favoritos quando batia aquele desejo de comidinha árabe, coisa que me acomete pelo menos uma vez por semana :)

Quibe assado, charutinhos de folha de uva
e massa folhada com nozes e castanha 

Foi ótimo constatar que o Stambul não mudou. O atendimento continua profissional, o ambiente despojado e a comida estava perfeita. Almocei sozinha, então pedi apenas quibe de bandeja e meia porção de charutinhos de folha de uva, que estavam excelentes. A sobremesa, ótima, foi uma versão do meu doce preferido, a baklava, massa folhada com nozes e castanhas moídas e calda de açúcar e mel.

Um saboroso almocinho pós praia, num clima bem relax, por um preço bem camarada: R$ 40.

Don Camillo
Avenida Atlântica nº 3056 (esquina com Bolívar). Metrô Cantagalo. Consulte horários no site
O salão do Don Camillo e a minha ótima salada de mariscos
Tem horas que tudo o que a gente quer na vida é uma comidinha italiana em um lugar agradável. É aí que entra o Don Camillo, casa de astral aconchegante e cozinha bem competente. O restaurante tem dois ambientes: o salão, com decoração discreta e ar condicionado, e uma espécie de "varanda" envidraçada sobre o calçadão da Avenida Atlântica.

A casa vive cheia na hora do jantar, tem serviço atencioso e uma breve apresentação de música italiana ao vivo, a partir das 21 horas.

Jantei lá com os sobrinhos na véspera do show dos Rolling Stones. Pedi a salada de frutos do mar e fiquei felicíssima com a generosa porção de lulas, camarões, polvo, mexilhões e vôngoles sobre uma cama de rúcula fresquinha, com um toque de limão. Os meninos pediram ravioli de peixe e camarão e ravioli de vitela com molho de funghi porcini e também ficaram muito satisfeitos. De sobremesa, socializamos o tiramisù, que estava apenas correto. Prepare-se para gastar R$ 90 por cabeça, com bebidas.

Rincão do Tchê
Rua Domingos Ferreira nº 220 A (entre Barão de Ipanema e Constante Ramos). Metrô Cantagalo
Bom lugar para fazer um "mesão" e almoçar com calma
Esta casa antigona e popular entre moradores de Copacabana faz aquele gênero de restaurante para ir com grupo grande, dividir os pratos (as porções são bem generosas) e almoçar sem pressa e com muitas risadas — e no ar condicionado, o que é uma bênção no calor que estava fazendo no Rio.

Estávamos em cinco pessoas, pedimos filé à Osvaldo Aranha, um dos pratos mais cariocas que existem (filé mignon alto, bem tostadinho por fora, mas rosadinho por dentro, com muito alho frito por cima, acompanhado de batatas, arroz branco e farofa de ovos, hummmm). A carne estava macia e no ponto certo, todo mundo comeu mais do que devia e saímos de lá felizes da vida. Com as bebidas, prepare-se para gastar R$ 60 por pessoa (se estiver sozinha, a conta vai ficar maior, mas você certamente vai levar uma quentinha com metade do pedido para o hotel, rsss).

Nomangue
Rua Sá Ferreira nº 25 (entre Atlântica e N.Sra de Copacabana). Metrô General Osório
Polenta de mariscos: o prato era grande,
mas só sobraram as conchinhas :)
Com uma varanda agradável (climatizada) que dá um toque de “depois da praia” à refeição, o Nomangue faz uma releitura da cozinha caiçara que é um show de bola. Começamos a farrinha com ótimos pastéis de siri e camarão, com massinha crocante, aprovadíssimos.
A varanda do Nomangue e os pasteizinhos crocantes de entrada
Truta com molho de alcaparras e o caldo de baroa com camarões
O prato mais famoso da casa é a feijoada de mariscos (feijão branco e frutos do mar), mas a polenta de frutos do mar que eu pedi quase me levou às lágrimas, de tão boa (da porção generosa só sobraram as conchinhas dos vôngoles e mexilhões). Meus companheiros de mesa foram de truta ao molho de alcaparras e caldo de batata baroa com camarões.

Almoçamos muito bem, suspiramos um bocado, mas não houve espaço para a sobremesa, que vai ficar para a próxima vez. Com bebidas, prepare-se para gastar R$ 70 por pessoa. Recomendadíssimo!

Biscoiteca
Rua Leopoldo Miguez nº 110 (entre Xavier da Silveira e Bolívar). Metrô Cantagalo. Veja os horários no site
Cantucci, amanteigados, cookies... A Biscoiteca é um achado
Topei com essa casa recém inaugurada (dois meses) batendo pernas por Copa. Fica numa loja pequena e discreta, decorada com muito bom gosto e tem uma variedade grande de biscoitos deliciosos.

O cardápio tem muitos sotaques, com cantucci de pistache e biscotti de chocolate com avelã, barazek (biscoito árabe de gergelim e pistache), crinkles, cookies, amanteigados... Uma farra.

Os preços dos pacotinhos variam de R$ 3,50 a R$ 7 (sério, é uma pechincha) e dá vontade de levar tooodos pra casa. A partir de quatro pacotinhos, você ganha uma caixa decorada (boa ideia para um presentinho).

Se quiser provar os biscoitos lá mesmo, a casa serve café e outras bebidas.


Mais sobre o Rio
Dicas gerais
Onde comer bem no Rio de Janeiro



Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.


Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

2 comentários: