23 de dezembro de 2022

Bairro Itália: onde Santiago é mais charmosa


Barrio Itália, Santiago do Chile
Barrio Itália hoje (acima) e há dez anos (foto abaixo): a área ganhou mais cor, mais diversidade e mais opções gastronômicas — e continua deliciosa

Barrio Itália, Santiago do Chile

Atualizado em dezembro de 2022

Ruas arborizadas, fachadas e vitrines caindo de charme, calçadas largas, pontilhadas por banquinhos de jardim que convidam a muitas pausas para um people watching bem relaxado. Esse é o Barrio Itália, Santiago, pedacinho especialíssimo da capital chilena que virou recanto de designers de moda, tentadoras lojas de objetos vintage e galerias de arte descoladas.

Tudo isso reunido numa vizinhança com cara de lugar onde mora gente, com construções antiguinhas e bem atentas à escala humana e um público pra lá de interessante.

Loja no Barrio Itália, Santiago do Chile
As lojinhas de roupas e acessórios charmosos ainda estão por lá e a esquina de Itália com Caupolicán ainda é a "capital" dos móveis e antiquários

Antiquários no Barrio Itália, Santiago do Chile

Eu já tinha amado o Barrio Itália na primeira visita, há uma década. Agora, em setembro/22, confirmei o xodó e posso dizer que ele está ainda mais diverso, interessante e movimentado.

Especialmente aos sábados, quando o Barrio Itália fervilha de gente passeando, fazendo compras e curtindo longos cafés da manhã ou almoços tardios. 

Bares e cafés do Barrio Itália, Santiago do Chile
Café da manhã com uma excelente empanada de pino na Confeitaria La Tranquera e tapas do mar no Winnipeg: o Barrio Itália é um ótimo lugar para comer em Santiago

Se Buenos Aires tem os sábados de Palermo Soho, Santiago pode arrebitar o nariz e retrucar que ela tem os sábados do Barrio Itália.

Veja o que você vai encontrar em um passeio por esse agradável enclave de Providencia, onde eu acho que Santiago fica mais charmosa: 

Descubra o Bairro Itália, Santiago

Mercado Condell, Barrio Itália, Santiago
Antigos galpões agora reúnem lojas de design, artesanato e restaurantes. Este é o Mercado Condell (entrada pela Avenida Itália nº 1371 ou Avenida Condell nº 1368)

Café no Barrio Itália, Santiago do Chile
É muito gostoso sentar numa mesinha de calçada com um café ou um drinque pra ver a vida passar

Foi lá por 2006/2007 que o eixo da Avenida Itália começou a pintar como o queridinho dos modernos de Santiago. Antes disso, o Barrio Itália, enclave de Providencia, era conhecido como o lar de imigrantes — os italianos eram maioria, mas não os únicos — e pelas muitas oficinas de restauração de móveis, estofadores e marcenarias.

Hoje, a animação da vizinhança desfila ao longo da Avenida Itália e suas paralelas — Avenida Condell, a Oeste, e Avenida Salvador, a Leste, divisas não-oficiais do território. O papel de “fronteira Norte” cabe à Avenida Francisco Bilbao. Já o limite Sul, que antes era demarcado na Calle Caupolicán, cada vez parece se espichar mais além. 

Barrio Itália, Santiago do Chile
O Barrio Itália é um enclave de Providencia (veja o mapa abaixo) que preserva com muito carinho a escala humana em suas construções 

Mapa do Barrio Itália, Santiago do Chile

A proximidade com áreas mais badaladas de Providencia, combinada com alugueis mais baratos, atraiu os jovens designers de moda e decoração para o Barrio Itália e foi assim que a mudança começou. 

Tem gentrificação, sim, mas moderada — aparentemente. 

Movelaria e antiquário no Barrio Itália, Santiago do Chile

Antiquário no Barrio Itália, Santiago do Chile

As oficinas de reforma e os antiquários de móveis que fizeram a fama do Barrio Itália continuam por lá, firmes e fortes

O resultado é que o Barrio Itália lembra o SoHo de Nova York dos anos 80, com a vantagem da arquitetura horizontal e ruas muito tranquilas. A referência mais próxima — no espaço e no tempo — é mesmo o bairro de Palermo Soho, em Buenos Aires.

Mas que ninguém se engane com o jeitão alternativo do Barrio Itália. A comunidade cuida do marketing da área com sites na internet cheios de dicas sobre o comércio, restaurantes e serviços da área. Também organiza passeios culturais a pé pela vizinhança e ciclos de palestras.

Antiquário no Barrio Itália, Santiago do Chile
Mais uma vez, deu um aperto no coração de não ter levado um caminhão de mudança na bagagem 😁. Eu teria me esbaldado nos antiquários

Antiquário no Barrio Itália, Santiago do Chile

Em 2012, foi exatamente uma passadinha pelas páginas da internet dedicadas às lojas de decoração e design do Bairro Itália que selou meu desejo de voltar a Santiago, 10 anos depois da primeira visita — eu tinha estado na capital chilena em 2002 e não tinha curtido muito. 

Posso afirmar que o Barrio Itália e o Barrio Lastarria são os grandes responsáveis pelo meu amor à segunda vista pela cidade.

Grafite no Barrio Itália, Santiago do Chile

Café no Barrio Itália, Santiago do Chile

Quem gosta de objetos e móveis antiguinhos ainda pode delirar com as vitrines do Barrio Itália — as tentações me deixaram muito arrependida de não ter trazido um caminhão de mudanças na bagagem. Mas agora a experiência está mais completa, com o crescimento da cena gastronômica e a variedade de lojas (tem artesanato, perfumaria, roupas, acessórios...)

Ainda que seja um famoso programa de sábado em Santiago, a área tem atrações para a semana toda. Meu mais recente sabadão no Barrio Itália, por exemplo, aconteceu numa sexta-feira, no feriado das Fiestas Pátrias (a celebração da Independência do Chile, que vai de 16 a 19 de setembro, quando os dias 18 e 19 são feriados irrenunciáveis e nada funciona no país). A animação estava a mil. 

Mercado Condell, Barrio Itália, Santiago do Chile
O Barrio Itália tem comprinhas para todos os gostos e bolsos

Barrio Itália, Santiago do Chile
Antes dos feriados irrenunciáveis (obrigatórios) das Fiestas Pátrias, o Bairro Itália estava animado 

Sem qualquer pirraça à opressiva arquitetura de Vitacura e Las Condes — bairros chiques de Santiago que não correm o menor risco de entrar na minha lista de favoritos —, o charme despretensioso do Barrio Itália é a prova de que as cidades não precisam de toneladas de vidro e alumínio para compor espaços verdadeiramente deliciosos.

Dicas práticas do Bairro Itália

O trecho mais fervido do Bairro Itália fica ao longo da Avenida Itália, entre as ruas Marín e Caupolicán.

Rua Santa Isabel, Barrio Itália, Santiago do Chile

Rua Santa Isabel, Barrio Itália, Santiago do Chile

Rua Santa Isabel, Barrio Itália, Santiago do Chile
O enclave dentro do enclave: a Calle Santa Isabel tem uma pegada menos gentrificada, bares mais populares o o típico comércio de bairro, como quitandas e barbearias

As estações de metrô mais cômodas para chegar ao Barrio Itália estão na Linha 5. Da Estação Parque Bustamante, siga a Avenida Francisco Bilbao para o Leste. Da Estação Santa Isabel, siga a Calle Santa Isabel, também para o Leste.

Mais ao Sul, a Estação Irarrázaval, também na Linha 5, deixa você na fronteira entre o Barrio Itália e Ñuñoa, a duas quadras da calle Caupolicán.

Barrio Itália, Santiago do Chile

Barrio Itália, Santiago do Chile
Este galpão é um brechó de roupas imenso, com diversas barracas. Com paciência, dá para garimpar peças legais a preços convidativos

Quando chegar, pegue um mapinha do Bairro Itália que costuma ser distribuído nas lojas e cafés. Lá estão marcados as galerias de arte, restaurantes, antiquários e casas de decoração.

Reserve um tempinho para uma passada pela Casa Museo Eduardo Frei Montalva (Calle Hindenburg nº 683), antiga residência do ex-presidente chileno. Além do acervo dedicado à trajetória política de Frei, promove palestras, mostras de arte e ciclos de cinema.

Teatro El Cachafaz, Barrio Itália, Santiago do Chile
O Teatro El Cachafaz é um dos centrinhos da agitação cultural no Barrio Itália

Onde comer no Barrio Itália

O Barrio Itália é agora um polo gastronômico descolado. Ao lado do tradicionalíssimo restaurante italiano Da Noi, um patrimônio da área, florescem cozinhas inspiradas no mundo inteiro ou chilenas da gema.

Bar Winnipeg, Barrio Itália, Santiago do Chile
Pode xingar o governo, mas muito respeito com a democracia. O Winnipeg entendeu o espírito da coisa

Porta Azul, café turco no Barrio Itália, Santiago do Chile
Fiquei doida pra experimentar este café turco, mas estava até a tampa de gente

Neste capítulo, experimente La Tranquera (Avenida Itália nº 1294), uma confeitaria com meio século de tradição (a empanada de pino da casa é uma cooooisa de gostosa). Também gostei muito das marisquerias Winnipeg e Marina Mar de Tapas.

As opções, porém, vão muito além: tem um café turco interessante, restaurantes veganos, peruanos, japoneses, tailandeses... Estou preparando um post sobre onde comer em Santiago e vou contar tudo em detalhes.

O Chile na Fragata Surprise


Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter | Instagram | Facebook

2 comentários:

  1. Adorei a dica do Bairro Italia. Realmente é muito charmoso e tem lojinhas incríveis. Almocei um delicioso sanduíche. Com tantas coisas para conhecer em Santiago, não teria conhecido este bairro se não fosse a dica da Fragata Surprise.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom!!! fala se não dá vontade de redecorar a casa inteirinha naquelas lojas de decoração?
      Bjo

      Excluir