24 de novembro de 2019

Hospedagem em Barcelona - Gràcia e Eixample

Torres da Basílica da Sagrada Família, no Eixample, Barcelona
As torres da Basílica da Sagrada Família na paisagem cotidiana do Eixample

Nas últimas férias (setembro/outubro de 2019), tive três experiências de hospedagem em Barcelona. Todas muito econômicas, considerando o as faixas de preço da hotelaria da cidade.

Logo na chegada à cidade, fiquei em uma pensão barata e simplesinha muitíssimo bem localizada, na adorável Vila de Gràcia.

Na volta de Malta e no retorno de Valência, meu pouso foi no Eixample. Primeiro, em um hostal. Depois, em um hotel muito pagável e confortável.

Edifício modernista no bairro de Gràcia, Barcelona
Gràcia também tem lindos edifícios modernistas

Gostei demais de ficar nos dois bairros. A Vila de Gràcia está a um pulo das grandes atrações de Barcelona, tem uma vida noturna descoladíssima e todos os serviços que um viajante precisa, sem perder a vibe residencial.

E o Eixample é o Eixample, né? O bairro modernista que, em si, é uma atração turística, mas que não deixa de ser um lugar onde mora gente.

Veja como foram as minhas experiências de hospedagem em Barcelona:

Leia também: 


Dicas de Hospedagem em Barcelona


Casas modernistas em Gràcia, Barcelona
Se você que beleza, em Gràcia também tem
Hospedagem na Vila de Gràcia

Ô, bairrozinho danado de agradável é a Vila de Gràcia. Fiquei hospedada na rua principal, a Carrer Gran de Grácia, servida por uma estação de metrô (Fontana, da Linha 3), cheia de restaurantes, cafés e comércio — e parecia que estava em casa.

O clima de área residencial foi o que mais me chamou a atenção. Sim, Gràcia é descolada, tem uma vida noturna muito vibrante e movimento até muito tarde — o que me deu a permanente sensação de segurança.

Passeata da Greve pelo Clima em Barcelona
Um comitê de moradores de Gràcia estava super ativo na convocação desta passeata da Greve pelo Clima. A marcha começou na Plaça de Catalunya e acabou quase na porta da minha pensão. Fiz esta foto no Passeig de Gràcia
Mas em Gràcia tive uma experiência completamente diferente da hospedagem no Bairro Gótico, por exemplo, onde tem muito movimento e agito, mas zero clima de vida real.

Até a grande reforma urbana projetada por Ildefons Cerdà, no Século 19, a Vila de Gràcia era uma municipalidade independente, ligada a Barcelona por uma estradinha que viria a se converter no célebre Passeig de Gràcia.

Mapas do Distrito de Gràcia e da Vila de Gràcia, Barcelona
Pra você se situar: o Distrito de Gràcia (esq), com 120 mil habitantes e cinco bairros. À direita, a Vila de Gràcia, na ponta Sul do distrito, fazendo fronteira com o Eixample

Hoje, a Vila de Gràcia é um dos bairros do Distrito de Gràcia. E o que impressiona é como um bairro tão próximo da muvuca turística consegue manter a, digamos, serenidade urbana.

Enquanto Barcelona ferve, a Vila de Gràcia parece tocar sua vida cotidiana sem alterar frequência cardíaca, com gente indo e voltando do mercado e dos afazeres cotidianos com tempo e polidez pra não esquecer de cumprimentar os desconhecidos que cruzam pelo caminho.

Atrações em Barcelona próximas ao bairro de Gràcia
Apenas 800 metros separam esta fachada engajadíssima do bairro de Gràcia da legendária La Pedrera, de Gaudí

➡️ Acesso às atrações de Barcelona a partir de Gràcia
Partindo da Estação Fontana do metrô, eu estava a uma parada da Estação Diagonal (de cara para La Pedrera, de Gaudí), a duas paradas do Quadrat d'Or (Casa Batlló, Casa Amatller e Casa Leó Morera), na Estação Passeig de Gràcia e a três paradas (Estação Plaça de Catalunya) ou duas (Estação Liceu) das Ramblas.

No meio dessa cordialidade, quem se hospeda em Gràcia dificilmente vai precisar caminhar mais de uma quadra pra encontrar um restaurante, um café, um bar ou uma lavanderia.

Se quiser agito de verdade, experimente dar uma volta pela Carrer de Verdi e suas transversais ou pela Plaça del Sol, onde a noite é fervidíssima — eu sei porque fiz uma ótima farra na área, com meus amigos Katja e Luciano.

Mais do que amar me hospedar em Gràcia, eu decidi que quero morar lá.

Linha 3 do Metrô de Barcelona
Linha 3 do Metrô de Barcelona: da Estação Fontana, em Gràcia, você está a um pulinho de um monte de atrações

➡️ Opções de hospedagem em Gràcia
Não espere encontrar hotéis convencionais em Gràcia. A principal oferta de hospedagem no bairro fica por conta dos apartamentos para aluguel por temporada, pensões e hostales, um tipo de hospedagem tipicamente espanhol que a gente pode traduzir como pousadas. 

Onde me hospedei em Gràcia

➡️ Pension Norma
Carrer Gran de Gràcia nº 87, a 270 metros da estação Fontana do metrô. 


Pension Norma, bairro de Gràcia, Barcelona
Básica é eufemismo. Mas a € 30, em começo de viagem, eu encarei numa boa

Se você estiver disposta a abrir mão de qualquer fiapo de mordomia para pagar muito pouco por sua hospedagem em Barcelona, a Pension Norma é pra você. 

Em troca de € 30 por diária, você terá direito a um quarto mínimo, com banheiro compartilhado, e a uma localização perfeita, cercada de serviços, metrô quase na porta e a curtas caminhadas de um monte de atrações em Barcelona.

Mas volto a avisar: básica é eufemismo para descrever a Pension Norma

Pension Norma, bairro de Gràcia, Barcelona
O armário e a pia da gaiolinha que era meu quarto 

Começa que o alojamento fica no 4º andar e não tem elevador — eu viajo com mala de mão, mas não gosto nem de pensar como seria com uma bagagem mais alentadinha.

O quarto single da pensão é bem acanhado. Tem espaço pra uma cama de solteiro, uma mesinha de cabeceira, armário pequeno e uma pia. Só. Também não tem ar condicionado — no finalzinho de setembro, deu pra me virar com o ventilador, mas é bom lembrar que Barcelona é bem quente no verão. 

O banheiro compartilhado da pensão (é um só, mesmo) é bem amplo e muito limpo. A ducha forte esquentava direitinho.

Edifício modernista no bairro de Gràcia, Barcelona
Um típico edifício da Carrer Gran de Gràcia

A pensão tem WiFi gratuito e recepção 24. 

Fiquei três noites na Pension Norma e não posso reclamar de nada. Já cheguei sabendo que ia me hospedar em condições bem espartanas — coisa que funciona bem em começo de viagem, quando a gente está descansada e cheia de entusiasmo. Afinal, eram € 30 por diária.

Mapa do Eixample, Barcelona
O Eixample nasceu com a grande reforma urbana de Barcelona, no Século 19. O distrito modernista tem seis bairros e 260 mil habitantes

Hospedagem no Eixample
A gente chama de bairro, mas, oficialmente, o Eixample é um distrito que abarca a expansão de Barcelona projetada no Século 19 pelo urbanista Ildefons Cerdá. (Eixample, em catalão, significa exatamente expansão).

Em tempo: pronuncia-se EixamplA

Edifício modernista no Eixample, Barcelona
Quando andar pelo Eixample, nunca esqueça de olhar para o alto

Nesta temporada em Barcelona, fiquei hospedada em dois dos bairros do distrito modernista. No retorno de Malta e antes de seguir para Valência, fiquei duas noites na Sagrada Família. 

Na volta de Valência, minhas três últimas noites de viagem foram em um hotel na Carrer de València, em La Nova Esquerra de l’Eixample. 

Eixample, Barcelona: uma fachada decorada em esgrafiado e Plaça de Pablo Neruda
Eixample: uma fachada decorada em esgrafiado e a Plaça de Pablo Neruda

Os outros bairros do Eixample são L'Antiga Esquerra de l'Eixample, Dreta de l'Eixample (onde está o Passeig de Gràcia e o filé das construções modernistas), Fort Pienc e Sant Antoni.

➡️ O Eixample é o distrito mais povoado de Barcelona, com cerca de 270 mil moradores — a cidade tem um total de 1,5 milhão de habitantes — e concentra a maior renda per capita da capital catalã.

Basílica da Sagrada Família e Hospital Sant Pau, obras modernistas em Barcelona
A Basílica da Sagrada Família, de Gaudí, e o igualmente deslumbrante Hospital Sant pau, de Domenèch i Montaner, meus ilustres vizinhos no Eixample

(Um parêntese na legenda a´cima: tecnicamente, o Hospital de la Santa Creu e Sant Pau fica já no bairro de El Guinardó). 


➡️ Hospedagem no Bairro da Sagrada Família
A pontinha Norte do Distrito do Eixample é o Bairro da Sagrada Família — nome herdado, é claro, de sua moradora mais famosa, a Basílica da Sagrada Família, de Gaudí, o monumento mais visitado de Barcelona, com um público de 4,5 milhões de pessoas por ano.

Mapa do Eixample e do Bairro da Sagrada Família, Barcelona
O Bairro da Sagrada Família fica na pontinha Norte do Eixample

Apesar do alvoroço em torno da obra mais famosa de Gaudí, o bairro da Sagrada Família é de uma tranquilidade quase desconcertante. Se você se afasta uma ou duas quadras, da igreja, vai encontrar uma área super pacata.

Esse bairro de ruas largas — marca do Eixample — e muito arborizadas é também muito seguro: caminhei por lá até mesmo na alta madrugada sem qualquer problema.

Bairro da Sagrada Família, Barcelona
Sagrada Família: ruas largas e arborizadas e quarteirões com o famoso chanfrado (esse corte na quina das quadras) que caracteriza o traçado urbano do Eixample

A Sagrada Família é muito bem servida de transportes, com ônibus que viram a madrugada e pelo menos cinco estações de metrô nos limites do bairro ou imediações — Sagrada Família (linhas 2 e 5), Sant Pau-Dos de Maig (Linha 5), Glòries (Linha 1), Encants e Monumental (ambas na Linha 2).

O bairro tem um climão bem residencial, mas é muito bem servido de bares e restaurantes e é uma ótima opção de hospedagem em Barcelona.

Como na Vila de Gràcia, a tônica das acomodações na Sagrada Família são os apartamentos e hostales, embora haja alguns hotéis convencionais na área. Os preços são mais altos do que em Gràcia.

Escadaria do Hostal Ruta de Francia, no Eixample, Barcelona
Upgrade: só dois lances de escada para subir com a mala

Onde me hospedei na Sagrada Família

➡️ Hostal Ruta de Francia
Carrer de los Castillejos nº 204. A estação de metrô mais próxima é Encants, na Linha 2.

Meu segundo pouso em Barcelona foi neste hostal bem localizado e muitíssimo básico. Desta vez, já contei com o upgrade de banheiro privativo, mas o bichinho era tão pequeno que senti saudade do banheirão compartilhado da pensão de Gràcia.

O Hostal Ruta de Francia ocupa dois andares (o segundo e o terceiro) de um edifício na esquina da Carrer de Castillejos com a Carrer del Cosell de Cent, a cerca de 800 metros da Basílica da Sagrada Família.

Quarto single no Hostal Ruta de Francia, na Sagrada Família, em Barcelona
Mais uma acomodação muito simplezinha em Barcelona, desta vez na Sagrada Familia

Novamente, não há elevador. Fiquei em um quarto no segundo andar — outro upgrade, né? Só dois lances de escada pra subir e descer com milha malinha 😀.

O quarto single é bem basiquinho: cama de solteiro, mesa de cabeceira, armário, escrivaninha e uma TV pequena, que eu nem lembrei de ligar.

Vi alguns quartos duplos e triplos e eles pareciam bem mais arrumadinhos que o meu — além de muito maiores, é claro.

Quarto single do Hostal Ruta de Francia, Eixample, Barcelona
O banheiro minúsculo e um detalhe do meu quarto no Hostal Ruta de Francia

O quarto não tem ar condicionado
, o que pode ser um problemão nos meses mais quentes, mas não incomodou a calorenta aqui, porque o clima em Barcelona já estava fresquinho. O que atrapalhou meu sono mesmo foi o barulho dos carros na rua, até alta madrugada.

O banheiro, como já disse, é ínfimo — dava vontade de sair do boxe do chuveiro, cada vez que ia me ensaboar. E tinha uma baita cara de velho.

As diárias no Hostal Ruta de Francia, no comecinho de outubro/2019, estavam em € 60. Considerando o que paguei na Vila de Gràcia para condições de conforto quase similares, não foi uma boa relação custo/benefício.

Eixample e Nova Esquerra de l'Eixample, Barcelona
A Nova Esquerra de l’Eixample fica no Sul do distrito, perto do Centro de Barcelona e de Montjuïc

➡️ Hospedagem em La Nova Esquerra de l’Eixample
Para minhas três últimas noites deste roteiro por Barcelona, Valência e Malta, reservei um hotel neste pedaço animado do Eixample, com muitas opções de bares e restaurantes, transporte fácil e muito perto de tudo que interessa na cidade.

Para chegar a essa área da cidade, as estações de metrô mais indicadas são Urgell e Rocafort, na Linha 1, Hospital Clinic e Entença (Linha 5), Tarragona (Linha 3) e Plaça d’Espanya (linhas 1, 3 e 8). 

Mercat del Ninot, no Eixample, Barcelona
O Mercat del Ninot fica a duas quadras do meu hotel

➡️ O bairro também fica bem pertinho da Estação Ferroviária de Sants.

A Nova Esquerra (“novo lado esquerdo”) do Eixample é um dos bairros mais novos do distrito modernista. Na década de 20 do século passado, era local de moradias precárias ocupadas, principalmente, por operários que trabalhavam nas obras do Metrô de Barcelona e dos pavilhões destinados à Exposição Universal de 1929.

Com o passar do tempo, o padrão das moradias subiu bastante, mas o bairro ainda tem um astral democrático e as tarifas de hospedagem são amigáveis — uma notícia ótima, ainda mais considerando que a Nova Esquerra de l’Eixample fica muito pertinho da área mais turística de Barcelona.

Plaça d'Espanya e as Arenas de Barcelona
A Plaça d'Espanya e as Arenas de Barcelona são vizinhas do bairro

A Nova Esquerra fica bem próxima do chamado Gayxample, bairro gay de Barcelona.

Entre as atrações da Nova Esquerra de l’Eixample estão o Parque de Joan Miró — onde está a famosa escultura Mulher e Pássaro —, as antigas Arenas de Barcelona, hoje um shopping center, e a modernista Casa Golfreichs.

Onde me hospedei na Nova Esquerra de l'Eixample

Barcelona Century Hotel
Bem que eu estava merecendo um confortinho na hospedagem em Barcelona... 😉

➡️ Barcelona Century Hotel
Carrer de València nº 154. A estação de metrô mais próxima é Hospital Clinic (Linha 5), a 400 metros.

No finalzinho de uma viagem, sempre bate o cansaço. Fico muito mais exigente com o padrão da hospedagem e já não tenho desprendimento pra abrir mão de certas comodidades em nome da economia.

Apartamento single no Barcelona Century Hotel
Meu quarto no Barcelona Century Hotel: luzes de cabeceira, que saudade!!

O Barcelona Century Hotel é uma excelente opção pra quem não quer pagar os preços insanos da hospedagem em Barcelona, mas quer conforto.

Com diárias de € 90, sem café da manhã, o hotel está na mesma faixa de preço dos hostels mais bacaninhas, tem uma ótima localização e o atendimento é simpaticíssimo.

Apartamento no Barcelona Century Hotel
O banheiro e outro ângulo do quarto

Os quartos do Barcelona Century hotel são compactos, mas têm espaço para a gente circular sem trombar nos móveis. A cama era bem gostosa, a roupa de cama e banho é de boa qualidade e meu quarto era muitíssimo silenciosos, voltado para o miolo do quarteirão, nos fundos do hotel.

E bem que Barcelona estava me devendo pequenos mimos, como luzes de cabeceira, muitas tomadas para carregar a tralha eletrônica, cofre, espelho de corpo inteiro e outras coisinhas que não encontrei nem na pensão da Vila de Grácia nem no hostal da Sagrada Família.

Ah, e o elevador, claro 😁.

Apartamento do Barcelona Century Hotel, Eixample, Barcelona
TV, cofre e muitas tomadas \o/

O banheiro do apartamento, novinho e imaculadamente bem cuidado, tinha uma ótima ducha, balcão grande na pia e secador de cabelos potente.

Gostei muito do Barcelona Century Hotel e, com certeza, voltaria a me hospedar lá. 



Roteiros por Barcelona

Mais passeios e atrações em Barcelona


Gastronomia em Barcelona


A Espanha na Fragata Surprise
A Europa na Fragata Surprise

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 


Nenhum comentário:

Postar um comentário