16 de agosto de 2019

Viagem a Cabo Verde: Ilha do Sal, paraíso azul

Praia do Porto Antigo, Ilha do Sa, Cabo Verde
Praia do Porto Antigo, Ilha do Sal: meu lar em Cabo Verde
Se você anda sonhando com dias de sol, mar muito azul, tranquilidade e culinária divina, está na hora de planejar uma viagem a Cabo Verde.

Tive seis lindos dias de dolce far niente na Ilha do Sal, a mais turística das dez ilhas de Cabo Verde, país-arquipélago diante da costa do Senegal, na África.

Praia de Santa Maria, na Ilha do Sal, e um prato de atum
Ilha do Sal: mar espetacular e uma culinária de tirar a gente do sério
É fácil organizar uma viagem a Cabo Verde para curtir as praias indescritíveis da Ilha do Sal. A língua é o português, a ilha é muito segura e bem estruturada para o turismo, os preços são muito camaradas e as pessoas são cordialíssimas.

Minha temporada em Cabo Verde superou as expectativas. O mar da Ilha do Sal é simplesmente irretocável, a cidade de Santa Maria, onde me hospedei, é muito simpática e a culinária local é de enlouquecer.

Barcos na Praia de Santa Maria, Ilha do Sal
É fácil reconhecer um pouquinho da Bahia em Cabo Verde
Sem contar que essa viagem a Cabo Verde foi a minha primeira vez na África — ainda que em uma pedacinho de terra a mais de 500 km do continente.

Para esta baiana, foi uma som de surpresas, encantamentos e uma baita sensação de estar em casa. Enfim: queria apenas descansar, mas me apaixonei por Cabo Verde.

Veja as dicas para planejar sua escapada para o paraíso azul da Ilha do Sal. Tem mapa no final do post:

Praia de Santa Maria, Ilha do sal
Organizar a viagem pra curtir esse praião é muito fácil

Como organizar uma viagem a Cabo Verde

➡️ Quanto custa uma viagem a Cabo Verde
Viajar pra Cabo Verde é um projeto muito acessível: paguei pouco mais de R$ 1 mil (R$ 1.045, pra ser jornalisticamente exata) pela passagem de ida e volta de Salvador à Ilha do Sal, para viajar na segunda quinzena de julho.

hospedagem em Santa Maria, a cidade mais praieira (agradabilíssima) da Ilha do Sal, também é muito pagável: paguei € 50 por noite para ficar em um ótimo apartamento, dentro de um condomínio bonito, seguro e bem cuidado, de cara para a praia.

Detalhe: caberiam até quatro pessoas no apê que eu aluguei.

Condomínio para turismo na Ilha do Sal e a Lagosta Suada, prato típico local
A entrada do meu apartamento e um jantar com lagosta por € 27: Cabo Verde é um destino barato
Comi divinamente em Cabo Verde — frutos do mar fresquinhos são e um tempero dos deuses são a base da culinária local.

Minha refeição mais cara na Ilha do Sal, em um restaurante bem bacana, custou € 27. Mas cheguei a pagar apenas € 3 pelo almoço em um ótimo restaurante caseirinho.

Saiba mais: Onde comer na Ilha do Sal, Cabo Verde

Documentos necessários para brasileiros viajarem a Cabo Verde
Tem voos diretos de Salvador, Recife e Fortaleza para Cabo Verde
➡️ Como chegar a Cabo Verde
O jeito mais fácil e mais barato de chegar a Cabo Verde é com a Cabo Verde Airlines, a antiga empresa aérea estatal do país, recentemente comprada pela Iceland Air.

A companhia tem voos diretos de Salvador (4h40 de viagem), Recife e Fortaleza (3 horas de voo) para a Ilha do Sal e para a capital, Praia.

A Cabo Verde Airlines vem expandindo suas rotas e estava prometendo estrear um voo saindo de Porto Alegre neste mês de agosto de 2019.


A cidade de Santa Maria e a paisagem vulcânica da Ilha do Sal
Uma praça de Santa Maria, a cidade mais praieira, e a paisagem vulcânica da Ilha do Sal
➡️ Documentos necessários para viajar a Cabo Verde
Brasileiros precisam apresentar passaporte válido para todo o período da estada em Cabo Verde para ter ingresso no país. 

➡️ Para entrar em Cabo Verde, é necessário o Visto de Turismo. Mas não é bicho de sete cabeças: o visto pode ser emitido na chegada ao país, no controle da Imigração. 

O visto de turismo, com validade de 30 dias, custa 2.500 escudos cabo-verdianos (€ 23). Junto com o visto é preciso pagar uma Taxa de Seguridade Aeroportuária de mais 3.400 escudos (€ 30).

Documentos necessários para brasileiros viajarem a Cabo Verde
Além do passaporte, não esqueça da vacina contra febre amarela e do seguro viagem. O visto para Cabo Verde (à direita) pode ser emitido na chegada ao país
Simplificando: a entrada em Cabo Verde custa € 53. Esse valor pode ser pago em euro, dólar ou cartão de crédito. No meu caso, o oficial da Imigração preferiu o cartão de crédito. Eu só tinha notas de € 100 e ele não tinha troco.

➡️ Também é exigido o Cerificado Internacional de Vacinação, comprovando que o passageiro está imunizado contra febre amarela. Não tem choro nem vela: sem esse documento você sequer faz o check-in no voo do Brasil para Cabo Verde.

➡️ Por fim, é necessário fazer seguro-viagem cobrindo os dias que você vai ficar em Cabo Verde. 

Beach club do Hotel Morabeza, em Santa Maria
Beach club do Hotel Morabeza, em Santa Maria
➡️ Hospedagem na Ilha do Sal - onde é melhor
Minha hospedagem em Cabo Verde foi na cidade de Santa Maria, no extremo Sul da Ilha do Sal.

Pequena, mas bem estruturada para o turismo, Santa Maria tem um pouco menos de 20 mil habitantes e é bastante segura. Fica a cerca de 17 km do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral.

Bem cuidada e imaculadamente limpa — nem bitucas de cigarro a gente vê pelas ruas — Santa Maria tem tudo o que um viajante precisa: ótimos restaurantes em várias faixas de preço, bares, casas de música ao vivo, bancos para fazer câmbio, caixas eletrônicos...

Condomínio Porto Antigo 1, hospedagem em Santa Maria, Ilha do Sal
Porto Antigo 1, o condomínio onde me hospedei
Sem contar que as praias de Santa Maria são as melhores da Ilha do Sal.

Até tem hotelões em Santa Maria, mas essa não é a ênfase. O esquema de hospedagem mais comum na cidade são as pousadas, flats e apartamentos alugados por temporadas em condomínios à beira-mar, como o apê onde me hospedei, no Condomínio Porto Antigo 1, que também tem unidades com serviço de hotelaria.

A Ilha do Sal é a mais turística de Cabo Verde e tem uma vasta oferta de resorts, concentrados, principalmente, na Ponta Preta, no Sul da Ilha do Sal, a 16 km do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral.

Píer de Santa Maria, Ilha do Sal
Todas as manhãs, os pescadores trazem o resultado da lida do dia para vender no Píer de Santa Maria. Se quiser comprar peixe fresquinho, esse é o lugar
Os resorts da Ilha do Sal geralmente oferecem o regime all inclusive — refeições, petiscos, bebidas e várias atividades já incluídas no preço das diárias. Têm uma baita estrutura e oferta de entretenimento — piscinas, beach clubs, bares, shows musicais, esportes aquáticos e o escambau.

Nesse esquema, o hóspede só sai do hotel se quiser. Mas essa não é a minha praia. Não vejo sentido em pagar caro por uma hospedagem que vai me deixar isolada do destino que estou visitando.

Rua 1º de Junho,  principal via de Santa Maria, exclusiva para pedestres
Rua 1º de Junho: a principal via de Santa Maria é exclusiva para pedestres
Achei muito mais simpático e interessante ficar hospedada na cidade de Santa Maria, que também é turística pacas, mas tem astral e dinâmica de lugar onde mora gente. 

Com o cancelamento do meu voo de retorno a Salvador, acabei dormindo uma noite em um resort da Ponta Preta, o Hotel Oásis Belorizonte, mas tudo que consegui avaliar foram as refeições (jantar e café da manhã) e o apartamento.

Veja minha experiência em detalhes: Hospedagem na Ilha do Sal, Cabo Verde

Salina na Ilha do Sal, Cabo Verde
Neve? Que nada, são as salinas da Ilha do Sal
➡️ Dinheiro, câmbio e cartões em Cabo Verde
A moeda de Cabo Verde é o escudo cabo-verdiano, abreviado como CVE. Em julho, quando estive no país, o escudo estava valendo € 0,009. Pra não dar nó no juízo, a cotação inversa: um euro vale 110CVE. Em reais, a cotação é 1CVE para R$ 0,041.

E por falar em euro, a moeda é muitíssimo bem aceita na Ilha do Sal.
Nos bares, restaurantes, por exemplo, a conta vem em escudos cabo-verdianos e em euros — mas, em geral, eles fazem a conversão de € 1 pra 100CVE e não de € 1 pra 110CVE. Nas lojas é a mesma coisa.

Essa cotação informal facilita na hora de calcular o preço das coisas em euro — basta cortar dois zeros do preço em escudos.

Nota de 500 escudos cabo-verdianos
Essa nota de 500CVE vale um pouco menos que € 5
Mas é um pouquinho mais vantajoso trocar euros por escudos cabo-verdianos no banco. Você ganha um pouco menos de 10% sobre a cotação corrente nas ruas.

A Caixa Económica de Cabo Verde tem uma agência na Rua 1º de Junho, a principal de Santa Maria, na altura do Píer, e faz câmbio sem cobrar qualquer tipo de taxa ou comissão.

Os cartões de crédito também são bem aceitos na Ilha do Sal. Fiz a maioria das minhas despesas em Cabo Verde em dinheiro vivo, mas sempre que quis pagar com cartão, não tive problema.

Centro comercial em Santa Maria, Ilha do Sal, onde funciona a loja da empresa de telefonia local
A loja da Unitel onde comprei o chip de celular funciona nesse centro comercial de Santa Maria
➡️ Internet em Cabo Verde
Eu ando com a maior preguiça das redes sociais e cheguei a considerar a hipótese de ficar sem internet no celular nos meus dias de preguiça à beira-mar em Cabo Verde — afinal, não tinha a menor chance de eu precisar de Uber nem de GoogleMaps na pequenina e sossegada Santa Maria.

No meu primeiro dia, um domingo, com o comércio fechado, eu me virei muito bem com o WiFi de bares e restaurantes. Praticamente todo boteco de Santa Maria tem WiFi.

Chip de internet em Cabo Verde
É fácil, rápido e barato comprar um chip de internet em Cabo Verde
Na segunda-feira, como o meu apartamento não tinha internet, resolvi comprar um chip de internet da Unitel, empresa de telefonia cabo-verdiana — basicamente pra mandar whatsapp pra minha mãe confirmando que continuava viva 😀.

O serviço de internet em Cabo Verde é barato: paguei € 5 (chip + pacote de 1 giga, que deu e sobrou pra seis dias). E a conexão é bem veloz. Gostei.

Final de tarde na Praia do Porto Antigo, Santa Maria, Ilha do Sal
Ter internet no celular é bom pra postar fotos como esta, no Intagram, e avisar à família que ainda estou viva 😀
O processo de compra do chip é bem simples, levou menos de 10 minutos. Bastou mostrar o passaporte na hora da compra.

A atendente da loja da Unitel da Rua 1º de Junho fez a autenticação do meu pacote na rede e eu já saí disparando fotinhas no Instagram — ando enfastiada das redes, mas não tanto que não quisesse compartilhar a beleza de Cabo Verde com os leitores da Fragata 😊 💜.

Píer de Santa Maria, Ilha do Sal
O Píer de Santa Maria de manhã cedinho
➡️Fuso horário de Cabo Verde
O horário de Cabo Verde está duas horas a frente do horário do Brasil. Ou seja, quando eu pousei no país, às 6:30h da manhã, ainda eram 4:30h da madruga em Salvador.

➡️ Como ir do Aeroporto da Ilha do Sal para Santa Maria
Segundo a pesquisa que fiz, antes de embarcar para Cabo Verde, há um ônibus que faz o trajeto do Aeroporto Internacional Amílcar Cabral até Santa Maria.

Mas, francamente, às 6:30 da manhã (4:30h, no meu fuso horário), depois de dormir menos de horinhas no avião, achei melhor pegar um táxi, que tem preço tabelado em € 15 para ir do aeroporto até minha acomodação em Santa Maria.

Morro Grande, maior elevação da Ilha do Sal
Um tour pra ver a paisagem do interior da Ilha do Sal custa € 20
➡️ Transporte na Ilha do Sal
Coloque uma sandália confortável na mala que você for levar para a Ilha do Sal, porque o principal meio de transporte em Santa Maria serão os seus pezinhos. É tudo muito perto (praias, restaurantes, bares), não justifica ficar pensando em transporte.

Para ir a outras localidades da Ilha do Sal, há os táxis. Para ir de Santa Maria a Ponta Preta, onde ficam os resorts mais chiques e alguns beach clubs badalados, a corrida custa € 5.

Para ver outras atrações da Ilha do Sal, como as Salinas da Pedra Lume ou as piscinas naturais da Buracona, contrate um tour que dá a volta em toda a ilha e custa € 20.O passeio dura quase o dia todo e é bem interessante.

Praia de Santa Maria, Ilha do Sal
A última vez que choveu de verdade da Ilha do Sal foi em 2012
➡️ Melhor época na Ilha do Sal
A última vez que choveu de verdade na Ilha do Sal foi em 2012. De lá pra cá, o máximo de água que cai do céu é uma garoinha mínima, que dura em torno de cinco minutos — e, mesmo assim, para-se pra assistir, porque também é fenômeno pouco usual.

O Sal é uma ilha vulcânica, de paisagem desértica, sem fontes de água perene e muitíssimo plana — só ao Norte há uma meia dúzia de elevações, a maior delas é o Monte Grande, com 400 metros de altura.

Quer dizer, nada na Ilha do Sal atrai chuva — toda a água que você usar na ilha será produto da usina de dessalinização que funciona na capital do Sal, Espargos.

Sem chuva, o que define a alta e a baixa temporada Ilha do Sal é o inverno europeu. De novembro a abril, as praias da ilha atraem muita gente fugindo do frio e querendo curtir aquele mar muitíssimo azul.

Murdeira, povoado na Ilha do Sal, Cabo Verde
A Enseada de Murdeira foi pioneira na "invasão" da Ilha do Sal durante o inverno europeu. Os primeiros condomínios de férias foram construídos lá
Não que a invasão europeia vá impedir você de achar um lugarzinho para esticar a canga na praia — afinal, praia é o que não falta na Ilha do Sal. Mas os preços sobem bastante e fica mais difícil encontrar uma vaga de hospedagem legal e pagável.

Outro motivo para evitar o intervalo de novembro a abril na Ilha do Sal é o vento, que sopra o ano inteiro em todo o arquipélago de Cabo Verde, mas que ganha muito mais fôlego neste período.

➡️ Nas ilhas mais montanhosas e mais verdes do arquipélago de Cabo Verde, a estação das chuvas vai de agosto a outubro e a estação seca é no período de novembro a julho.

Praia de Santa Maria, Ilha do Sal
A brisa constante permite caminhar debaixo do solão confortavelmente
Faz calor na Ilha do Sal o ano inteiro, mas não é nada de assustar. Os meses mais quentes são setembro e outubro, com temperaturas máximas de 30ºC, em média, e mínimas de 24ºC. E tem o vento, né? Santo ventinho...

O mês mais "frio" na Ilha do Sal é fevereiro, quando o termômetro costuma oscilar entre os 18ºC e os 25ºC.

O mar azul da Ilha do Sal
O mar tem essa cor o ano inteiro na Ilha do Sal
A água do mar na Ilha do Sal estava deliciosa em julho. Não é uma água quente como a do Nordeste ou do Caribe, é um pouco mais fresca, a temperatura lembra a do Porto da Barra, em Salvador, ou a do Arpoador, no Rio de Janeiro, em um bom dia. 

Até dá aquele arrepiozinho na hora de entrar no mar, mas depois simplesmente não há vontade de sair da água.

Fevereiro, março e abril são os meses de água mais fria no mar da Ilha do Sal: média de 20ºC. Os meses de águas mais quentes na Ilha do Sal são setembro e outubro, com médias de 25ºC.

A cidade de Santa Maria, Ilha do Sal, à noite
A pacata noite de Santa Maria
➡️Segurança na Ilha do Sal
Eu andei pra baixo e pra cima, em Santa Maria, de dia e de noite, na maior tranquilidade. Vi muitos gringos deixando as bolsas sozinhas na areia da praia, quando iam mergulhar, com câmeras caríssimas à mostra. Ninguém mexia.

Os hotéis e condomínios de Santa Maria têm segurança privada. Tem polícia nas ruas, mas nada muito ostensivo.

A Ilha do Sal me pareceu bem aquele lugar onde as regrinhas do bom senso são suficientes pra a gente ficar em segurança.

Viagem com a Cabo Verde Airlines de Salvador à Ilha do Sal
Embarque em salvador e pouso na Ilha do Sal: a viagem de ida foi impecável
➡️ Como foi voar com a Cabo Verde Airlines
A tarifa básica  da Cabo Verde Airlines dá direito apenas a levar uma bolsa ou mochila pequena e uma mala de mão

As medidas da mala de cabine não devem exceder os de 55 cm de altura, 35 cm de largura e 25 cm de profundidade). O peso máximo é de 10 kg, para voos de e para o Brasil. Em outras rotas da Cabo Verde Airlines, o peso máximo da mala admitida a bordo é de 8 kg.

Se você acha pouco essa franquia de bagagem, saiba que a minha mala de mão pesou exatamente 7,5 kg quando foi verificada no balcão da Cabo Verde Airlines no Aeroporto de Salvador. E isso foi o suficiente.

Minha experiência de voar com a Cabo Verde Airlines vai ganhar um post exclusivo. Adianto que a viagem de ida (Salvador-Ilha do Sal) foi super tranquila e pontual.

Check-in da Cabo Verde Airlines no Aeroporto Internacional Amílcar Cabral, Ilha do Sal
Na volta, mais de quatro horas nesta fila de check-in
A volta, nem tanto: depois de um voo cancelado, na noite de uma sexta-feira, tive uma manhã de sábado infernal do Aeroporto Amílcar Cabral, porque deu pane no sistema da Cabo Verde Airlines.

Resumo da ópera: mais de quatro horas de pé na fila do check-in, sem qualquer informação por parte da equipe da empresa. Como eles juravam que estava tudo certo (?!), ninguém se arriscava a sair da fila, nem mesmo para beber água ou usar o toalete. Um desconforto desnecessário e evitável.

Quebra-mar do Século 17 na Ilha do Sal, Cabo Verde
Os portugueses chegaram à Ilha do Sal em 1460, mas só se dedicaram a colonizá-la a partir do final do Século 18, para a exploração das salinas
➡️ Um pouquinho sobre Cabo Verde
Cabo Verde faz parte da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e é formado por 10 ilhas do Atlântico Sul, a a 570 km da Costa da África, em frente ao Senegal.

As ilhas de Cabo Verde se dividem em dois grupos: ao Norte estão as Ilhas Barlavento (Santo Antão, São Vicente,  São Nicolau, Sal, Boa Vista e a desabitada Santa Luzia). Ao Sul ficam as Ilhas Sotavento (Maio, Santiago, Fogo e Brava).

Santiago é a maior das ilhas de Cabo Verde e também onde se localiza a cidade de Praia, capital e maior povoação de Cabo Verde.

O território de Cabo Verde é pequenininho: somadas, as ilhas têm cerca de 4 mil km² (caberiam um pouquinho mais de cinco cabos verdes dentro do estado de Sergipe, o menor do Brasil).

Mais sobre Cabo Verde


Índice de praias da Fragata Surprise


Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook 

4 comentários:

  1. Oi Cyntia!!
    Que viagem bacana!! Estou lendo tudo, fotos lindas!!!
    Quem sabe em julho/2020 irei também!!
    Abraços.

    Ana Silvia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale muito a pena. Eu adorei a Ilha do Sal e agora estou doida pra conhecer mais de Cabo Verde

      Excluir
  2. Adorei! Foi importante saber que o chip de celular é extremamente barato demais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É barato, sim. Pra minha semaninha, o pacote deu e sobrou - mas eu não posto vídeos :)

      Excluir