17 de setembro de 2017

Bolonha – dicas práticas

Pórtico típico de Bolonha, Itália
Os belos pórticos de Bolonha são uma marca da cidade
Agora que eu já contei pra você que espetáculo de cidade é Bolonha, está na hora de acrescentar aquelas informações essenciais à organização da sua viagem.

Como chegar, como circular, onde ficar, onde comer (e comer muito bem, porque Bolonha garante).

Organizei tudo bem bonitinho neste post. Agora, é só fazer a mala e avanti!

Parque della Montagnola, jardim público em Bolonha, Itália
Parco della Montagnola, um jardim do ladinho da estação de trens 
Como chegar a Bolonha
Bolonha é a capital da Emília-Romanha, no Norte da Itália. A cidade está 375 km de Roma (para quem chega por Fiumicino) e a 216 km de Milão (para quem desembarca em Malpensa).

➡️ Avião para Bolonha
O Aeroporto Internacional Guglielmo Marconi de Bolonha, a 6 km do Centro, é bem movimentadinho — 7,7 milhões de passageiros por ano, equivalente ao de Salvador (BA) — e recebe voos de diversas cidades europeias (pesquisei direitinho porque ia voar de lá para Malta, mas acabei mudando de planos).

A KLM, Air France, Air Dolomiti, Iberia e Tap, para citar algumas, têm voos para Bolonha partindo de Amsterdã, Paris, Roma, Madri e Lisboa.
Bolonha, Itália: Aerobus, transporte do aeroporto para o Centro
Olha o Aerobus (o ônibus do aeroporto) chegando na estação de trens
➡️ Como ir do aeroporto ao centro de Bolonha
Um táxi do aeroporto ao Centro de Bolonha custa cerca de € 20.

Pra quem está sozinha pode compensar mais pegar o Aerobus, que tem partidas a cada 20 minutos e custa € 5. Os bilhetes podem ser comprados a bordo e o ponto final é a Estação Ferroviária Bologna Centrale.

Estação de trens de Bolonha, Itália
Estação Central de Bolonha
➡️ Trem para Bolonha 
Bolonha é um entroncamento ferroviário e está muitíssimo bem conectada com as principais cidades italianas e aos aeroportos por onde os brasileiros costumam chegar à Itália, com diversas frequências diárias.

➡️ A viagem de trem entre Milão e Bolonha dura pouco mais de uma hora nos trens velozes, com bilhetes na casa dos € 25 (comprando com mais antecedência, dá pra pagar um pouco menos)

Plataforma da Estação Ferroviária de Bolonha
Chegada na estação Bologna Centrale: foi só o começo do meu encantamento com a cidade
➡️ De Roma (Termini) a Bolonha são apenas duas horinhas, com preços também na casa dos € 25 e alguma economia para compras com antecedência.

Tem trens mais baratos, mas são os mais lentos. Não acho que compensem a economia.

➡️ As empresas Trenitalia e Italo fazem a rota para Bolonha. Pesquise nos sites das duas companhias ferroviárias para ver promoções, horários e preços para as datas da sua viagem.

Procure pelo destino Bologna Centrale ou pela abreviação Bologna Ctle.

Trem de Bolonha para Roma
A bordo do trem da Italo, voltando para Roma
➡️ Como cheguei e saí de Bolonha
Cheguei a Bolonha de trem, vinda de Florença. O trem da categoria Frecciarossa, da Trenitalia, faz o percurso em 35 minutos, com partidas a cada 20 minutos e bilhetes na casa dos € 15.

Se quiser economizar um pouquinho, há trens mais baratos, com passagens na casa dos € 10, mas fazem o percurso Florença-Bolonha no dobro do tempo.

Interior do trem da Italo Trem de Bolonha para Roma
Os trens da Ítalo têm WiFi grátis e tomadas para carregar celular

➡️ De Bolonha, voltei a Roma para pegar o avião em Fiumicino. Desta vez experimentei o trem da Italo, que é bem equivalente em conforto aos da Trenitalia, tem tomadinhas para carregar o celular e WiFi a bordo. Paguei € 28 pela viagem e o trajeto durou 2h15.


Transporte em Bolonha - como circular

➡️ Da estação de trens de Bolonha ao centro da cidade
Se sua hospedagem é no Centro Histórico de Bolonha, dá para ir caminhando até lá, da Estação Ferroviária Bologna Centrale.

Pórticos de Bolonha
Os pórticos de Bolonha protegem da chuva e do sol

Em Bolonha, a gente nem tem a desculpa da chuva, porque os pórticos protegem as calçadas das intempéries 😊 e ainda vão encantando o pedestre a cada passo.

➡️A distância entre a Piazza Maggiore, coração da cidade antiga, e a estação ferroviária é de 1,6 km. Eu fiz esse percurso a pé, para pegar o trem para Ravena, e é bem tranquilo, plano, sem sobressaltos.

➡️ Se bater uma preguicinha de arrastar a mala até o hotel, o táxi até o Centro Histórico vai custar cerca de € 5 a € 7.

A beleza das fachadas de Bolonha
Detalhes bolonheses: é um prazer descobri-los caminhando pela cidade

➡️ Como circular em Bolonha
Bolonha não é grande, tem cerca de 370 mil habitantes, e seu Centro Histórico é bem compacto, limitado por uma espécie de anel rodoviário (bem identificável no mapa).

O Centro Histórico de Bolonha tem cerca de 8 km de perímetro. A a maior distância para cruzar esse miolo é de 2,7 km.

detalhes dos pórticos de Bolonha

Teatro Arena del Sole, Bolonha
Teatro Arena del Sole
Esse monte de números pode ser traduzindo em uma palavra: caminhe em Bolonha.

É muito bom bater pernas pela cidade. O terreno é plano e confortável e convida às caminhadas. Qualquer deslocamento a pé em Bolonha é a chance de namorar seus lindos pórticos, que servem de abrigo do sol e da chuva.

É assim que a gente vai descobrindo uma profusão de detalhes nas ruas e fachadas bolonhesas.   doidos para serem descobertos e um terreno plano e confortável.

➡️Bicicletas em Bolonha: Se você gosta de pedalar, achou seu lugar no mundo: as bicicletas são muito populares em Bolonha e é bem fácil encontrar um lugarzinho para alugar a sua.

Os preços em Bolonha
Comparada com as cidades italianas mais turísticas, Bolonha é muito mais camarada nos preços.

Não que ela seja propriamente barata (na Itália, acho que “barato” não existe), mas é que há poucas arapucas pega-turistas (daquelas que cobram € 5 por um café só porque estão de cara para uma grande atração). 

mesa de bar em Bolonha
Um bar em Bolonha nunca será só um bar 
➡️ Em Bolonha, um ótimo jantar com entrada, prato principal e sobremesa, acompanhado de uma taça de vinho e café fica na casa dos €30 em restaurantes de bom padrão.

➡️ Também dá para comer muito mais barato, os sanduíches na piadinha (pão típico da Romanha, parecido com o pão sírio) em um balcão vão custar cerca de € 5, acompanhados de café, e deixar você muito bem alimentada.

➡️ As atrações de Bolonha têm preços bem camaradas, quando não são gratuitas, como as igrejas.
E um maravilhoso bate e volta a Ravena

Igreja de São Petrônio, Bolonha, Itália
Basílica de São Petrônio
➡️ Os hotéis no Centro Histórico de Bolonha têm preços similares aos de Roma

Mas lembre-se que Bolonha é uma cidade universitária, sempre fervilhando de jovens. É grande a oferta de hostels e os quartos para alugar em casas particulares (pesquise por affitacamere, que quer dizer “aluguel de quartos”) .

Se você puder gastar um pouquinho, recomendo muitíssimo o Hotel Corona D’Oro, onde me hospedei em janeiro/17. Pense em um lugar bonito, elegante, aconchegante e onde você é tratada com todos os papapricos? Pois é lá.


Bolonha, Itália

Índice de destinos na Itália, com dicas de atrações, roteiros, hospedagem, restaurantes e transporte. Clique nos ícones do mapa para acessar os links ⇩



A Europa na Fragata Surprise

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.

Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook 

Nenhum comentário:

Postar um comentário