14 de novembro de 2014

Londres para beatlemaníacos: a travessia de Abbey Road

Faixa de pedestres imortalizada na capa do disco dos Beatles
A faixa de pedestres mais famosa do mundo
Um programa que eu sempre relutei em fazer em Londres foi ir a Abbey Road, “visitar” a faixa de pedestres mais famosa do mundo — aquela que os Beatles imortalizaram na capa de um de seus melhores discos. É estranho, porque a minha grande inspiração para viajar é exatamente percorrer as trilhas dos meus amores e referências. No caso específico, porém, eu não conseguia ver muito sentido na pantomima de atravessar uma rua para posar para uma foto.

Nesta passagem por Londres, porém, não teve muita negociação: Bruno, meu sobrinho e companheiro de viagem, estava determinado a ir ver esse cenário mitológico e (o que eu não faço por sobrinhos e pela Fragata?) acabou me convencendo que um blog de viagens escrito por uma beatlemaníaca tinha obrigação de mostrar o caminho das pedras para Abbey Road.
Faixa de pedestres imortalizada na capa do disco dos Beatles
Eles e eu
Aproveitamos a manhã chuvosa de domingo e lá fomos nós para a porta do Estúdio Abbey Road, onde os Beatles gravaram muitas de suas obras primas, no bairro de Saint John’s Wood. O estúdio continua funcionando a todo vapor, com uma plaquinha na porta que praticamente implora para que os fãs e turistas não invadam o local. Os muros, cobertos de rabiscos, testemunham visitas em todos os idiomas. A faixa de pedestres fica bem em frente e pode ser identificada de longe, pela aglomeração dos dois lados da rua.

Mas não pense que é só ir chegando e atravessando a rua.Cruzar Abbey Road na trilha dos Beatles é uma celebração quase religiosa e com liturgia bem demarcada. Em primeiro lugar, espere sua vez. Embora não tenha uma fila organizada, é de bom tom não passar na frente de quem chegou antes. E é de quinta atravessar no rastro de alguém, invadindo a foto alheia.

Faixa de pedestres imortalizada na capa do disco dos Beatles
Coitados dos motoristas...
Enquanto rola a negociação (mais no olhar que nas palavras) para definir de quem é a vez, chega a dar pena do olhar resignado dos motoristas, que esperam meia dúzia de travessias antes de seguir adiante, conspurcando, com seus pneus, a sacrossanta faixa.

Bruno se recusou terminantemente a atravessar a rua na faixa (disse que não estava “à altura” dos Beatles). Eu, no fim, acabei entrando na onda e posei para uma foto, pisando as sacrossantas listras brancas. Mas não vou postar, não, porque aí já é muito mico.

O estúdio continua funcionando a todo vapor
A maioria dos visitantes deixa sua marca no muro do estúdio
Dicas práticas


Como chegar
A faixa de pedestres fica na esquina de Abbey Road com Grove End Road, a cerca de 500 metros da Estação de Metrô de Saint John’s Wood (Linha Jubilee – cinza). Nós chegamos de ônibus (Linha 46), que passa na esquina do hotel em que estávamos, na região do Hide Park.


O que tem para fazer lá
Se você não for fã dos Beatles (ou aquele tipo de freak que faz questão de fazer fotos manjadas, mesmo sem ter a mínima ideia do que elas significam), vai se decepcionar com o programa, já que a única atividade por lá é mesmo atravessar a rua.

Para os fãs, a principal atividade é ficar com nó na garganta e olhos marejados. Aproveite que você vai visitar o venerando local e combine a passagem por Abbey Road com um um passeio por Little Venice (o ônibus 46 conecta as duas áreas) ou ao Regent’s Park, que ficam bem perto e são muito bacanas.

A vizinhança do estúdio tem algumas lojinhas de souvenir dos Beatles que podem render umas comprinhas simpáticas, especialmente se você não for esticar a viagem até Liverpool, onde a oferta de “produtos Beatles” é muito mais variada.


Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.

Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

8 comentários:

  1. Não acho que seja um grande mico atravessar a rua, ainda mais pra quem gosta de Beatles. É uma experiência divertida pra quem vai pra Londres. Eu fui, atravessei, tirei foto e pensei muito nas pessoas que curtem Beatles que eu conheço e que não puderam estar lá, como meu pai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bárbara, eu amo os Beatles e adoro visitar os cenários que têm a ver com eles. Achei Abbey Road divertida. Mas não vou postar minha foto aqui de jeito nenhum :)

      Excluir
    2. Carlos Alberto de Paula Fortes2 de janeiro de 2017 10:59

      E eu cda vez tenho maior convicção ,tdo jovem no dias de hj q curte os Beatles são inteligentes!nesse exato momento a minha caçula Nayara Fortes
      acaba de me comunicar q acabou de chegar nessa histórica
      travessia...q emoção

      Excluir
    3. Eu tb acho, Carlos Alberto. Acho o máximo meus sobrinhos adorarem os Beatles, deixa td mundo mais especial :)
      Aliás, minha visita a Abbey Road foi com meu sobrinho. Foi bem bacana :)

      Excluir
  2. Um conselho: explorar os arredores de St Johns Wood. Muita gente só vai até a "faixa de pedestre dos Beatles" e o bairro é bem charmosinho. Tem o Violet Garden, um parque pequeno e bem charmoso, com um jardim lindinho demais (ele fica na Violet Hill, que inspirou a canção homônima do Coldplay). Tem a St Johns Wood High Street com muitas lojinhas e lugares para comer, e ela termina em Regents Park. Se caminhar até Maida Vale, pode dali pegar o Regents' Canal. Se subir a Acacia Road, passa por Primrose Hill, entrando e saindo do canal, até chegar a Camden Town. Ver os fundos das casas que dão pro canal é lindooooooo demais. Esse ano espero fazer esse roteiro a pé de novo. Um abraço, Lu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótimas dicas, Lu.!!
      E dá pra combinar essa caminhada com o passeio de barco de Little Venice a Camden Lock, pelo Regent's Canal. Como Londres tem coisa bacana pra fazer, né?
      Bjo e obrigada :)

      Excluir
  3. Pra quem gosta de críquete (alguém em algum lugar deve gostar!), o Lord's Cricket Ground fica bem perto, na metade do caminho entre a Abbey Road e o Regent's Park. No museu do estádio, está exposta a taça original da The Ashes, um dos troféus esportivos mais famosos do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, críquete é tão britânico que deve valer a pena dar uma passada por lá só pra entrar no clima :)

      Excluir