6 de março de 2014

Onde me hospedei na Andaluzia

Meu primeiro entardecer em Sevilha. E é tão bom poder andar a pé pela cidade, mesmo à noite...
Ótima hospedagem com ótimos preços. Essa é a vantagem de viajar para a Andaluzia no inverno — que, aliás, tem temperaturas bem camaradas.

Veja minha avaliação sobre dos hotéis onde fiquei em Sevilha, Cádiz, Ronda, Granada e Córdoba, nesta temporada de dezembro 2013/janeiro 2014.

Hotel em Sevilha - NH Plaza de Armas
Avenida Marques de Paradas, s/n, Casco Antiguo ("Centro Histórico", em espanhol). Diárias (na virada do ano) a €76, com café da manhã.


A vista da janela do meu quarto e a fachada do hotel
Adorei esse hotel, que foi recomendado pela Patrícia Camargo, do ótimo blog Turomaquia. Bonito, novinho, super bem localizado e com atendimento simpático e eficiente.

Pelo preço, nem parece um quatro estrelas, mas é. O quarto é bem amplo e atendeu todas as minhas manias (luzes de leitura dos dois lados da cama, poltrona também com luz de leitura, e bancada de trabalho cheia de tomadas para carregar toda a minha tralha de uma vez).

O quarto do NH Sevilla Plaza de Armas
A cama é gostosa, mas eu implico um pouquinho com os travesseiros espanhóis, sempre compridos e baixinhos.

O apartamento tem todo o equipamento que considero essencial (TV de tela plana com canais a cabo, telefone, frigobar, ar condicionado/calefação, cofre, secador de cabelo, espelho de aumento).

Achei as luzes na área do espelho do banheiro meio fraquinhas, mas não uso maquiagem, portanto, não fizeram falta. Só lamentei ter perdido o quarto com banheira, quando mudei para o apartamento de fumantes.

O Paseo de Cristobal Colón, na margem do Guadalquivir,
 fica a uma quadra do NH Plaza de Armas
O hotel fica ao lado da Plaza de Armas, onde fica a Estação Rodoviária. De lá, dá para ir a pé para todas as atrações principais de Sevilha (eu só usei transporte motorizado na chegada do aeroporto e quando fui embora da cidade, por causa da bagagem). A região me pareceu muito segura e todas as noites eu voltei a pé para o hotel, sem susto.

Como era inverno, nem fui ver a piscina que fica na cobertura do hotel.

O NH Plaza de Armas oferece WiFi gratuito para todos os gadgets que você estiver usando, mas tem uma pegadinha: há um limite diário para o tráfego de dados, de modo que, se você postar muitas fotos, vai ter que pegar novo loguin e senha para continuar navegando.

O café da manhã era copioso, variadíssimo e de ótima qualidade. Pães de vários tipos, frutas, bolos, frios, tudo muito fresquinho. Não experimentei o restaurante nem o bar, mas pedi alguns pratos pelo serviço de quarto e aprovei.

Em suma, recomendadíssimo!

Cádiz - Hotel Patagonia Sur 
Calle Cobos nº11, Centro. Diárias a €64, sem café da manhã.

Minhas "vizinhas de porta" em Cádiz:
a Praça de San Juan de Dios
...e a Praça da Catedral
Outro hotel muitíssimo bem localizado, a poucos paços da Praça da Catedral. Fica num edifício reformadíssimo de um quarteirão muito antigo, com muitas opções de restaurantes e bares nas imediações.

O salão onde é servido o café (não incluído na diária) e o quarto do Patagonia Sur
O hotel é um três estrelas sem maiores ofertas de serviços. O café da manhã era bem básico.

Achei o quarto meio apertadinho, mas confortável, silencioso (as janelas são à prova de som) e bem equipado (TV de tela plana com canais a cabo, cofre, telefone, frigobar, ar condicionado/ calefação e secador de cabelo).

O banheiro é amplo, mas impliquei com o boxe do chuveiro, que achei acanhado e sempre à beira do transbordamento.

Campo del Sur, em Cádiz
Do hotel, dá para ir a pé ao porto e às estações de trem e rodoviária, embora a perspectiva de arrastar a mala pelo caminho não tenha me seduzido.

O que eu mais gostei no hotel foi o atendimento. O pessoal não só era muito simpático, mas tinha sempre uma dica bacana da cidade para oferecer.

O WiFi gratuito funcionava bem direitinho.

Hotel em Ronda - El Poeta de Ronda 
Calle Tenorio nº1. Diárias a € 72, sem café da manhã.


El Poeta de Ronda funciona na antiga casa de Pedro Pérez Clotet
Adorei esse hotel, instalado em um casarão antigo, a dois passos de Puente Nuevo e do Tajo de Ronda. O poeta que dá nome ao estabelecimento é Pedro Pérez Clotet, que viveu na casa.

Meu quarto, o nº 8, ficava no primeiro andar, na quina do edifício, o que me garantia três janelas com balcão (\o/).


O apartamento é amplo, com mobília antiga e debom gosto. Tem calefação (estava fazendo um frio violento, à noite), TV com canais a cabo, cofre e secador de cabelo. O WiFi é gratuito e funciona muito bem.


O casarão é lindo e o atendimento é muito atencioso, a gente quase se sente na casa de um amigo. No verão, deve ser muito gostoso jantar no terraço do restaurante do hotel, que funciona no térreo.

Granada - Hotel Alixares 
Paseo de la Sabica nº 40. Diárias a €44 (uma super promoção), com café da manhã.


A descida da Cuesta de la Sabica, onde ficam o Hotel Alixares e a Alhambra
Este hotel, um quatro estrelas, fica a 200 metros das bilheterias da Alhambra, no alto de uma ladeira e cercado por um bosque de pinheiros. A área é muito gostosa e no terraço do meu quarto (um varandão com uns 20 metros quadrados) eu tinha vista para a Sierra Nevada.

A localização é excelente para quem vai apenas visitar os palácios da Alhambra, mas a rota ladeira acima, na hora de voltar do centro da cidade, é um pouquinho over para ser feita a pé.

A descida, em compensação, era uma delícia, margeando as muralhas e restos de bastiões mouros e atravessando pórticos seculares. Para voltar para casa, minha alternativa era o Ônibus 30, que passa pelo Centro de Granada e tem uma parada quase em frente ao hotel.


A vista do terraço do meu quarto
O hotel tem uma vasta área verde, que fica deserta no inverno, e uma piscina, fechada na estação fria. Meu apartamento era amplo, com WiFi gratuito, TV com canais a cabo, cofre, frigobar e secador de cabelo. No frio que faia lá no alto, a banheira caiu como uma bênção.

No verão, o hotel deve ser ainda mais bacana, por conta da vista para a Alhambra que se tem de alguns terraços. Tem estacionamento, restaurante (não gostei da comida) e um bar.

Hotel em Córdoba - Maciá Alfaros 
Calle Alfaros nº 18. Diárias a € 54, sem café da manhã.

Igreja de San Pablo: essa belezura fica na esquina do meu hotel
Minha vizinhança em Córdoba e o jardim à sombra das muralhas do Alcázar dos Reis Cristãos
Localizado no Centro de Córdoba, a poucos metros do Templo Romano e da Igreja de San Pablo, esse quatro estrelas é muito confortável, com apartamentos enormes e bem equipados.

O hotel fica a 20 minutos de caminhada da Mesquita e da Judería (bairro onde viviam os judeus entre os séculos X e XV), que era onde pretendia me hospedar (e acho que teria sido mais legal). Mas gostei bastante do hotel.

O pátio interno e o o quarto do Maciá Alfaros

O WiFi gratuito era bem rápido e o apartamento é excelente, com ar-condicionado/calefação, TV com canais a cabo, cofre, secador de cabelo e frigobar. Não experimentei o restaurante.

Esses cordobeses jogam damas alheios à imponência
 da Ponte Romana 

Hospedagem comentada: um índice com todos os posts sobre hotéis e pousadas publicados no blog

A Espanha na Fragata Surprise - post-índice



Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário