domingo, 30 de agosto de 2015

Fernando de Noronha:
Os passeios clássicos

Os dois irmãos, logomarca da ilha, vistos do mirante
que os locais apelidaram de "Ai, que lindo", ponto de parada do IlhaTour. A prainha lá em baixo é a Baía dos Porcos
Fernando de Noronha tem muita coisa linda pra ver. São cerca de 20 praias, mirantes de perder a conta, points incríveis para mergulhar, camarotes inacreditáveis para o pôr do sol, fortes em ruínas, um centrinho histórico interessante... Com uma semana e boa disposição, dá pra se esbaldar, sem repetir programa.

As agências locais oferecem alguns roteiros "clássicos" que muitos visitantes se sentem na obrigação de fazer. Eu não curto o esquema de tour, mas fiz três deles, para testar (tão vendo como eu me esforço por esta Fragata?). Veja como são e o que eu achei do IlhaTour, do passeio de barco pelo Mar de Dentro e do mergulho a reboque com o plana-sub.


Mirante do Sancho: sem trocadilho, é o ponto alto do IlhaTour
. IlhaTour
Como éEsse passeio é uma espécie de "cardápio" de Noronha, uma apresentação panorâmica dos encantos da ilha. A recomendação é fazer essa versão praieira do city tour logo na chegada, para ter uma ideia geral  e definir uma agenda de atividades para os dias seguintes. É preciso ter o ingresso do Parque Nacional para visitar vários pontos do roteiro

É feito em veículos tipo pick-up. Os grupos costumam ter até oito passageiros, mais o guia/motorista. Uma parte dos passageiros viaja na cabine e a outra em bancos adaptados na caçamba da caminhonete. O carro recolhe os participantes nas pousadas, a partir das 8 horas, e os trás de volta, no final do dia.

A Praia do Leão, no Mar de Fora, tem ondas fortes e exige cuidados dos banhistas. O Ilhatour passa pelo mirante na falésia sobre a praia
Tem uma parada para o almoço, não incluído no preço do passeio. Leve dinheiro vivo, pois geralmente os restaurantes escolhidos pelos guias são estabelecimentos mais simples, fora da Vila dos Remédios, e não aceitam cartão de crédito.

Achei interessante, mas não indispensável. Com um bugre ou de táxi você pode fazer o mesmo roteiro, no seu ritmo, dividindo a programação em vários dias e ficando ficando o tempo que quiser em cada lugar. Se sua viagem até Noronha for tão puxada quanto a minha, deixe para o segundo dia, quando vai ser menos penoso acordar cedinho (a partida do passeio é às oito da manhã) e rodar pela ilha até o fim do dia.

Dois momentos com os Dois Irmãos, durante o Ilhatour: de pertinho, ao cair da tarde, na Praia da Cacimba do Padre...
... e no Mirante do Forte do Boldró, debaixo de chuva
Roteiro do Ilhatour
Passa por mirantes, como os da Praia do Leão, da Enseada dos Tubarões, do Sancho e do Boldró. Este último, com vista para os Dois Irmãos, costuma ser visitado na hora do pôr do sol. O tour também faz paradas nas praias da Cacimba do Padre, do Sueste, Sancho e no Porto de Santo Antônio, com duas paradas para mergulho — no nosso caso, no Sancho e no Porto.

A Enseada dos Tubarões. Acredite, nessas piscinhas aí da foto, formadas na maré baixa, nadam montes desses "fofos"
Pra evitar sustos, preciso avisar que a chegada na praia do Sancho é por cima, pelo mirante, de onde é preciso descer os 50 metros de falésia até a praia por uma escadaria escavada na rocha. São 150 degraus. Para chegar a essa escadaria, porém, é preciso descer por duas escadinhas de ferro que ficam em uma fenda na pedra. Emoção é pouco. E lembre que depois tem que subir. Mas, ó, eu fiz a proeza (você já sabe: cinquentona, fumante e sedentária) e dei conta ;)

Do Centro de Visitantes (onde você terá
que apresentar o ingresso do Parque),
uma trilha de 320 metros leva ao Mirante do Sancho,
com aquela vista escandalosa para a praia,
para a Baía dos Porcos e os Dois Irmãos
Quanto custa o Ilhatour
R$ 130 e as agências normalmente aceitam pagamento com cartão de crédito.É o passeio mais popular em Noronha, oferecido praticamente por todas as empresas. Pode ser reservado também por intermédio da sua pousada.

. Mergulho com plana-sub
A foto não tá grande coisa, mas dá pra
dar uma ideia de como funciona o plana-sub
Como é
É um mergulho a reboque. Os mergulhadores, munidos de snorkel, recebem uma prancha hidrodinâmica, de acrílico transparente, atada por cabos à lancha, que navega devagarzinho.

Com a prancha, é possível realizar diversas manobras na água, mergulhando mais fundo, ou, simplesmente, flutuar placidamente, admirando a paisagem submarina. A lancha reboca até cinco mergulhadores de cada vez. Mesmo quem não sabe nadar pode fazer o passeio, usando colete salva-vidas. No dia que fiz o mergulho, havia algumas crianças no grupo e elas pareciam estar adorando a farra.

O mergulho é perto de algumas das "ilhas secundárias"
É um barato, dá a sensação de estar voando e vendo muuuuuuitos peixes, tartarugas, arraias... O segredo é aprender a soprar a água para fora do tubo do snorkel, cada vez que a gente volta à superfície, depois de afundar com a pranchinha.

O tempo na água é de meia hora, mas reserve algo como duas horas e meia para o passeio, considerando o embarque, a navegação até o ponto do mergulho e as diversas "baterias" de mergulhadores que serão rebocados de cada vez.

O Porto de Santo Antônio é o ponto de partida
para o passeio de barco e para o mergulho com plana-sub
Roteiro do passeio com plana-sub
A lancha sai do Porto de Santo Antônio e segue na direção da Ilha São José. A navegação é por entre as ilhas secundárias (as ilhotas que se concentram adiante da ponta Norte de Noronha), onde os restos de um navio grego naufragado concentram muita vida marinha. Taí uma coisa que eu lamentei não ter repetido em Noronha. Pena é que não deu para mergulhar com a câmera, pois os instrutores aconselham a manter sempre as duas mãos na prancha.

Quanto custa o passeio de plana-sub
R$ 50 por pessoa. Esse mergulho geralmente é combinado com o passeio de barco pelo Mar de Dentro, que também parte do Porto de Santo Antônio. Na chegada com a embarcação (por volta das 15 horas), os passageiros são transferidos para lanchas menores, que fazem os levam até o ponto onde é feito o mergulho. Nada impede, porém, que você compre apenas o mergulho com o plana-sub.

Noronha é tão incrível que até no porto a água é clarinha...
Para chegar ao Porto de Santo Antônio, pegue o ônibus que percorre toda a BR-363, desde a Baía Sueste, e que passa pela Vila dos Remédios. Também é tranquilo ir a pé, da Vila ou da Floresta Nova, se você não se incomodar com as subidas :).

. Passeio de barco pelo Mar de Dentro


Ponto alto do passeio de barco: mergulho no Sancho...
...com as mais nobres companhias
Como é
As embarcações partem do Porto de Santo Antônio, na ponta Norte da Ilha. As agências buscam os passageiros nas pousadas a partir das 8 horas, para zarpar por volta das 9:30h. Na volta, também tem transfer para as pousadas.

São cerca de cinco horas de programação, com parada para mergulho e almoço. É preciso ter o ingresso do Parnanoronha- Parque Nacional Marinho para embarcar. Para ver como comprar esse ingresso, válido para 10 dias e obrigatório para visitar boa parte da ilha, veja este post.

Hi, eu acho que vi um golfinho!!
Um monte deles, aliás 😍
Roteiro da Navegação no Mar de Dentro
Os barcos navegam primeiro para as chamadas “ilhas secundárias” do arquipélago (São José, Rasa, do Meio...). No dia que fiz o passeio, esse trecho da navegação foi emocionante, com uma farra de golfinhos (moooontes deles) em torno do barco — que é obrigado a desligar os motores, toda vez que essa galerinha fofa aparece!!

As ilhas secundárias são áreas muito preservadas, onde só pesquisadores podem desembarcar. Esse cuidado garante a segurança das aves marinhas, que usam essas superfícies rochosas como berçários.

A Praia do Meio. Ao fundo, o Morro do Pico,
ponto mais alto da ilha
O Mar de Dentro é a parte “de cima” da ilha, o litoral voltado para o Norte, onde as águas são mais calmas. Depois das ilhas, o barco segue costeando essa linha, passando ao largo das praias (do Cachorro, do Meio, Conceição, Boldró, Baía dos Porcos, Sancho...) até a Baía dos Golfinhos — área de preservação com acesso proibido, onde boias marcam o limite de aproximação — até a Ponta da Sapata, o ponto mais ocidental de Noronha.


Na volta, há uma parada de cerca de uma hora e meia na Praia do Sancho, a mais espetacular da ilha. O percurso todo, com a parada para mergulho e almoço, leva cerca de cinco horas.

Fiz esse passeio com o Trovão dos Mares, um catamarã robusto. As instalações são bem confortáveis: os bancos são acolchoados, com “bagageiros” na parte de baixo, banheiros e bar a bordo. O deque principal tem bastante área sombreada.

À esquerda, o paredão que protege as baías dos Porcos
e do Sancho. À direita, os Dois Irmãos, bem de pertinho
Um dos Irmãos e, lá longe, o Morro do Pico
De barco tem a vantagem de chegar
ao Sancho sem ter que descer a escadaria
O Trovão faz o passeio combinado com almoço, servido  a bordo, durante a parada na Baía do Sancho. A comida me surpreendeu pela qualidade: saladinhas, sashimi, peixe frito, purê de batatas, pirão de peixe...

O passeio é legal, especialmente pela chance de chegar ao Sancho pelo mar, sem ter que descer a tal da escadaria :)

O Trovão dos Mares (à direita) ancorado no Sancho
Quanto custa a navegação no Mar de Dentro
Os preços das diversas embarcações são similares. O Trovão dos Mares cobra R$ 230, com almoço e mergulho de plana-sub (depois da navegação) incluídos. Se você não quiser fazer o plana-sub, paga R$ 190 (sem plana-sub). Algumas lanchas cobram na casa dos R$ 150, sem almoço.

Trovão dos Mares - Vila do Trinta, telefone (81) 3619-1228

O "Portal da Sapata", uma fenda no paredão da Ponta da Sapata
Mais sobre Noronha
Dicas gerais: algumas coisinhas que aprendi sobre a ilha e podem ajudar seu planejamento
Dicas de hospedagem: duas pousadas legais com preços acessíveis
Comer em Noronha: lugares que experimentei e curti
Praias de Fernando de Noronha: meu roteiro no Reino das Águas Claras



Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

6 comentários:

  1. Oi, Cyntia!
    Fiquei com uma dúvida: você mencionou o valor do plana sub em separado. Mas você fez junto com o passeio do Trovão dos mares, né?!
    Eu já fiz reserva com eles e ai fiquei com a dúvida da dinâmica dos passeios.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tati, se você fizer tudo junto, primeiro rola o passeio de barco e, lá pelas três da tarde, no retorno, você embarca em uma lancha menor, que faz o reboque do plana-sub.

      Excluir
    2. Ah, entendi! Vc colocou em separado apenas para deixar claro que dá pra optar por um ou outro.
      Obrigada!
      Beijos

      Excluir
    3. Isso mesmo, Tati. Você pode contratar tudo junto ou fazer separado. Eu achei legal fazer tudo junto. Bjo

      Excluir
  2. Eu incluiria também a dica da trilha do Atalaia, que deve ser agendada com o pessoal do projeto Tamar.
    Noronha é muito lindo! Belas fotos fragata!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, tem a trilha da Atalaia, Dan, que também faz o maior sucesso. Eu resolvi não fazer, pois já estava torrada de sol, rsss.
      Noronha é totalmente demais!!

      Excluir