domingo, 23 de agosto de 2015

Hospedagem em Fernando de Noronha:
Duas pousadas legais com preços acessíveis

Os Dois Irmãos, em Noronha: dá pra curtir essa beleza
 sem gastar os olhos da cara em hospedagem
Quando comecei a procurar hospedagem em Fernando de Noronha, quase caí pra trás: só encontrava pousadas caríssimas, muito acima do meu orçamento, ou alojamentos excessivamente espartanos. Quebrar o porquinho para bancar o luxo estava fora de cogitação, mas eu também não estava disposta a abrir mão dos confortinhos básicos — até curto certo nível de rusticidade, desde que ele venha adoçado com travesseiros fofinhos, luzes de cabeceira e ar condicionado.

Felizmente, foi só o susto. Com um pouquinho de ralação online, constatei que é possível achar hospedagem legal em Noronha, a preços pagáveis — barato, lamento, mas não existe em Noronha.

Na verdade, achei não apenas uma, mas duas pousadas legais, entre as quais dividi as oito noites que fiquei na ilha — julho é altíssima estação. Nem a Pousada Mar Aberto nem a Pousada Fortaleza tinham vaga para o total da minha estada por lá. Como elas ficam a apenas 100 metros uma da outra, no bairro da Floresta Nova, a mudança de endereço no meio da viagem foi tranquila. Melhor pra os leitores da Fragata, que ganham duas dicas de hospedagem em Fernando de Noronha. Confira:

Pousada Mar Aberto


Taí uma pousada simpática e gostosa. Ela funciona em uma típica casa de madeira noronhense, herdada da antiga Vila Militar, cercada de varandas. São oito apartamentos, metade deles no corpo da casa e os demais em uma ala na parte de trás. Todos os quartos dão diretamente para as varandas, cada um com sua rede (ôôô, coisa boa).

Meu apartamento, o Leão (todos levam o nome de uma praia da ilha) fica nessa ala nova, com algumas paredes em tijolo rústico, outras em madeira e com um climinha aconchegante e bem amplo. Quando cheguei, havia uma cama de casal e uma de solteiro (essa foi retirada na segunda noite). Achei a qualidade dos travesseiros bem acima da média e o colchão bem confortável. Dormi como um anjinho nas cinco noites que passei lá.

Repare os "bolsos" na cabeceira,
pra a gente não perder os controles remotos
O quarto tem uma TV grandona, com canais a cabo, um armário aberto com cofre de chave e uma mesinha meio incômoda para trabalhar com o notebook (mas confesso que só lembrei de ligar o bichinho para fazer o check-in do voo de volta). Gostei muito dos bolsinhos na cabeceira da cama para guardar os controles remotos da TV e do ar condicionado. Tem também um frigobar, com o basiquinho (refrigerantes, água, cerveja) e telefone.

Na primeira noite, ainda havia uma cama de solteiro no quarto
O banheiro é amplo, com cara de novo e decoração rústica. O chuveiro tem aquecimento a energia solar e funciona muito bem. Confesso que nem lembrei de usar o secador de cabelos — beira de praia já me deixa hippie, imaginem então como eu fico quando meus cabelos estão curtíssimos...

O armário e o detalhe do banheiro
Apesar de todos os alertas espalhados pelo apartamento pedindo que o hóspede poupe energia e água (que em Noronha geralmente é coletada do mar e dessalinizada, ou da chuva, na falta de um manancial de água doce), reparei que as minhas toalhas foram trocadas diariamente, mesmo eu as deixando penduradas no lugar certo :).

A energia solar aquece a água do chuveiro
 e garante um banho gostoso
Se o quarto da Mar Aberto é gostoso, a parte externa é mais ainda, com as redes e sofás espalhados pelas varandas. Depois de um dia inteiro camelando no sobe e desce morro para chegar às praias, nada mais reconfortante do que desabar na rede, com um livrinho. A pousada também tem uma piscininha com uma mini cascata (senhora massagem nas costas) onde eu sempre dava o último mergulho do dia.

O WiFi (gratuito) da pousada funciona bem na área comum, mas, dentro dos quartos, ele claudica.

Além da rede pra chamar de sua, cada apartamento da pousada tem também o seu próprio secador de roupas, dobrável e levinho. Quando ameaça chuva, é só abrigá-lo sob o telhado da varanda.

A área externa da Pousada Mar Aberto é bem gostosa,
boa para aquela preguicinha pós-aventuras pela ilha
Gostei muito do atendimento da Pousada Mar Aberto. Yasmin e Cristina, que se revezam no atendimento aos hóspedes, são super atenciosas e alto astral. Além de resolverem qualquer probleminha (o controle remoto da TV a cabo desconfigurado, por exemplo), ainda têm boas dicas da ilha, providenciam táxis e marcam passeios com as agências.


O café da manhã da pousada está incluído na diária e é bem variado, com frutas, três opções de suco, café e chá. O bufê oferece pães doces e salgados, queijos, frios, bolos, doces, geleias e iogurtes. Além disso, a cozinha prepara na hora a tapioca com diversos recheios e ovos ao gosto do freguês (embora as meninas não tenham conseguido acertar o ponto da minha gema mole).

O café da manhã bem variado tinha tapioca feita na hora

Na chegada da praia,
o recado na porta do quarto
Minha crítica ao café da manhã é ao horário: só é servido das 6h às 9 horas — tudo bem que em Noronha todo mundo sai cedo para os passeios, mas tem sempre aquele dia que a gente quer dormir mais um pouquinho, antes de ir desabar na areia da praia. Aliás, em hotéis com o perfil voltado para férias, o café da manhã deveria ser sempre servido até tarde.

Além do café da manhã, a diária da pousada inclui um chá da tarde, servido das 17h às 18:30h, às segundas, quartas e sextas, com bolos, doces, pães, queijos e frios.

Pousada Mar Aberto - Alamedas das Flores, Lote 2, bairro da Floresta Nova. Telefones (81) 3619-1178 ou (81) 9772-1011. Reservei pelo Booking, mas também é possível fazer reserva direto pelo email reservas@pousadamaraberto.com.br. Em julho, as diárias estavam na casa do R$ 500, com café da manhã e o chá da tarde incluídos.

Pousada Fortaleza


Essa pousada também funciona numa clássica casa de madeira, mas é mais simples que a Mar Aberto. Os quartos são menores e sem varanda (deu uma saudaaaade da rede...), mas a cama é muito confortável e os travesseiros e a roupa de cama são de boa qualidade. Não se assuste, portanto, com a falta de charme que você vê nas imagens. A decoração é bem feinha e improvisada, mesmo. Também falta ao quarto uma mesa ou bancada para o notebook e tomadas ficam em posições bem inconvenientes para carregar a tralha eletrônica, já que não tem apoio próximo delas para celulares e câmeras.

A cama e os travesseiros confortáveis
salvam a decoração improvisada
Apesar desses percalços, é preciso lembrar que as diárias da Pousada Fortaleza, na casa do R$ 300, são 40% mais baratas que as da Mar Aberto e a economia acabou compensando, já que a queda de padrão na hospedagem não chegou a ser dramática. Bastaria alguma atenção aos detalhes para aproximar bastante a qualidade dos dois alojamentos. Os problemas que vi lá não comprometeram o essencial, que é uma boa noite de sono com um mínimo de conforto, limpeza e silêncio.

Outro ângulo do quarto e o banheiro
No quarto, além da cama e da mesinha de cabeceira, tem uma arara para as roupas, um frigobar, o cofre e uma TV pequena. O ar condicionado deixava o quarto fresquinho.

Apesar da falta de charme, o banheiro do apartamento da pousada Fortaleza é amplo, limpo e claro. O chuveiro, bem generoso, funcionou muito bem. Não tem secador de cabelo, mas não me fez falta.

A varanda da pousada.
À direita, a sala onde é servido o café da manhã

A área de estar da pousada
Na área externa, o espaço também era menor, com espreguiçadeiras, mesas e guarda-sóis. Havia apenas um secador de roupas para todos os hóspedes, o que provocava um certo engarrafamento.

O atendimento na pousada é simpático e nas três noites que fiquei lá tudo funcionou sem problemas. O café da manhã, assim como o chá da tarde servido diariamente, tem pães, bolos, geleias, queijos e pratos quentes preparados na hora. Adorei os waffles que saltavam, quentinhos, diretamente do fogão para a minha mesa.

Pousada Fortaleza - Alameda do Pau D'Arco nº 9Floresta Nova. Telefone (81) 3619-1198 e fax (81) 3619-1793. Também reservei pelo Booking. A diária em julho estava na casa do R$ 300, com café da manhã e chá da tarde todos os dias.

Mais sobre Noronha
Dicas gerais: algumas coisinhas que aprendi sobre a ilha e podem ajudar seu planejamento
Comer em Noronha: lugares que experimentei e curti
IlhaTour, mergulho com plana-sub e passeio de barco pelo Mar de Dentro: três clássicos de Noronha
Praias de Fernando de Noronha: meu roteiro no Reino das Águas Claras



Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário