quinta-feira, 6 de março de 2014

Onde me hospedei na Andaluzia

Meu primeiro entardecer em Sevilha. E é tão bom poder andar a pé pela cidade, mesmo à noite...
Ótima hospedagem com ótimos preços. Essa é a vantagem de viajar no inverno — que, aliás, tem temperaturas bem camaradas na Andaluzia. Veja minha avaliação sobre dos hotéis onde fiquei em Sevilha, Cádiz, Ronda, Granada e Córdoba, nesta temporada de dezembro 2013/janeiro 2014.

Sevilha
NH Plaza de Armas
Avenida Marques de Paradas, s/n, Casco Antiguo ("Centro Histórico", em espanhol). Diárias (na virada do ano) a €76, com café da manhã.


A vista da janela do meu quarto e a fachada do hotel
Adorei esse hotel, que foi recomendado pela Patrícia Camargo, do ótimo blog Turomaquia. Bonito, novinho, super bem localizado e com atendimento simpático e eficiente.

Pelo preço, nem parece um quatro estrelas, mas é. O quarto é bem amplo e atendeu todas as minhas manias (luzes de leitura dos dois lados da cama, poltrona também com luz de leitura, e bancada de trabalho cheia de tomadas para carregar toda a minha tralha de uma vez).

O quarto do NH Sevilla Plaza de Armas
A cama é gostosa, mas eu implico um pouquinho com os travesseiros espanhóis, sempre compridos e baixinhos.

O apartamento tem todo o equipamento que considero essencial (TV de tela plana com canais a cabo, telefone, frigobar, ar condicionado/calefação, cofre, secador de cabelo, espelho de aumento).

Achei as luzes na área do espelho do banheiro meio fraquinhas, mas não uso maquiagem, portanto, não fizeram falta. Só lamentei ter perdido o quarto com banheira, quando mudei para o apartamento de fumantes.

O Paseo de Cristobal Colón, na margem do Guadalquivir,
 fica a uma quadra do NH Plaza de Armas
O hotel fica ao lado da Plaza de Armas, onde fica a Estação Rodoviária. De lá, dá para ir a pé para todas as atrações principais de Sevilha (eu só usei transporte motorizado na chegada do aeroporto e quando fui embora da cidade, por causa da bagagem). A região me pareceu muito segura e todas as noites eu voltei a pé para o hotel, sem susto.

Como era inverno, nem fui ver a piscina que fica na cobertura do hotel.

O NH Plaza de Armas oferece WiFi gratuito para todos os gadgets que você estiver usando, mas tem uma pegadinha: há um limite diário para o tráfego de dados, de modo que, se você postar muitas fotos, vai ter que pegar novo loguin e senha para continuar navegando.

O café da manhã era copioso, variadíssimo e de ótima qualidade. Pães de vários tipos, frutas, bolos, frios, tudo muito fresquinho. Não experimentei o restaurante nem o bar, mas pedi alguns pratos pelo serviço de quarto e aprovei.

Em suma, recomendadíssimo!

Cádiz
Hotel Patagonia Sur 
Calle Cobos nº11, Centro. Diárias a €64, sem café da manhã.

Minhas "vizinhas de porta" em Cádiz:
a Praça de San Juan de Dios
...e a Praça da Catedral
Outro hotel muitíssimo bem localizado, a poucos paços da Praça da Catedral. Fica num edifício reformadíssimo de um quarteirão muito antigo, com muitas opções de restaurantes e bares nas imediações.

O salão onde é servido o café (não incluído na diária) e o quarto do Patagonia Sur
O hotel é um três estrelas sem maiores ofertas de serviços. O café da manhã era bem básico.

Achei o quarto meio apertadinho, mas confortável, silencioso (as janelas são à prova de som) e bem equipado (TV de tela plana com canais a cabo, cofre, telefone, frigobar, ar condicionado/ calefação e secador de cabelo).

O banheiro é amplo, mas impliquei com o boxe do chuveiro, que achei acanhado e sempre à beira do transbordamento.

Campo del Sur, em Cádiz
Do hotel, dá para ir a pé ao porto e às estações de trem e rodoviária, embora a perspectiva de arrastar a mala pelo caminho não tenha me seduzido.

O que eu mais gostei no hotel foi o atendimento. O pessoal não só era muito simpático, mas tinha sempre uma dica bacana da cidade para oferecer.

O WiFi gratuito funcionava bem direitinho.

Ronda
El Poeta de Ronda 
Calle Tenorio nº1. Diárias a € 72, sem café da manhã.


El Poeta de Ronda funciona na antiga casa de Pedro Pérez Clotet
Adorei esse hotel, instalado em um casarão antigo, a dois passos de Puente Nuevo e do Tajo de Ronda. O poeta que dá nome ao estabelecimento é Pedro Pérez Clotet, que viveu na casa.

Meu quarto, o nº 8, ficava no primeiro andar, na quina do edifício, o que me garantia três janelas com balcão (\o/).


O apartamento é amplo, com mobília antiga e debom gosto. Tem calefação (estava fazendo um frio violento, à noite), TV com canais a cabo, cofre e secador de cabelo. O WiFi é gratuito e funciona muito bem.


O casarão é lindo e o atendimento é muito atencioso, a gente quase se sente na casa de um amigo. No verão, deve ser muito gostoso jantar no terraço do restaurante do hotel, que funciona no térreo.

Granada
Hotel Alixares 
Paseo de la Sabica nº 40. Diárias a €44 (uma super promoção), com café da manhã.


A descida da Cuesta de la Sabica, onde ficam o Hotel Alixares e a Alhambra
Este hotel, um quatro estrelas, fica a 200 metros das bilheterias da Alhambra, no alto de uma ladeira e cercado por um bosque de pinheiros. A área é muito gostosa e no terraço do meu quarto (um varandão com uns 20 metros quadrados) eu tinha vista para a Sierra Nevada.

A localização é excelente para quem vai apenas visitar os palácios da Alhambra, mas a rota ladeira acima, na hora de voltar do centro da cidade, é um pouquinho over para ser feita a pé.

A descida, em compensação, era uma delícia, margeando as muralhas e restos de bastiões mouros e atravessando pórticos seculares. Para voltar para casa, minha alternativa era o Ônibus 30, que passa pelo Centro de Granada e tem uma parada quase em frente ao hotel.


A vista do terraço do meu quarto
O hotel tem uma vasta área verde, que fica deserta no inverno, e uma piscina, fechada na estação fria. Meu apartamento era amplo, com WiFi gratuito, TV com canais a cabo, cofre, frigobar e secador de cabelo. No frio que faia lá no alto, a banheira caiu como uma bênção.

No verão, o hotel deve ser ainda mais bacana, por conta da vista para a Alhambra que se tem de alguns terraços. Tem estacionamento, restaurante (não gostei da comida) e um bar.

Córdoba
Maciá Alfaros 
Calle Alfaros nº 18. Diárias a € 54, sem café da manhã.

Igreja de San Pablo: essa belezura fica na esquina do meu hotel
Minha vizinhança em Córdoba e o jardim à sombra das muralhas do Alcázar dos Reis Cristãos
Localizado no Centro de Córdoba, a poucos metros do Templo Romano e da Igreja de San Pablo, esse quatro estrelas é muito confortável, com apartamentos enormes e bem equipados.

O hotel fica a 20 minutos de caminhada da Mesquita e da Judería (bairro onde viviam os judeus entre os séculos X e XV), que era onde pretendia me hospedar (e acho que teria sido mais legal). Mas gostei bastante do hotel.

O pátio interno e o o quarto do Maciá Alfaros

O WiFi gratuito era bem rápido e o apartamento é excelente, com ar-condicionado/calefação, TV com canais a cabo, cofre, secador de cabelo e frigobar. Não experimentei o restaurante.

Esses cordobeses jogam damas alheios à imponência
 da Ponte Romana 

Hospedagem comentada: um índice com todos os posts sobre hotéis e pousadas publicados no blog

A Espanha na Fragata Surprise

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário