domingo, 10 de maio de 2015

Resenha de hotel:
Itacaré Eco Resort, conforto pé na areia

Praia de São José
Itacaré pode ter muitos significados para um viajante. Pode ser agito, azaração, malhação diária nas muitas trilhas para as praias... O tipo de hospedagem que você escolhe, naquelas bandas, vai ser influir decisivamente no tipo de viagem que você vai fazer. A minha viagem era para desacelerar e me desconectar e, para isso, acho que acertei em cheio ao escolher o Itacaré Eco Resort, uma delícia de hotel cercado de mata, e silêncio, com instalações cinco estrelas e uma senhoríssima praia, literalmente na porta, a deliciosa São José.



O corpo principal do hotel e a ladeira, 
vistos da varanda  do meu quarto
Onde fica
Cercado pela mata de uma antiga fazenda de Cacau, o hotel faz parte de um complexo turístico que também conta com um condomínio (poucas casas, quase não dá para vê-las no meio da vegetação), na Área de Proteção Ambiental (APA) São José-Serra Grande.

As instalações
O resort tem um edifício principal onde ficam a recepção, salão de TV e jogos e o restaurante. O grupo principal de apartamentos fica em uma parte mais alta da propriedade, cerca de 100 metros ladeira acima, todos com vista para o mar. Essa parte da ladeira pode ser complicada pra quem tem crianças pequenas ou para pessoas com alguma dificuldade de locomoção — se você se enquadra em um desses casos, peça uma acomodação nos apartamentos da parte baixa, que têm vista para o manguezal e ficam bem próximos ao restaurante.

O rio que corta a propriedade
pode ser explorado em caiaques e SUP
Uma coisa que adorei no hotel foi a integração de toda sua estrutura com a natureza. Os edifícios não destoam, encravados na mata, preservando a escala humana. Os telhados de sapé ajudam o conjunto a não brigar com o entorno e a preservar a sensação de que estamos muito longe da cidade. E estamos mesmo: Itacaré fica a cerca de seis quilômetros e da estrada, depois que atravessamos a portaria do complexo ecoturístico Vila de São José, ainda rodamos uns dois ou três km em meio à vegetação cerrada, até chegar ao hotel.

O atendimento
A equipe do resort é muto eficiente, sem perder a simpatia e a informalidade. Desde a chegada, me senti em casa  — não esqueça que Itacaré fica na Bahia :). A experiência foi bacana desde a chegada, com a recepção atenciosa e eficiente no check-in e a satisfação de constatar que o apartamento que reservei era tão bom quanto aparecia nas fotos do site.

O restaurante da praia e as cabaninhas com espreguiçadeiras,
 pra quem gosta de sombra e água fresca

Uma curta trilha na mata liga o corpo principal do hotel à praia
As acomodações
São 56 apartamentos, em cinco categorias. Eu fiquei em uma suíte luxo, com vista para o mar. O quarto é enorme (40 metros quadrados) e tem varanda espaçosa, com uma rede. O banheiro também é bastante amplo. A bancada da pia fica em uma espécie de closet, junto com o armário, que tem bastante espaço. As amenities são simplezinhas, para o padrão do hotel.

O quarto é amplo e confortável


O apartamento tem TV de tela plana, mas há poucos canais a cabo disponíveis. Um aparelho de DVD tenta compensar a falta de opções televisivas (você pode pegar os filmes emprestados na recepção, mas não espere uma cinemateca). As opções no frigobar são as básicas de sempre: cerveja, refrigerantes e salgadinhos de pacote.




Cabaninhas na praia
Atividades
O resort tem uma academia com esteiras e outros equipamentos de ginástica, trilhas demarcadas na mata e oferece caiaques e pranchas de stand up paddle (SUP) para quem quiser explorar o rio que corta a propriedade.

Todos os dias, às 10 horas, uma van do hotel leva hóspedes à famosa Prainha (uma viagem de 10 minutinhos) e volta para buscá-los às 13 horas.

Outro passeio diário oferecido pelo resort é à cidade de Itacaré. As vans partem do hotel às 17h e às 19h e deixam os hóspedes bem na confluência das duas ruas mais fervidas do Centrinho, a Pituba e a Lodônio Almeida (Passarela da Vila). O retorno é às 19:30h e às 22 horas. 

Quem viaja com crianças tem a opção de uma sala de brinquedos e atividades organizadas para os pequenos acima dos cinco anos.

A piscina maior, em frente ao mar
Sombra e água fresca
Para lagartixar, há duas piscinas. A menor, ao lado do corpo principal do hotel, é alimentada pelas águas minerais de um riachinho que desce do morro, ricas em lítio. Segundo me explicou o dono do hotel, que é geólogo, só existem águas iguais na República Tcheca. Ele também me explicou que o lítio tem propriedades antidepressivas, mas acho que meu bem estar naquela piscina era mais pela tranquilidade e pela gostosura da água :).

Na beira da Praia de São José, acessível por uma trilha (a uns 200 metros do edifício principal do resort), o hotel mantém uma ótima estrutura, com restaurante, piscina e cabaninhas cobertas de sapé na areia da praia. As espreguiçadeiras são confortabilíssimas.

A piscina menor, próxima ao edifício principal
Refeições
O café da manhã e o jantar, incluídos na diária, são servidos no restaurante Mãe Josepha, no corpo principal do hotel. O buffet das duas refeições é muito variado e a comida é realmente gostosa. Tem opções para todos os gostos, do filé aos frutos do mar, massas, saladas. O café da manhã é copioso, com vários tipos de pães, bolos, salgados, tapioca feitinha na hora... Minha crítica: a variedade de sucos era pouco criativa.

Restaurante Mãe Josepha

Peixinho com banana, do restaurante da praia,
espaguete com frutos do mar, no Mãe Josepha,
e o autêntico camarão pé na areia,
servido na cabaninha à beira mar
O bar e o restaurante da praia funcionam até as 17 horas, com cardápio a la carte. Experimentei o peixe grelhado com banana da terra, que estava bem bom. O que eu curtia mesmo era pedir bebidinhas e comidinhas direto da espreguiçadeira da praia, como os camarões ao alho e óleo (perfeitos), a caipiroska de maracujá e o "Gabriela", drinque que mistura vodka, suco de cacau (feito da polpa da fruta, azedinha, parecida com graviola e que eu adoooooro).



Itacaré Eco Resort - Rodovia BA 001 Km 6, Condomínio Vila São José, Itacaré. É o tipo de lugar que estraga a gente.... Recomendo demais. No feriadão de Tiradentes, as diárias com meia pensão estavam na casa dos R$ 600. Reservei pelo Booking com cerca de dois meses de antecedência.


Mais sobre Itacaré
Sossego e conforto: dicas para planejar uma escapada a Itacaré
Prainha e São José, dois paraísos em Itacaré

A Bahia na Fragata Surprise

Litoral Norte
Recôncavo
Sertão
Raso da Catarina

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário