quinta-feira, 12 de março de 2015

Hospedagem no Rio de Janeiro:
Golden Tulip Ipanema Plaza

É muito bom acordar com esta vista
Fazia tempo que eu estava me prometendo uma temporada em Ipanema. Adoro o bairro, especialmente a praia e os programinhas de beira mar que ele proporciona e, desde que troquei o Rio por Brasília, em 2011, vinha sentindo falta das minhas tardes de sábado de sorvete, livraria e passeios no calçadão. A chance de matar as saudades veio agora, na virada de fevereiro para março, com o fim de semana esticado para ver o show de Ringo.

Desde que comecei a pesquisar hotéis no bairro, estava de olho no Golden Tulip Ipanema Plaza, que fica na animada Farme de Amoedo, a cerca de 50 metros da praia. A Farme é uma rua que “morre” tarde, graças aos vários bares e restaurantes, e é super tranquilo caminhar por lá, à noite. Hotel legal, no Rio, nunca é uma coisa muito barata, mas a tarifa do Golden Tulip estava bem parecida com a de outros estabelecimentos menos interessantes, então, lá fomos nós (eu e a minha irmã, Simone) para nossa temporada ipanemense.

Nosso quarto, antes da colocação da cama extra...

...e o banheiro
Gostei bastante da estadia nesse quatro estrelas, principalmente do quarto grandão e confortável e da vista maravilhosa do terraço do hotel, no 17º andar. É muito gostoso pegar uma piscina contemplando a Praia de Ipanema, as Ilhas Cagarras e Pedra do Arpoador, de um lado, e o Corcovado e um pedacinho da Lagoa, do outro

Nosso apartamento, com uma linda vista para a praia, era bem amplo – o tipo de quarto que escolhemos só tem camas de casal, mas teve espaço de sobra para a cama extra–, charmoso e aconchegante. Tinha camas confortáveis (mesmo a extra), lençóis e travesseiros de boa qualidade, luzes de leitura à vontade (vocês sabem que sou chata com isso), bastante espaço para acomodar as malas e um armário grande, com cofre e frigobar. Esse padrão, porém, não combina com a economia de cabides disponíveis: apenas seis.

A bancada de trabalho tinha tomadas à vontade, e a minha tralha eletrônica, que não para de crescer, foi carregada sem problemas, todas as noites. O banheiro também é espaçoso, com banheira (pena que não faz frio no Rio...).

O bar do terraço
Em geral, gostei do hotel e recomendo, mas a estadia não foi perfeita. Quando chegamos (quinta à noite), um dos três elevadores já estava parado e outro saiu de operação na noite de sábado. Com um único elevador, casa cheia e 17 andares, tivemos um "engarrafamento" no domingo de manhã, quando também enfrentamos fila para conseguir mesa para tomar café. O desjejum, incluído na diária, é apenas regular. Tem  variedade de frutas, pães e bolos, mas nada memorável. É servido no Restaurante Opium, no térreo -- cuja cozinha, com ênfase no tailandês, eu já conhecia, mas que desta vez não me pareceu tão legal.

Piscina com vista para o Corcovado


Golden Tulip Ipanema Plaza - Rua Farme de Amoedo nº 34. Diárias no apartamento duplo, com café da manhã, por R$ 580.

Mais sobre o Rio
Dicas gerais
Hospedagem no Regente Copacabana
Onde comer bem no Rio de Janeiro
Onde comer bem e barato em Copacabana
Receita de feriadão
Como aproveitar o Horário de Verão

O Arpoador
Atrações
Mirantes do Rio: a Urca e o Forte de Copacabana
MAR - Museu de Arte do Rio, meu novo xodó na cidade
Uma noite no Theatro Municipal
Diversões cariocas - 4 programas que são a cara do (meu) Rio
Celebração entre amigos: como foi o show de Ringo no Vivo Rio
A Quinta da Boa Vista
Postais afetivos do Rio
O Rio que me faz falta
A Bahia em Ipanema
A Lapa sem boemia
A florada da Corypha no Aterro do Flamengo

Roteiros
No Rio, como os locais
Roteiros em Copa e Ipanema para turistar como uma local

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.

Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário