sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Atenas: duas dicas de hospedagem


A Praça Syntagma, em Atenas. Ao fundo o edifício do Parlamento

Post atualizado em março de 2017

Se você está procurando hospedagem para a sua primeira visita a Atenas, não tenho dúvidas em recomendar que você escolha a região próxima à Praça Syntagma, de preferência na área a Oeste da praça, no caminho para o Bairro de Pláka.

Você vai encontrar regiões mais elegantes ou descoladas na cidade, mas esse pedacinho da capital grega oferece uma combinação matadora: é prática, simples e barata. E não desdenhe da parte da praticidade. Já basta a gente ter que se virar em grego — até acostumar, dá um trabalhinho. Se for complicado, então...

A Rua Metropoleous, onde me hospedei em Atenas
Minha vizinha ilustre: a Catedral Metropolitana de Atenas dá nome à rua
Na viagem à Grécia, fiz várias passagens por Atenas e fiquei em dois hotéis na mesma rua, a Metropoleous, que começa na Praça Syntagma. Além de ser o coração da Atenas moderna — é lá que está a sede do Parlamento Grego, onde soldados de saiote fazem uma das trocas da guarda mais cênicas da Europa — a praça é o ponto final dos ônibus que vêm do aeroporto, que é o que mais interessa, quando a gente pensa em hospedagem. (Veja as dicas de transporte aqui)

Syntagma tem também uma estação de metrô, é uma área muito segura, bem servida de bares e restaurantes e pertíssimo da maioria das grandes atrações—eu me desloquei a pé quase o tempo todo, em Atenas.

Rua Metropoleous

Os hotéis onde me hospedei foram o Arethusa, antigão e acolhedor, que virou minha casa, e o Best Western Amazon.

Veja como foram as minhas experiências:



Hotel Arethusa
Rua Mitropoleos n° 6 a 8, esquina com Nikis (6-8 Mitropoleos & 12 Nikis). Melhor estação de Metrô: Syntagma. Melhor estação de metrô: Syntagma. A diária no single, com café da manhã, custou €50.


Fica no comecinho da Rua Metropoleous, a pouco mais de 100 metros do ponto final do ônibus do aeroporto, na Praça Syntagma. É antigão, mas bem conservado. Acabou virando a minha casa em Atenas, pela simpatia da equipe, pelo bom preço da diária e pela localização, que é perfeita, a poucos passos de Pláka e Monastiráki.

A vizinhança é muito segura, mesmo à noite (o que não quer dizer que se deva dar bobeira, como em qualquer lugar do mundo).

Os quartos parecem ter recebido a merecida reforma

O apartamento merecia uma reforma (pelas fotos do site, atualmente, creio que isso aconteceu). Ainda tinha TV "bunduda" (de tubo), mas já com canais em diversos idiomas. No banheiro, kit básico de toalete e secador de cabelos.

Senti falta do cofre (mas a Grécia é tão segura que ninguém encana muito) e de tomadas mais acessíveis para carregar o celular e o notebook.

A recepção

O hotel oferece guarda-volumes a hóspedes e ex-hóspedes que querem dar uma escapadinha de Atenas para outras localidades sem precisar carregar toda a bagagem—essa prática dos hotéis gregos é uma gentileza genial!

A vista matadora para a Acrópole

O bônus imbatível do Aretusa é a vista matadora para a Acrópole, no terraço (que nem sempre está aberto, mas você pode pedir, que o pessoal abre...).

O café da manhã, incluído na diária, é farto e variado — eu me acabava no iogurte grego-mesmo e nas frutas... O café não é cenográfico: é servido forte, sem coar, à moda do país.

Se você não faz questão de luxo, o Aretusa é uma ótima pedida.

Esse edifício moderno da Rua Metropoleous (esq) teve que incorporar a capelinha que já existia no local, quando foi construído

A Cúpula da Catedral Metropolitana Ortodoxa, que estava em reforma quando estive em Atenas. Ao lado da igreja, a fofa capelinha de Agios ("Santo ") Eleftherios, do Século13

Best Western Amazon
Rua Mitropoleos n° 17, esquina com Pentelis (19 Mitropoleos & 7 Pentelis). Melhor estação de Metrô: Syntagma. Diárias no apartamento single a € 87, com café da manhã.



Não se deixe seduzir pelas imagens das janelas com vista para a Acrópole que aparecem no site do hotel. A vista do meu apartamento era das mais sem graças e o terraço do hotel é privativo da suíte, que fica no 7° andar.

O Amazon foi o meu primeiro pouso em Atenas, reservado com muita antecedência, quando ainda não tinha sentido o clima da cidade e preferi optar pela segurança de uma rede hoteleira conhecida. O lugar é confortável, a localização é excelente, a duas quadras da Praça Syntagma e a dois passos do Bairro de Pláka.


O grande defeito do apartamento (amplo e com todas as comodidades, tipo TV de tela plana 26 polegadas, canais a cabo em inglês, italiano e espanhol, cofre e secador de cabelo) é o banheiro minúsculo. Tomar banho naquele boxe ínfimo era um exercício de contorcionismo.


A equipe do Amazon é bem profissional, mas não capricha muito na simpatia. Como a maioria dos hotéis de Atenas, o estabelecimento aceita guardar a sua bagagem para que você possa rodar pela Grécia sem carregar o mundo nas costas. O espaço reservado para isso, porém, não inspira a mínima confiança: as malas ficam amontoadas ao lado do balcão da recepção, num espaço acanhado e sem muita segurança.

Achei o preço da diária inflacionado em relação a outros hotéis do mesmo padrão na mesma Rua Mitropoleos, talvez por usar a bandeira Best Western.


Mais sobre Atenas
Dicas de transporte em Atenas e arredores
Como curtir Atenas
A Acrópole
O Museu da Acrópole 
A Ágora Antiga
O bairro de Thisio, um dos pedacinhos mais gostosos de Atenas
Cinema ao ar livre em Atenas (com vista para a Acrópole)
O Templo de Zeus Olímpico
Museu de Arqueologia de Atenas

A Grécia na Fragata Surprise:
Cidade de Rodes: a memória dos cruzados e a herança otomana  


Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

2 comentários:

  1. Muito legal este seu relato. Estou montando meu percurso para a Grécia e suas informações são ótimas.

    ResponderExcluir
  2. Bacana, Val. E se tiver tempo, vá a Nafplio e Monemvasia. Aliás, o Peloponeso é todo maravilhoso.

    ResponderExcluir