24 de outubro de 2019

O que comer em Barcelona - os irresistíveis sabores da Catalunha

Restaurante especializado em frutos do mar no Mercado da Boqueria
Balcão de um restaurante especializado em frutos do mar no Mercado da Boqueria

Atualizado em outubro de 2019

Com o Mediterrâneo ali na porta e o campo e as montanhas ao redor, a culinária da Catalunha é rica, exuberante e variada. Em uma cidade cosmopolita como Barcelona, a fartura de ingredientes torna possíveis farras gastronômicas de muitos cantos do planeta — eu me acabo nos restaurantes asiáticos, por exemplo —, sem virar as costas para as tradições da terra.

Na hora de decidir o que comer em Barcelona, aproveito a variedade de sotaques dos restaurantes da cidade, mas faço questão de aproveitar ao máximo os sabores da Catalunha, especialmente a orgia de frutos do mar (que eu amo).

Pra quem tem um paladar curioso, como o meu, a tradição das tapas em Barcelona, por exemplo, é uma maravilha.

Barcelona: um pub no Bairro Gótico e uma taberna no Born
Barcelona: um pub no Bairro Gótico e uma taberna no Born
Qualquer paradinha — e sempre que há uma mesa vaga em uma taberna de boa cara, numa calçada ou numa praça, é hora de tapas pra mim — é pretexto para provar as porções de quase tudo, das batatas bravas ao mexilhão, da butifarra ao pão com tomate. Daí, mais uma fatiazinha de jamón, uma rodelinha de chorizo...

Come-se bem em Barcelona, mesmo nas áreas mais turísticas. Mas é preciso ficar longe das arapucas das Ramblas, onde recomendo apenas o Café del'Opera, refúgio perfeito para escrever diários de viagem, vendo a multidão passar e saboreando um velho e bom Carlos I, meu conhaque espanhol preferido. O Mercado da Boqueria também é imperdível

Veja alguns pratos e petiscos imperdíveis no vasto repertório gastronômico de Barcelona:


Restaurante no Mercat Santa Caterina, no bairro do Born, Barcelona
Os restaurantes dos mercados são ótimos para ir de tapas. Este fica no Mercado Santa Caterina, no bairro do Born

Antes de começar, porém, a precisão jornalística me obriga a explicar o que são tapas, embora 99% dos leitores de blogues de viagem já saibam (e todos eles perdoarão a redundância, mas eu sofro de TOC profissional 😂😂).

A explicação simples: tapas são a versão espanhola do nosso tira-gosto, pequenas porções de coisinhas irresistíveis servidas para acompanhar o beberico e a conversa nos bares, tabernas e restaurantes, para serem compartilhadas.

Tapear (ou ir de tapas), porém, é muito mais do que apenas petiscar: é um ritual. É um costume arraigado que rima com juntar os amigos, conversar e entrar pela madrugada.

O que comer em Barcelona

Fideuàs, prato típico de Barcelona
Fideuás: dá quase pra dizer que é uma paella à moda da Catalunha



⭐Fideuàs 
Eu adoro esse prato, feito com uma massinha bem fininha, que lembra espaguete cabelo-de-anjo, com o qual se faz uma espécie de paella (as fideuás substituem o arroz) com frutos do mar, ou só na tinta da lula ou com outros incrementos.

Também é comum encontrar fideuàs com costeleta de porco.

⭐Batatas bravas
Esse é o clássico das tapas de Barcelona — basta olhar em volta, nos bares e tabernas, para ver as batatas bravas estrelando em nove entre dez mesas.

As batatas são cortadas em pedaços irregulares, não muito pequenos. Primeiro, são cozidas al dente e depois são fritas, para ficar com uma casquinha crocante e o miolo bem macio.

As batatas ficam bravas por causa do molho picante que as acompanha, geralmente aioli — um primo da maionese que é bem catalão e naquelas terras se chama alioli, feito com gemas de ovos batidas com alho e azeite de oliva.

Pão com tomate, petisco típico de Barcelona
Pão com tomate: é só um tira-gosto, mas vale por um banquete

⭐Pão com tomate
Esse petisco simples e delicioso é o grande responsável por curar a minha aversão a tomates em pessoa — sempre adorei muitas coisas temperadas com tomate, mas não tolerava o sabor do fruto cru.

Mas que invenção genial é o pão com tomate (pá amb tomaquét, em catalão). É a afirmação da magnitude da simplicidade: é o pão apenas esfregado com alho e com tomate bem maduro, e temperado com azeite de oliva e sal.

Geralmente é levado ao forno, para ganhar mais crocância e ficar ainda mais fica divino.

Eu seria perfeitamente capaz de me alimentar apenas de pão com tomate para o resto da vida e seria perfeitamente feliz. 

⭐Butifarra
A butifarra (botifarra, em catalão) é uma linguiça típica e tradicionalíssima na Catalunha, feita com carne de porco fresca, pouca gordura e muita pimenta. Algumas levam também o sangue do porco (as butifarras pretas).

Geralmente são passadas na chapa ou na frigideira, cortadas em pedaços.

Barraca de frutos do mar no Mercado da Boqueria, Barcelona
Navajas, mexilhões e outros bichinhos de concha que me seduzem em um balcão do Mercado da Boqueria

⭐Frutos do mar
A oferta de frutos do mar em Barcelona é de tirar qualquer uma do sério. Eu sou louca por bichinhos da água salgada e simplesmente me acabo.

Tem lulas, sépias, polvos, mexilhões, camarões de todos os tamanhos, lagostins, navajas, almeijoas, vôngoles... Não sei se essa variedade inebriante é toda oriunda das costas catalãs, mas eu é que não vou pedir passaporte aos mariscos — deixa minha ONU do prazer transitar em paz.

O difícil é controlar a volúpia quando vou de tapas, pra não pedir o cardápio inteiro de frutos do mar do estabelecimento...

⭐Arrozes
Uma coisa que é importante saber: toda paella leva arroz, mas nem todo prato à base de arroz é paella.

A paella mais castiça não é originária de Barcelona, mas de Valência, onde a paella à valenciana é uma instituição—e não leva frutos do mar, mas carne de porco e de coelho e, segundo alguns, caracóis.

Em Barcelona também são servidas boas paellas, embora pedir o prato sem checar as referências do restaurante seja a forma mais fácil de cair em roubadas gastronômicas na cidade — ela é a estrela de dez entre dez casas pega-turistas, que servem uma gororoba descongelada no micro-ondas.

O prato de arroz que mais me empolgou em Barcelona foi um arroz de bacalhau, mas há muita variedade, inclusive arrozes caldosos que lembram muito os servidos em Portugal. 
 
Café del'Ópera, casa tradicional das Ramblas, em Barcelona
Café del'Opera: minha aposta mais certa nas Ramblas de Barcelona

Endereço:
⭐Café del'Opera

La Rambla 74

Precioso cantinho, em frente ao Gran Teatre del Liceu. Tombado pelo Patrimônio Histórico da cidade, o café funciona desde 1929, num ambiente que mistura o gosto modernista da época com a herança da antiga chocolateria vienense que existiu no local. Os espelhos antigos são lindos.

Só não cometa a heresia de chamar Carlos I de conhaque, porque o garçom velhinho, que atende as mesas perto da entrada, não vai gostar: "Es brandy, Señora. Braaaaandjy".



Um comentário:

  1. Estive em Barcelona em 1997 e fiquei 3 meses em vendrell uma cidade próxima, seu texto e fotos me fizeram reviver tudo com muita saudade!

    ResponderExcluir