terça-feira, 30 de setembro de 2014

Arco do Triunfo: o melhor mirante de Paris

Paris do alto do Arco do Triunfo
A coisa mais bonita que eu já vi em Paris foi... Paris. Sei lá o que tem naqueles telhados, naquele traçado urbano e naquela luz sempre enviesada e radiante, mas nenhuma das muitas maravilhas reunidas naquela cidade consegue rivalizar com a capital francesa vista em uma perspectiva, digamos, GoogleEarth. Não é à toa que a cena mais encantadora de todos os filmes passados na cidade tem sempre esse conjunto como cenário.

E mirantes não faltam para contemplar a paisagem. As escadarias de Sacre Coeur, a Torre Eiffel, as Torres de Notre Dame e até aquele monstrengo inominável da Torre Montparnasse, onde eu me recuso a pôr os pés, em protesto pela ferida que ele abre no horizonte lindo da cidade — fala sério, não parece que tem alguém mostrando o dedo médio lá longe?
De um mirante para o outro: Sacre Couer vista do alto do Arco.
A basílica de Montmartre é outro ponto famoso para ver a cidade do alto
Nesta passagem por Paris, finalmente, elegi o meu mirante favorito. Tomei coragem para encarar os quase 300 degraus do Arco do Triunfo — uma escadinha de caracol que me provocou mais tontura que meia garrafa de absinto — e caí de paixão.

O Arco é decorado com o nome de todas as batalhas 
vencidas pelas tropas napoleônicas e de todos os generais
 que comandaram exércitos do Imperador
O terraço do monumento fica a 50 metros de altura. Lá em cima, debruçada sobre a convergência de 12 avenidas (a Étoile, “a estrela”), a sensação é de ter conquistado a cidade. Acho que o segredo é essa distância do chão, na medida exata para ver Paris de cima, mas ainda assim estar bem próxima dela, preservando uma relação com a escala humana, ainda sentindo a pulsação da cidade, me sentindo parte de tudo. Na Torre Eiffel, por exemplo, o distanciamento me tornou mais espectadora que participante...

Olha só a chuva que estava caindo quando chegamos aos pés do Arco. 300 degraus depois, a tarde estava linda... — sim, eu sei que você estava esperando para ver a imagem da torre :)
Informações práticas

Arco do Triunfo- Place Charles-de-Gaulle (Metrô Charles de Gaulle-Étoile, linhas 1, 2 e 6, e RER A). Diariamente, das 10h às 23h, de abril a setembro. Entre outubro e março, fecha às 23:30h. Entrada €9,50.

Você já deve ter lido isso em um monte de lugares, mas não custa repetir: não tente atravessar as avenidas para chegar até o monumento. Ao lado das entradas do metrô você encontrará as escadarias que levam à passagem subterrânea até à base do Arco.

A escadinha de caracol que leva ao topo do Arco e a eterna aglomeração no canto em frente à Torre Eiffel. Tem horas que junta tanta gente que dá medo de o arco adernar como a Torre de Pizza :)
Uma das "pernas do Arco tem um elevador, para quem tem dificuldade de locomoção
Para quem tem algum tipo de dificuldade de locomoção, há um elevador que leva até o topo do monumento. Ele fica em um das "pernas" do arco, bem discretinho. Eu só reparei nele depois que já tinha encarado os quase 300 degraus na subida e na descida. Vi quatro jovens, sem dificuldades aparentes, pedirem uma carona ao ascensorista, sem problemas. Então, as restrições ao uso do equipamento não devem ser tão rígidas.

O Arco foi idealizado para celebrar as vitórias militares de Napoleão. Sua construção foi interrompida após a queda do Império e retomada em 1836. Desde sua inauguração, o monumento virou local de comemoração das mais importantes datas cívicas francesas
Há uma espécie de memorial no topo do Arco, no andar inferior ao terraço, nada de muito interessante. Lá no mirante, prepare-se para a aglomeração no ângulo do terraço voltado para a Torre Eiffel. Por sorte, Paris é bonita vista de todos os quadrantes. E leve moedinhas para acionar as lunetas.

O Arco de La Défense
Mais sobre Paris
A França na Fragata Surprise
Carcassonne
Rouen

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

4 comentários:

  1. Tb adorei a vista daí! Eu não subi na Torre Montparnasse, mas meus pais sim. Pelas fotos (com zoom) a vista de lá é legal, melhor do que da escadaria da Sacre Couer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a vista da Tour Montparnasse deve ser linda, Fernanda, mas eu impliquei com o monstrengo. Agora, tenho que ser coerente :))))

      Excluir
  2. Adorei o post e concordo que a vista é linda, mas minhas preferida é a o Panthéon. Não sei se você chegou a subir, mas acho que vale super a pena! Deixo aqui meu post para você ver a vista. E concordo, a coisa mais sensacional de Paris é "ver Paris" http://ideiasnamala.com/2011/06/19/paris-uma-visita-ao-pantheon/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mari, a cúpula do Pantheón estava em restauração, nem sei se estava aberta ao público. Mas está anotado, para a próxima visita.

      Excluir