sábado, 10 de novembro de 2012

Nafplio: meu lar no Peloponeso

Os antigos bastiões da Fortaleza de Acronafplia 
hoje são deliciosos mirantes sobre o mar
Paisagem de cair o queixo, patrimônio histórico precioso e o charme de um balneário elegante (sem os preços escorchantes da maioria deles). Essa é Nafplio, a deliciosa capital da Argólida, no Sudeste do Peloponeso. Uma cidade encantadora, para ser saboreada bem devagar — além de ser uma ótima base para explorar os sítios arqueológicos da região, como EpidaurosMicenas e Tirinto.

A Fortaleza de Palamidi, sobre a escarpa de 216 metros de altura

Se você olhar no mapa, vai ver que Nafplio fica bem aconchegada no ponto mais agudo da curvatura do Golfo da Argólida. Essa posição estratégica — que, ainda por cima, é defendida por montanhas respeitáveis — atrai movimento para a região desde a Antiguidade.

Nafplio foi uma potência naval da Civilização Micênica, na Idade do Bronze. Continuou a florescer sob os bizantinos, foi domínio dos Cruzados, na Idade Média, e a mais importante praça forte veneziana no Egeu, a partir do Século 14. Conquistada definitivamente pelos turcos, no Século 18, a cidade foi palco de batalhas decisivas na Guerra de Independência da Grécia, no final do Século 19.

O Bourtzi, construído sobre um banco de areia, guarda a entrada do Porto de Nafplio

Qualquer caminhadinha em Nafplio faz a gente tropeçar em coisas lindas, como essa antiga fonte otomana. À direita, as inscrições em árabe na fonte

Becos, escadarias e ladeiras: um labirinto de pequenos encantos
Toda essa história não poderia passar em branco pela arquitetura da cidade. Sua paisagem é marcada por três espetaculares fortalezas venezianas: o Bourtzi, sobre um banco de areia, na entrada do porto, a Acronafplia, a 100 metros de altura, erguida sobre os vestígios de uma acrópole, e Palamidi, sobre uma escarpa de 216 metros.

A arquitetura civil de Nafplio, porém, é um harmonioso conjunto neoclássico, herança da importância política alcançada pela cidade, primeira capital da Grécia após a independência.

O traçado das ruas não esconde a idade de Nafplio
As feições são neoclássicas, mas o traçado do Centro Histórico não nega a idade nem a intensa atividade que esse pedacinho de mundo conhece, desde a Idade do Bronze. A sucessão ruelas, ladeiras e escadarias, sombreadas por parreiras e bougainvilles floridos, é um convite para caminhadas bem preguiçosas, pisando o calçamento de mármores seculares e descobrindo vestígios de todo esse passado: os restos e uma fonte turca, alicerces da Antiguidade, lápides bizantinas, cúpulas de mesquitas...


Quando o calor aperta, basta desabar na poltrona de um café, à sombra das árvores da Praça Syntagma, no centrinho. Se preferir passar a “hora da preguiça” em grande estilo, escolha as mesas sob toldos dos cafés e restaurantes no calçadão à beira mar.

Café da Praça Syntagma: 
paradinha estratégica quando o calor aperta
O "calçadão" - com o perdão pela informalidade :)
Aliás, chamar a área ao longo do Porto de Nafplio de "calçadão" é até falta de respeito com o jeitão meio Côte D’Azur que os estabelecimentos daqui se esforçam para imprimir ao local. Ao longo da Promenáde (juro que eles chamam assim!), sofás confortáveis, espreguiçadeiras de design e mil detalhezinhos delicados compõem  lounges que funcionam como pontos de encontro de estrangeiros e atenienses endinheirados.

Cheguei a Nafplio para ficar três dias. Acabei ficando cinco — e olha que se Monemvasia não estivesse me esperando, iam ter que me jogar gás lacrimogêneo e soltar os cachorros para me desalojar dali. Linda, alto astral e cheia de história, Nafplio é uma visita obrigatória na Grécia, ainda mais com a curta distância (114 km) que a separa de Atenas. Anote aí no seu caderninho e confira mais dicas da cidade nos próximos posts.


Mais sobre Nafplio
Uma visita à Fortaleza de Palamidi

A Grécia na Fragata Surprise:
Atenas




Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário