quinta-feira, 17 de março de 2011

Baratas e simpáticas: duas opções
de hospedagem em Barcelona

Grafite na Carrer de Avinyó reproduz 
"Le Demoiselles d'Avignon", de Picasso, 
inspirado na boemia desta rua
Escolher o Bairro Gótico para se hospedar significa passar a madrugada ouvindo o berreiro dos farristas e arrastar as malas escada acima, em hoteizinhos que insistem em funcionar no quarto andar de prédios sem elevador. Mas como é bom me perder pelas ruas emaranhadas, à noite, voltando para casa...

Escolhemos a bem recomendada Pensió Alamar, point de mochileiros, numa esquina da Carrer de Avinyó -- nesta rua funcionava o bordel que inspirou as Demoiselles D'Avignon, de Picasso, um dos meus quadros preferidos. O primeiro cartão de vistas do Bairro Gótico veio do motorista de táxi que nos trouxe do aeroporto, ontem à noite. O cara nos deixou a umas quatro quadras do hotel, alegando que não podem passar carros pela Carrer de Avinyó (mentira, mas quem vai discutir, à meia noite e morta de cansada?).

Nosso quarto na Pensió Alamar

A entrada e a rua da pensão 
Se você apurar o ouvido, vai perceber que há uma "Sinfonia do Bairro Gótico": milhares de rodinhas de malas rolando pelo calçamento irregular, a qualquer hora do dia ou da noite.

Mas em nenhum outro lugar de Barcelona eu poderia me debruçar na sacada de um minúsculo quarto de hotel, de manhã cedo, e ter o imenso prazer de ver o sol brigando para iluminar a ruazinha estreita, lá em baixo, abrigada pelos invariáveis cinco andares dos edifícios seculares. Radiante manhã de domingo, Bairro Gótico sossegado e um cheiro de café que vem não sei de onde: tem jeito mais perfeito de começar o dia?


Na volta a Barcelona, depois do nosso passeio a Girona e Carcassonne, resolvemos não retornar à Pensió Alamar. sabe como é fim de viagem? A gente está mais ávida por conforto e eu não queria nem ouvir falar em subir escadas de pensões arrastando a mala. No retorno a Barcelona, o critério para a escolha da hospedagem era ter elevador. 

Pelo venere.com, escolhemos o Hotel Cantón, novamente no Bairro Gótico -- os preços na área do Eixample e de Gràcia estavam em surto psicótico. 

E taí uma surpresa boa: numa ruazinha que sai da Plaça de Medinaceli, o Cantón é confortável e muito honesto. Quarto amplo, sacada, banheiro privativo, cofre, secador de cabelo, TV a cabo, wi-fi gratuito...e, claro, um abençoado elevador. Boa opção, pertinho das Ramblas, a uma quadra de Passeig Colón e da Igreja de La Mercé.

Endereços:

Hotel Cantón- Carrer Nou de Sant Francesc n° 40. Diária no duplo a 70 Euros.

Pensió Alamar- Carrer Comtessa de Sobradiel n° 1, esquina com Carrer de Avinyó e pertinho da Plaça Reial. O lugar é muito simples, espartano. Mas é limpíssimo, o atendimento é caloroso e as diárias são imbatíveis. Fica no quarto andar de um bonito prédio antigo, sem elevador. Os banheiros, sempre impecáveis, são partilhados. Os hóspedes podem usar a cozinha até as 22 horas. A diária no duplo é de 37 Euros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário