sexta-feira, 18 de março de 2011

Barcelona e o mar:
Roteiro pela história marítima da cidade

Port Vell, o porto antigo de Barcelona,
hoje convertido em marina e área de lazer
Música deste post: Beira Mar, Gilberto Gil

A poucos passos dos ocres e cinzas do Bairro Gótico, Barcelona ganha cores com a temperatura do trópico. Caminhar à beira d'água é uma agradável maneira de lembrar que o mar não é só essencial à economia da cidade, mas também a seus encantos. No cair da tarde, a trilha sonora de Port Vell é o pio das milhares de aves marinhas, alheias às multidões que vêm e vão pelo Passeig Colón e pela Rambla del Mar, aproveitando o calorzinho antes do por-do-sol.
Cais das Golondrinas e a Rambla del Mar
Colombo apontando as Américas, no final das Ramblas: dizem que a estátua indica a direção errada, mas o que importa é que ela aponta para o mar, que foi de onde Barcelona construiu parte importante de sua história
A área é quase um parque temático marinho: aqui funciona o Aquário de Barcelona — famoso pelo túnel de vidro, com 80 metros de comprimento, que permite uma "caminhada submarina", cercada de praticamente tudo que nada nas águas do Mediterrâneo.

Também é ponto de partida das Golondrinas, embarcações sempre lotadas de turistas, que percorrem a área do Porto e a orla da Barceloneta. Port Vell é uma festa para quem gosta de namorar veleiros, pois aqui sempre há centenas deles ancorados.

A Rambla del Mar, uma passarela muito concorrida, leva até o shopping de lazer Maremagnum, onde funciona o aquário, um cinema 3d e uma infinidade de restaurantes.



Para ver a cidade do mar, embarcamos num dos catamarãs das Golondrinas, num passeio de uma hora e meia. Além do Porto de Barcelona — moderníssimo —, o que mais chama a atenção é a imensa quantidade de recifes artificiais plantados ao longo da costa da cidade, prova de que Barcelona não anda tratando seu mar com o cuidado que ele mereceria. As praias, vistas da terra, são até simpáticas. Mas, vistas do mar, cortam o coração pelas interferências ambientais.

A bordo de uma Golondrina: recifes artificiais...
... e a cidade ao cair da tarde
As melhores atrações da região são o Museu d'Història de Catalunya  que além de traçar um painel da região desde os Ibéricos, tem uns Mirozinhos deliciosos  e o Museu Marítim de Barcelona, simplesmente maravilhoso: funciona nas instalações do antigo arsenal, do Século 13, onde ainda está preservada parte da muralha medieval da cidade. Só o prédio já vale a visita. Atualmente, está passando por uma reforma e só uma pequena parte do acervo está em exposição  mesmo assim, continua um programa obrigatório.

Telas de Miró no Museu Histórico da Catalunha, na Barceloneta
O Museu Marítimo conquista a gente logo na chegada. A uma quadra da muvuca das Ramblas, ele nos recebe em silêncio, num jardim delicioso, coberto por laranjeiras, onde estão expostos um submarino do Século 18 (fofo!!), uma cabine de comando de um barco a vapor e outros "brinquedinhos" náuticos irresistíveis. O café que funciona no jardim é o refúgio perfeito para pensar na vida, ler o jornal e ver o tempo passar.

Os jardins do Museu Marítimo,
um oásis de silêncio a uma quadra da Rambla del Raval

O pouco da coleção permanente em exposição, durante a reforma, é de babar: cartas náuticas medievais, réplicas de embarcações, instrumentos de navegação... Algumas exposições temporárias completam o prazer da visita, como a mostra interativa "Vozes do Mediterrâneo", um mosaico da sonoridade das línguas faladas às margens do Marenostrum dos romanos.

O Museu ocupa as instalações
do antigo Arsenal Marítimo de Barcelona
Não é amarelo, mas é lindo:
submarino do Século 18 (!) em exibição no Museu Matítimo
Se você gosta de histórias do mar, acho que vai curtir minha dica de souvenir de Barcelona: reproduções de gravuras antigas mostrando o porto da cidade e embarcações de época. Descobri uma gráfica do ladinho de Santa Maria del Mar que faz esse trabalho e amei. Chama-se Gráfica FonoGraf. É uma antiga tipografia, hoje modernizada, que oferece serviços de offset e encadernações, mas não perdeu o gosto pelo velho serviço feito à mão.

Faz reproduções de gravuras da Barcelona Medieval também, tudo em papel de ótima qualidade -- e que rendem uma lembrança de viagem muito mais bonita, elegante e barata que as quinquilharias óbvias. 

Para completar, quem atende a clientela é o simpaticíssimo David Puche, um senhor muito fofo e educado, orgulhoso da oficina de tipografia exibida em meio aos equipamentos modernos da gráfica. Por 6 Euros, comprei a reprodução de uma gravura francesa do Século XV, retratando a entrada do Porto e a cidade de Barcelona. Linda, vai para a moldura (não reproduzo aqui porque é grande demais para a tela do meu scanner).

Peças em exposição no Museu Marítimo
Dicas práticas

FonoGraf - Carrer de l'Espaseria n° 9, entre a Plaça de Santa Maria del Mar e a Pla de Palau.

Museu Marítim de Barcelona- Av. de les Drassanes s/n. Diariamente, das 10h às 20h (a Biblioteca funciona das 12h às 17:30h, de segunda a sexta). Entrada: 2,50 €. As visitas à escuna Santa Eulália, ancorada em Port Vell podem ser feitas de terça a sexta, das 12h às 17:30h e aos sábados e domingos, das 10h às 17:30h. A entrada custa 1 €).

Maquete do Porto Histórico de Barcelona, no Museu Marítimo
Museu d'Història de Catalunya-  Plaça de Pau Vila, 3. De terça a sábado, das 10h às 19h. À quartas, fecha às 22h. Domingos das10h às 14:30h. Entrada: 4 €. Funciona no Palau de Mar, um antigo armazém restaurado, hoje área de lazer cheia de restaurantes.


Bilheteria das Golondrinas e a antiga administração do Porto
Las Golondrinas- Bilheteria e partidas: Portal de La Pau s/n, em frente ao monumento a Colombo. São três percursos, o menor com 35 minutos (6,80 €) e o mais longo com 1h35min (14 €s). Há saídas a cada meia hora.

L’aquarium de BarcelonaMoll d’Espanya del Port Vell, s/n. Diariamente, das 9:30 às 21h (no verão, até as 23h. Entrada: 17€


Mais sobre Barcelona
Dicas gerais
Combinação perfeita: roteiro: Barcelona, Girona e Carcassonne
Onde comer: Mercado de La Boqueria e dicas de restaurantes
Fideuás, pão com tomate... os sabores da Catalunha
Três cafés em Barcelona (mas eu só quero chocolate...)
Hospedagem barata e simpática: duas opções
Uma semana em apê alugado no Raval
Fim de ano em Barcelona: prepare-se para a muvuca

Navio de cruzeiro no Porto de Barcelona
Passeios e atrações
Como é um dia de jogo do Barça na cidade
O 8 de Março, com direito a uma senhora passeata feminista
Um passeio pelo bairro do Raval
Sagrada Família, a lagosta lisérgica
Barcelona de Gaudi: uma vista à Casa Milà
Minha Barcelona preferida: o Bairro Gótico


A Espanha na Fragata Surprise
Madri
Andaluzia: CádisCórdobaGranadaRonda e Sevilha
Castela e La Mancha: Toledo
Catalunha: Girona Tarragona
Galícia: Santiago de CompostelaCaminho de Santiago e cidades da rota


Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário