sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Buenos Aires: o Museu Fortabat

Museu Fortabat, em Puerto Madero: boa coleção internacional e ótimo para descobrir pintores argentinos
Atualizado em janeiro de 2016

Fiquei três anos sem vir a Buenos Aires e a cidade não cansa de me puxar as orelhas, mostrando um monte de novidades surgidas nesse período de ausência. A mais retumbante é o "novo" Museu Fortabat, inaugurado em 2008, no Píer 4 de Puerto Madero.

E o Museu Fortabat realmente merece o alvoroço. Seu acervo é composto por cerca de 400 obras — telas, principalmente — da coleção particular de Amelia Lacroze de Fortabat, milionária do ramo do cimento que é apontada como "a mulher mais rica da Argentina" por seus compatriotas.

O edifício do museu, no Dique 4. Impliquei com o p´redio de apartamentos que fica atrás dele e, pra mim, interfere na contemplação da obra arquitetônica
A coleção tem obras de figurinhas carimbadas como Salvador Dali, Kilmt e Chagall, mas talvez o melhor motivo para a visita seja a oportunidade de conhecer um pouco do trabalho de  pintores argentinos, como Antonio Alice, Antonio Berni, Carlos Alonso e Horacio Butler (esse eu simplesmente amei!!).

O quadro mais badalado do acervo é o retrato da própria Amelia, pintado por Andy Warhol, mas eu babei com um Chagalzinho fofo e um quadro do Século 17 do flamengo Pieter  Brueghel (O Censo de Belém), de rasgar a roupa. Achei interessante, também um quadro de Turner, no qual ele retrata Julieta num terraço, debruçada sobre a Praça San Marco, em Veneza (!). O quadro não deve ser muito popular em Verona, mas é um dos destaques da coleção.

O edifício do Museu Fortabat foi projetado por Rafael Viñoly, que  também desenhou o novo aeroporto de Montevidéu
O edifício, projetado pelo arquiteto uruguaio Rafael Viñoly — o mesmo do novo Aeroporto de Carrasco, em Montevidéu — já vale a visita.  Além do acervo, o prédio é uma atração à parte. Tem o articulado, móvel, e a ideia é permitir a realização de exposições à noite, para que o público possa contemplar as obras à luza das estrelas.

Mais fotos do Museu Fortabat no site oficial da instituição e no site do escritório de arquitetura de Rafael Viñoly.

Coleccion Amelia Lacroze de Fortabat
Rua Olga Cossettini nº 141, Dique 4, Puerto Madero
De terça a domingo, das 12h às 2oh. Entrada: 60 pesos


Mais sobre Buenos Aires 
Dicas práticas
Comer&beber

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 

Nenhum comentário:

Postar um comentário