terça-feira, 4 de janeiro de 2011

“Jugosa, por favor!”
Comer bem em Montevidéu

Mercado del Puerto, para o culto a la parrilla
Já deixou de ser politicamente correto, mas o paraíso culinário, para mim, ainda é um filé tostadinho por fora e vermelhinho por dentro. Estou a par dos alertas médicos e até acho que seria mais saudável se só mastigasse folhinhas. Duvido, porém, que eu fosse mais feliz.

Minha convicção cresce quando observo os uruguaios: segundo as estatísticas, eles vivem três anos a mais que os brasileiros e, vistos a olho nu, parecem saudáveis, corados e com as cinturas mais ou menos no lugar. Nada mal para o povo que desbancou os argentinos, em 2010, como maior consumidor de carne bovina do planeta (58,2 kg per capita/ano).

Uruguai, paraíso dos carnívoros
Cercada por 3,3 milhões de impudentes carnívoros, passei cinco ótimos dias dedicando-me a desequilibrar o estoque de quatro vacas por habitante registrado pelo país.

Difícil era escolher o corte: ojo de bife, tapa de cuadril, rib chop steak... Para todas as opções, três palavrinhas mágicas: “Jugosa, por favor”. Em bom português: “Quase mugindo, por obséquio!”.

Quanto às minhas coronárias, não se preocupe: o Tannat uruguaio é a variedade de vinho que concentra a maior quantidade de polifenóis, substâncias que reduzem o mau colesterol, protegem as artérias e agem como antioxidantes.

A seguir, os restaurantes que experimentei em Montevidéu:

El Viejo y el Mar
Rambla Mahatma Gandhi 400 (na altura da Calle Solano Garcia), Punta Carretas



No Carnaval de 2005, eu e meus amigos fizemos deste lugar o "nosso canto" em Montevidéu. Nesta nova visita, fiz questão de passar por lá e o restaurante continua legal.

Às margens do Prata, com um adorável jardim com vista para o rio, é perfeito para aproveitar a brisa, bebericando Tannat. Além da farta oferta de parrilla, serve frutos do mar e entradinhas tentadoras, como a berinjela à Parmigiana, que acompanhou o Tannat Viejo da Bodega Stagnari mui dignamente. Farrinha para dois (só bebidas e entradas): R$ 90,00.

La Casa Violeta
Rambla Armenia 3667, Playa Buceo

Outro restaurante com bela vista para o Rio da Prata, serviço simpático e preços um pouquinho salgados. Meu rib chop steak mal-passado estava ótimo, mas eu quase gritei mesmo foi com a sobremesa, o "Volcán de Chocolate", um espécie de upgrade do petit gateau, com fatias de morango sugerindo labaredas de vulcão, sobre um bolinho de chocolate perfeito e acompanhado de sorvete de baunilha. Almoço para dois, com bebidas R$ 200,00.

Hemimgway
Rambla Republica de Mexico 5535, Punta Gorda

Este restaurante envidraçado sobre o rio tem a vista mais espetacular de Montevidéu. Vale a visita, nem que seja para bebericar na varanda vendo o sol cair.

Resolvi dar uma pausa no delírio carnívoro e não fui muito feliz, pois o molho do penne veio com camarões tostados. A sobremesa, porém, redimiu o lugar: "Delícia de Chocolate y Frambuesa", mousse de chocolate amargo com cobertura de framboesas. Jantar para dois, sem bebidas alcoólicas, R$ 170,00.

La Maestranza
Mercado del Puerto - Calle Piedras 237. Também há uma entrada pela Calle Pérez Castellano 


No mercado, bom mesmo é comer no balcão
O Mercado do Porto de Montevidéu mereceria um post exclusivo. São 14  restaurantes, acotovelados nos 3 mil metros quadrados do prédio, inaugurado em 1868.

Apesar das mesas e dos garçons ágeis nos restaurantes, o melhor é comer no balcão. Pedi tapa de cuadril (picanha) com purê de batatas. As três grossas fatias de carne estavam no ponto certinho (jugosa, por supuesto!). Com bebidas, o almoço para uma pessoa custou 320 Pesos Uruguaios (R$ 26,00).

Curte feiras e mercados? Dá uma olhada no monte de lugares legais mundo afora já comentados na Fragata: 


Café Bacacay
Calle Bacacay 1306


A vista matadora para o Teatro Solís é a melhor coisa do Café Bacacay
O lugar é bonito, tem boa trilha sonora, faz ótimos dry martinis e tem uma vista matadora para o Teatro Solis. A comida, porém, decepcionou. O raviolone que pedi veio afogado em alguns litros de azeite balsâmico e deve ter levado duas arrobas de sal no tempero. Vá, beba, divirta-se, mas jante em outro lugar.


O Uruguai na Fragata Surprise
Colónia del Sacramento
Punta del Este

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

2 comentários:

  1. Cyntia, fiquei por seis dias no Uruguay, e, falando em comida deliciosa, o Restaurante Roldós, no Mercado del Puerto, é imperdível: comida deliciosa, bifes suculentos e, pra arrematar, uma taça de media y media, uma mistura de vinho e champanhe...hummm, delícia!

    ResponderExcluir
  2. Marina, valeu a dica. O Roldós está anotadíssimo para a minha próxima passagem por Montevidéu (a sua descrição me deixou com vontade de pegar o avião agora, rsssss). Abraço

    ResponderExcluir