segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Meu restaurante preferido em Florença

Talvez o Paoli não seja o melhor restaurante de Florença — aliás, não faço ideia de sua cotação nos diversos guias gastronômicos da cidade. Mas ele é o meu melhor restaurante nestas paragens. Funciona no térreo de um edifício muito antigo, em um bonito salão com teto abobadado, muitas colunas e uma profusão de afrescos.

Seria quase over, não fosse o toque bem humorado dos dísticos que beiram a literatura de para-choque de caminhão, em quadrinhos singelos nas paredes. Todos exaltando o bem-comer, o bem-beber e o bem-viver: "La luna puo inspirare meglio al poeta si questo guarda il ciò pancia lieta" (a lua pode inspirar melhor ao poeta se ele a olha de barriga cheia), afirma, com muita propriedade, um deles.

Encontrei o Paoli na minha primeira visita a Florença, em 2003, e fiquei fã de seu exército de garçons muito velhinhos e bem humorados, que se desdobraram em deferências ao perceber que eu ia jantar sozinha. Pra vocês terem ideia de como fui mimada, bastou manifestar uma leve indecisão diante do carrinho de sobremesas para ganhar uma provinha de tudo que estava disponível enquanto meia dúzia deles esperava, na maior expectativa, pelo meu veredito — deve ser hábito, pois fizeram a mesma coisa ontem, desta vez com os antipasti. E, novamente, por conta da casa
Além da simpatia (e do desejo expresso de me engordar), o Paoli serve uma comida muito saborosa, em porções honestas. Não esqueço da pasta com molho de pimenta, aguardente e tomates que provei no meu primeiro jantar. Ontem, ataquei um capelletti in brodo, para esquentar e, depois, uma vitela alla boscaiola que estava de gritar, de tão boa.

Na hora da sobremesa, nova indecisão: não conseguia escolher entre o crem-caramel (pudim de leite) e os morangos com creme. O resultado, é claro, foi um prato com uma respeitável fatia de pudim, muita calda e uma floresta de morangos. Como é que eu não pensei nisso antes? A combinação é um espetáculo!

Paoli
Via Tavolini 12 (transversal da Via Calzaiuoli). Jantar com "festival de antipasti", entrada, prato principal, vinho, sobremesa dobrada, café e licor: 40 Euros.

Mais sobre a cidade

Mapa-índice de destinos na Itália, com dicas de atrações, roteiros, hospedagem, restaurantes e transporte. Clique nos ícones para acessar os links


A Europa na Fragata Surprise

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário