segunda-feira, 10 de abril de 2006

Um hotel legal
em Amsterdã

Passear à beira dos canais é um dos prazeres de Amsterdã
Chegar em qualquer lugar do mundo sem reserva de hotel é uma roubada. Em Amsterdã, porém, é mais complicado ainda. Os escritórios de turismo no Aeroporto de Schiphol e de Centraal Station (de trens) não têm piedade. Oferecem os piores muquifos por preços exorbitantes — a alegação é sempre a mesma: "a cidade está lotada". Nesta minha segunda visita à cidade, consegui cometer o mesmo erro: cheguei sem reserva...

Como não sou de desistir fácil, recusei as ofertas absurdas que me fizeram no escritório de turismo da  estação ferroviária, pousei duas noites na casa de um amigo e pesquisei um bocado, até encontrar o Hotel Sander, numa rua lateral da famosa sala de espetáculos Concertgebow.


Só pra variar (rsss) não fiz fotos do hotel, que é simplesinho, mas muito gracinha. Fiquei em um quarto single, pequeno, mas não claustrofóbico, bem iluminado, com cama confortável, telefone, TV, armário e banheiro privativo.

O café da manhã é servido numa sala envidraçada, com vista para um agradável jardim, nos fundos do prédio.

A localização é excelente, pertinho da uma quadra de uma parada do Tram 16. Dá para ir a pé para Museumplein (a praça onde se concentram o Rijksmuseum e o Museu Van Gogh).

O atendimento é simpático e a diária é muitíssimo atraente: 50 Euros no single.

Hotel Sander - Jacob Obrechtstraat 69


A Holanda na Fragata Surprise

Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.
Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário