segunda-feira, 24 de junho de 2002

Novas confusões em Foz

Fila de caminhões na EADI
No final da tarde do dia 20 de junho de 2002, cerca de mil caminhoneiros cercaram a Estação Aduaneira de Interior (Eadi) de Foz do Iguaçu (PR). Eles tentavam forçar a liberação das cargas retidas pela operação padrão que vinha sendo realizada pelos auditores da Receita. A partir daí, cercos, invasão, ameaças, servidores mantidos em cárcere privado, buzinaços, desrespeito à fila de caminhões e transtornos ao trabalho de despacho de cargas tornaram-se cena corriqueira na Eadi.

Na manhã de 21 de junho, o fato mais grave: a Eadi sofreu uma invasão, liderada pelo vereador e presidente licenciado do Sindicato dos Caminhoneiros Autônomos de Foz do Iguaçu, Dilto Vitorassi. Um de seus acompanhantes chegou a tomar a arma de um segurança, cena inúmeras vezes reprisada pelos telejornais locais.

Poucas horas depois, o vereador seria agraciado pelo delegado da Receita com um passe-livre para circular pela estação, apesar de ser reincidente: ele já havia liderado uma invasão à Eadi em 1998, quando ameaçou fisicamente auditores e técnicos que realizavam uma operação padrão.

Por conta de tudo isso, eis-me de volta a Foz do Iguaçu, novamente a trabalho e desta vez num frio de rachar.

Os auditores da Receita estão em greve em todo o país e aqui, na Aduana de Foz, o movimento se caracteriza não pela interrupção das atividades, mas pela intensificação dos procedimentos, a chamada "operação-padrão". Esse método foi inventado pela categoria na década de 80, uma forma de, estritamente dentro da lei, expressar seu descontentamento e reforçar a pressão pelo atendimento de suas reivindicações.

O resultado concreto são cerca de 2 mil caminhões na fila para passar pela fiscalização na EADI, a Estação Aduaneira. Hoje a situação está calma: o feriado desta segunda feira é o terceiro dia sem funcionamento na EADI. Amanhã, com a retomada do expediente, o bicho vai pegar. No final da tarde, acompanho uma delegação do Sindicato dos Auditores que vai à Polícia Federal  pedir reforço na segurança da Aduana.

(Publicada originalmente na revista Conexão- Unafisco Sindical)



Curtiu este post? Deixe seu comentário na caixinha abaixo. Sua participação ajuda a melhorar e a dar vida ao blog. Se tiver alguma dúvida, eu respondo rapidinho. Por favor, não poste propaganda ou links, pois esse tipo de publicação vai direto para a caixa de spam.

Navegue com a Fragata Surprise 
Twitter     Instagram    Facebook    Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário